O que fazer em Vitória no feriado

O que fazer em Vitória no feriado


Era um feriado de três dias e eu com vontade de conhecer mais destinos no Brasil… Vitória parecia uma bela uma opção e estava entre as promoções de passagens aéreas. Tem história, paisagem, cultura, praias e boa gastronomia. Tudo perfeito, exceto por ser feriado!

Restaurantes, lojas e museus fechados, ou seja, a maior parte do que havia pesquisado não estava funcionando. As praias estavam vazias e a resposta (em tom óbvio) mais comum entre os moradores era:

– É feriado! Todos foram para Guarapari!

E como eu iria saber se esta informação se não estava nos blogs de viagem vasculhados? Pelo menos as dicas para se hospedar em Vila Velha e os passeios por lá foram melhor aproveitadas e conto aqui. Apenas antes de continuar, preciso informar que esta viagem foi no final de 2012 e este texto ficou guardado por mais tempo do que deveria. Mas dei uma revisada nas informações e ainda é válido para quem pretende conhecer a ilha capital do Espírito Santo.

AGILIZE SUA VIAGEM
Alugue carro na Rental Cars

Voltando ao texto, para saber o que fazer em Vitória no feriado tive que contar com a sorte. Costuma não falhar nesses momentos. E assim, taxistas, postagens nas redes sociais e amigos locais deram boas sugestões culturais, gastronômicas e onde registrar a melhor vista da cidade.

Planeje-se para os feriados desse ano

Mirante do Sumaré no Parque da Fonte Grande
Mirante do Sumaré no Parque da Fonte Grande

O que fazer em Vitória no feriado

Esta última rendeu as melhores fotos da viagem no Parque da Fonte Grande. Uma imensa área verde no mapa de Vitória para observar a mais de 300 metros de altura e sentir o clima da mata atlântica. Logo na chegada, avistamos saguis de cara branca, depois fizemos pequenas trilhas e paramos em dois mirantes. Dava pra ver a Baía, as pontes, o manguezal, as montanhas, o centro histórico e o mar em um dia iluminado.

Vista do Parque da Fonte Grande
Vista do Parque da Fonte Grande

Vitória

Vitória Vitória Vitória Vitória Vitória Vitória Vitória

 

Outra parte boa da viagem, ou melhor, deliciosa! Foi provar caranguejo, torta, pirão, moqueca… e ainda descobrir o segredo cultural por trás das receitas famosas visitando as Paneleiras das Goiabeiras. Inclusive, estas experiências já foram relatadas por aqui nos textos Culinária Capixaba e Patrimônio Cultural Brasileiro. Ambas com vídeo.

Moqueca de robalo com camarão no restaurante Pirão
Moqueca capixaba

E por fim, as últimas horas foram em um passeio de catamarã pela Baía de Vitória avistando pontos turísticos de Vila Velha e Vitória. A Rota Ilhas de Vitória leva três horas passando pelas ilhas do Boi e do Frade, algumas pontes deste lado da ilha, Forte São João, centro da capital, Pedra do Penedo, Convento da Penha, Forte Piratininga e parada no Museu Ferroviário no meio do caminho. O dia colaborou e foi uma oportunidade de ver a cidade por outro ângulo complementar ao visto no Parque da Fonte Grande. Mas a música chata da moda e o barco lotado tiraram um pouco do brilho do passeio.

O Convento visto da Baía de Vitória
Convento da Penha visto do passeio de catamarã

De qualquer forma, foi a melhor dica para o dia e havia pegado horas antes em um tweet da blogueira Luciana, acho que ela gostou mais do passeio e conta neste post.

Enfim, a vontade de explorar Vitória continua. Pretendo voltar sem ser feriado ou passar por ali quando for conhecer a serra capixaba.

Tome Nota o que fazer em Vitória no feriado

Como chegar ao Parque da Fonte Grande: a pé por Fradinhos ou de carro pelo bairro da Fonte Grande. O taxista nos levou pelo bairro e marcou hora alertando ser um lugar perigoso de voltar a pé e difícil conseguir táxi. Na dúvida, aceitamos.

O passeio de barco foi com a empresa Cores do Mar partindo do Píer de Iemanjá na praia de Camburi.

Sagui de cara branca no Parque da Fonte Grande
Sagui de cara branca no Parque da Fonte Grande

Fotos de Roberta Martins e Leandro Gabrieli.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.