fbpx

O que levar na mala de viagem ou mochila


Acabei de comprar um tênis para a próxima aventura e aproveito para compartilhar o que levar na mala de viagem, mochila no meu caso. Mas o formato não importa e sim o conteúdo útil para os dois modelos e qualquer roteiro. Também trago dicas sobre pesos, medidas e o que é permitido na bagagem de mão.

O que levar na mala de viagem: lista

Embora o que levar na mala de viagem dependa do estilo, roteiro e interesses de cada um, considero alguns elementos básicos e listo 34 a seguir. Leia o texto qual mochila usar se também não gosta de mala de rodinha.

Acesso rápido: Vestimenta | Acessórios | Bagagem de mão | Bagagem despachada | Onde comprar e sobre os links nesse artigo

O que levar no nécessaire de viagem

Nécessaires e produtos para viajar

Eu viajo com dois nécessaire, um para remédios e outro para itens pessoais. Os mais práticos vem com cabide para deixar suspenso e acessar fácil os compartimentos. As regras básicas para organizá-los são quatro: 

  • Colocar os produtos de higiene em potes pequenos (compre ou use as amenidades do hotel);
  • Substituir objetos de rotina por versões compactas (secador de cabelo, escova, depilador…) e criar kit viagem; 
  • Trocar alguns líquidos por produtos sólidos ou creme, ou gel nas viagens internacionais;
  • Levar itens realmente necessários.

Produtos essenciais em qualquer viagem:

  1. Álcool gel
  2. Lenços umedecidos
  3. Creme hidrante – a pele resseca muito no avião
  4. Repelente – a marca Exposis é a melhor para selva
  5. Protetor solar
  6. Remédios – conforme roteiro e costumes
Organizadores para levar na mala de viagem

Roupas e sapatos para levar na mala de viagem

A dica é levar roupas versáteis, básicas, pouco volumosas e que não amassem. Todas as combinações devem ser pensadas e as não usadas há tempos devem ser dispensadas. Optar por sapatos combinando com tudo e sem risco de machucar o pé é o aconselhável.

Na bagagem de mão, peças (íntima e blusa) extras valem por precaução, caso a equipagem despachada seja extraviada. Também roupas quentes para usar durante o voo, mesmo em  destinos calorosos, faz frio no avião. 

7. Calçados confortáveis

Exatamente qual levar depende das atividades no roteiro, embora considere chinelo de dedo obrigatório para higiene na hora do banho e descanso dos pés. Na verdade, estou sempre em busca de um modelo bom para caminhar muito e com uma cara mais arrumada para algum jantar ou evento. Então acabei de escolher uma sapatilha da marca Skechers para testar nos países escandinavos (minha próxima viagem).

8. Calças modular (calças-bermuda)

Uma peça preta é básico para qualquer viagem por ser útil em todos os climas e secar super rápido. Enquanto basta tirar as pernas no calor, no inverno visto uma segunda pele por baixo. Calças-bermuda serve como vestimenta casual e para praticar esportes.

9. Camiseta dry fit

O material sintético para criar o dry fit deixa o corpo respirar, seca rápido, não amassa e alguns modelos são muito leves de vestir.

10. Corta-vento

Peça crucial para qualquer clima é o corta-vento. Se for impermeável e com capuz, serve como capa de chuva, além de agasalho leve no verão ou impede o contato da pele com o vento gelado no inverno.

11. Echarpe ou manta

Peça fundamental para proteger o corpo do frio e poeira. Além disso, é versátil onde a mulher não deve exibir partes do corpo ou ajuda a dar uma cara nova a roupa usada várias vezes durante viagem. Por ser leve, pode levar algumas de cores e estampas diferentes.

12. Segunda pele 

São peças leves, quentes e confortáveis para vestir o corpo inteiro ou onde for necessário conforme o roteiro. Tenho calças e blusa para usos versáteis (desde pijama, roupa de baixo até sozinha) sendo a blusa item básico para levar na mala de viagem quando a temperatura for 15 graus ou menos. Prefiro marcas de segunda pele que retenham o calor e liberem o suor. Mais quente se for com pelúcia por dentro.

13. Fleece

Um tecido quente, leve e de secagem rápida para temperaturas inferiores a 10 graus. Fleece é usado como forro em jaquetas, coletes, blusas e agasalhos. Vem em diferentes espessuras conforme a intensidade do frio. O modelo mais prático é agasalho com fecho e bolso.

14. Organizador a vácuo

Este organizador não serve muito para mochilas (prefiro sacos), mas é bastante útil na mala e indispensável na lista da minha mãe, principalmente para viagens de inverno.

Acessórios para levar na mala de viagem

Acessórios para levar na mala de viagem

15. Toalha

Essencial para acampamento, hostel e casa de amigo. Mesmo quem se hospeda em hotel, pode precisar naquela ida à praia ou atividade molhada ao ar livre. As toalhas de microfibra Tek Towel da Sea to Summit são leves, absorventes e secam rápido.

16. Saco estanque

São embalagens para proteger o que não pode molhar em diferentes tamanhos e proteção. Mas há outras utilidades como saco para separar as peças sujas, organizador ou um balde maleável para lavar roupa. Tenho usado a marca Sea to Summit.

17. Canivete

A ferramenta é sempre bom na hora do lanche e pode ter outros usos criativos em caso de necessidade. Porém, o canivete deve ser despachada obrigatoriamente ou perderá na hora de passar pelo raio-x.

18. Guarda-chuva

Um modelo compacto pode ficar escondido na bolsa durante toda a viagem e nem ser usado. Mas quando o clima muda é um alívio e sempre levo o meu, até para o deserto onde uma tempestade nos pegou e eu era a única turista precavida em Marrakesh. Uso sombrinhas da Fazzoletti há anos.

19. Adaptador universal

Fundamental nas viagens internacionais e úteis no Brasil quando vem com entrada USB. Quanto mais compacto o adaptador, melhor.

20. Fone de ouvido

Algumas companhias aéreas fornecem para usar no voo, embora esteja cada vez mais raro ou com qualidade ruim. Eu prefiro levar o meu fone de ouvido que também corta ruído quando quero dormir.

21. Carregador portátil

Fundamental para se manter conectado e com eletrônicos funcionando quando longe da energia elétrica. Uso Power Bank a partir de 10.000 mAh para carregar mais de uma vez o celular e o tablet.

22. Ebooks de viagem 

Foi se o tempo de levar livros impressos pesados para as férias, hoje tudo cabe dentro do celular ou tablet e pode ajudar muito a consulta no meio da viagem. Eu organizo os títulos interessantes no Kindle no meu celular antes de partir e aproveito para ler durante o voo. O aplicativo é grátis e funciona no Iphone e Android.

Guias de viagem em PDF

Se a viagem for para o Uruguai, Chile, Barbados, Rio Grande do Sul ou Austrália, conheça os nossos guias de viagem.

23. Tag de mala

Importante para diferenciar da bagagem dos outros passageiros e crucial quando extraviada. Porém, as informações devem ficar escondidas para não serem vistas por mal intencionados.

24. Tapa olho

Geralmente, as companhias aéreas fornecem nos voos internacionais e sempre nas classes executiva e primeira. Tenho coleção deles para usar no voo e quando quero dormir em lugares claros.

25. Chapéu

Protetores do sol e da chuva nas atividades ao ar livre.

26. Óculos de sol 

São especialmente úteis na praia ou na neve e servem em qualquer atividade outdoor.

27. Travesseiro de pescoço

Item totalmente dispensável na minha opinião, mas a maioria das pessoas não consegue viajar sem. Minha mãe faz coleção de travesseiros porque acaba esquecendo e comprando um novo na hora de embarcar.

28. Doleira

Antigamente eu usava doleira somente em viagens internacionais para guardar dinheiro e passaporte, ultimamente tenho usado diariamente no Brasil para manter o celular e cartão de crédito seguros por baixo da roupa.

29. Porta documentos

É preciso proteger o passaporte e alguns acessórios vêm com compartimentos úteis. Além disso, é bom para organizar os papéis que podem ser usados durante a viagem como reservas, notas e cartões.

30. Garrafa d’água (squeeze)

Objeto obrigatório para ajudar na preservação do planeta diminuindo a compra das garrafas de plástico. Como sou gaúcha viciada em chimarrão, ando sempre com uma térmica na minha mala de viagem. Por preservar a temperatura, os modelos de alumínio também servem para ter água gelada nos dias quentes.

31. Balança digital

A balança se tornou mais útil desde as mudanças nas regras de bagagem e tem sido item obrigatório na minha mala de viagem. Peso antes de sair de casa, ou hotel, para organizar melhor e evitar surpresas no embarque.

32. Capa para mala ou mochila

Além de garantir maior durabilidade à bagagem, modelos impermeáveis não deixam passar água. A capa da minha mochila foi bastante útil para não trazer a poeira dos vários desertos por onde passei para casa e teria sido a salvação para as minhas roupas encharcadas se tivesse levado na travessia de catamarã para Providência.

33. Cadeado

Por ser mais uma barreira para dificultar o trabalho dos ladrões, deixar um à mostra pode evitar furtos. Porém, ele pode ser aberto pelas autoridades nas alfândegas mais exigentes. O jeito é torcer para nada acontecer e ter sempre um cadeado extra. É essencial para quem se hospeda em hostel ou deixa no guarda volumes. 

34. Tripé

A dica é para os fotógrafos, o tripé flexível articulado é ótimo para apoiar a câmera ou celular na hora das selfies, ou vídeos. Uso o Gorillapod na Canon e serve no acessório para celular.

Se a viagem for aventura na natureza, aconselho a leitura dos posts sobre as trilhas no Outback AustralianoMonte RoraimaSalar UyuniAtacama, Serra no Rio De Janeiro, Aparados da Serra e Patagônia.

Faltou algo? Deixei sua dica essencial nos comentários!

Loja de produtos para viagem

Eu costumo comprar em free-shops fora do Brasil e nas lojas Centauro e Amazon. Inclusive, alguns dos links nesse texto levam para produtos que eu uso ou lojas onde estão à venda online. Territórios pode ganhar uma pequena comissão, mas o valor para o consumidor continua o mesmo ou até mais barato do que comprar em lojas físicas.

Quantos quilos e qual o tamanho da bagagem de mão

Em todas as viagens nacionais e algumas internacionais, pode entrar no avião com até dois volumes: mala de viagem pequena de até 10 kg e um item menor (bolsa pessoal ou mochila, ou sacola). O tamanho máximo permitido para pertences de mão é 55 cm de altura (incluindo as rodinhas), 35 cm de largura e 25 cm de profundidade.

Companhias aéreas estrangeiras podem ter regras diferentes, sempre melhor consultar antes de efetuar a compra da passagem. 

Desde maio, bagagem de mão fora das especificações deverá ser despachada em determinados aeroportos e isto implica a cobrança de taxas por volume de até 23 kg. Quando uso a balança e sei que extrapolou no tamanho ou peso e a franquia de equipamento não está inclusa na passagem aérea, compro o serviço pela Internet até o momento de fazer o check-in online. Os valores costumam ser mais baratos e pode ser pago em milhas, em alguns casos.

O que não é permitido levar na bagagem de mão em voo internacional

É proibido entrar no avião com armas, objetos cortantes, atordoantes ou inflamáveis. Líquidos são permitidos em frascos de até 100 ml dentro de um plástico transparente sem ultrapassar 1 litro no total. Produtos adquiridos nos Duty Free estão liberados, desde que estejam selados dentro da embalagem plástica da STEB (Secure Tamper Evident Bag).

Qual o tamanho permitido para bagagem despachada

A equipagem a ser despachada varia de empresa para empresa, em geral, o limite de tamanho não pode ultrapassar 158 cm lineares (a soma das medidas). O peso da bagagem em voos é de 64 kg (dois volumes de 32 kg cada), mas é tendência diminuir para 23 kg e muitas estão cobrando por isso. Nos voos nacionais, o passageiro pode levar até uma bolsa de 23 kg pagando taxa.

Acesso rápido: Nécessaire | Vestimenta | Acessórios | Bagagem de mão | Onde comprar

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais. Fotos Pixabay.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.