De carro pelo interior da França

Viajar de trem a partir de Paris estava bem mais caro que nos outros países, por isso e pela praticidade optamos por viajar de carro pelo interior da França. Foi ótimo ver as estradas, passar por cidades, tirar fotos de dentro do carro e ter autonomia para circular em lugares que seria complicado depender de transporte.

Alsacia
Alsacia

 

Read in English

A caminho do Vale du Loire
A caminho do Vale du Loire

ENCONTRE HOTEL NA FRANÇA | LEMBRE DO SEGURO VIAGEM

Como foi viajar de carro pelo interior

Sempre tem dois caminhos, a auto estrada e as estradas nacionais. A primeira chega mais rápido (velocidade 130km/h) mas o pedágio é por kilometro rodado. A segunda tem paisagens mais bonitos, sem pedágios, mas com velocidade controlada. Ficamos intercalando entre as estradas, tudo dependia do destino e do tempo que tínhamos.

Estrada para os topo do Alpes
Estrada para os topo do Alpes

Gastamos menos do que o previsto com gasolina, pedágio e estacionamento. Foi uma boa escolha. Existe um site que calcula os gastos de pedágio e gasolina: Mappy, fiz o trajeto e defini os custos usando ele. O google maps também foi super útil, ele mostra os trajetos com fotos atuais dos cruzamentos e estradas. Foram 1900km rodados em 1 semana entre Paris, Vale do Loire, Lorraine, Alsacia e Alpes.

Estradas Suíças
Estradas Suíças

O único momento ruim foi o engarrafamento nas estradas suíças, achamos que o caminho seria mais rápido, mas perdemos três horas. Isto porque era época de férias, muita gente e muitos carros nas estradas. Quase todos os veículos levavam equipamentos de ski, todos íamos para o mesmo lugar. A auto estrada deste lado da Suíça é super bonita, as paisagens são cidadezinhas e cadeias de montanhas gigantes e brancas de neve. Perto da Alsacia toda a sinalização era em alemão, perto dos Alpes mudava para francês e dizem que mais para baixo tudo é em italiano. Para passar nestas estradas é preciso pagar um pedágio único.

 

Tome Nota

O valor do pedágio para atravessar a Suíça era 30 euros em 2010 e vale pelo ano em que foi comprado.

Procure hotéis no interior da França pelo Booking e alugue carro na Rental Cars.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site e fotógrafa. Há 11 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo.

8 comentários

  1. Irei de Paris à chamonix em janeiro, meu carro não caberá todas as malas no porta malas, há algum problema em ficarem no banco de trás? A fiscalização, blitz ou algo do tipo são rigorosas quanto a isso ou outras coisas? Ou é difícil até de ter?

    1. Oi Jean, dei esta volta em dezembro. Não vi nada de blitz ou algo parecido na época, mas agora com esta onda de ataques terroristas, imagino que estão atentos e revisando carros sim. Mas deve ser como no Brasil, se não tapar a visão do motorista é tranquilo. Ou pode levar em cima naqueles suportes.

  2. Bom dia ! Muito bom seu site ! Dicas realmente valiasos até mesmo para quem não é marinheiro de primeira viagem…

    Tenho uma dúvida. Estou planejando fazer uma viagem para Chamonix em Abril de 2014. Chegaremos em Paris, algugaremos um carro e descemos para os Alpes.

    – O preço do pedágio é 30 Euros no total ? Para rodar em qualquer estrada ou por trecho ?
    – Abril é começo de primavera e os hoteis estão até dia 20 nos pacotes de temporada de inverno. Será que veremos neve por lá ?

    Obrigado mais uma vez e parabéns !

    Andre

    1. Boa tarde André, obrigada pelos elogios e sua visita.

      30 euros é o pedágio obrigatório para quem passa pela Suíça e vale por todas as estradas. Vou melhorar essa informação no texto. Se andar somente pela França pode escolher estradas com ou sem pedágio. Escolhemos estradas suíças, pois era dezembro e a estrada parecia melhor para tanta neve.

      Geralmente a neve vai até março, mas como o clima anda meio louco, quem sabe…

  3. Adorei seu site, estou indo à Itália dia 23 de dezembro, vamos para Milão e de lá seguimos para um dos dois destino, França ou Suiça, não sabemos ainda, minha dúvida é, indo pela estrada normal, que geralmente é a mais bela, e custa menos, é perigoso? Tenho medo das áreas congeladas, fiz isso na Itália, mas era final de verão e fazia calor ainda, não corria esse risco, o que vc acha? Outra coisa, quais cidades vc percorreu nesse periodo?

    Bjs

    1. Olá Flávia

      Que bom que gostou, eu acabei de voltar da Itália (Milão, Veneto e Emilia Romagna), mas ainda tenho que escrever os posts.

      Sobre ser perigoso dirigir no inverno nessas estradas, acho que vale se informar sobre as condições climáticas dia-a-dia. Nós andamos pelos dois tipos de estrada e sempre foi tranquilo, mas o motorista era local e tinha os ferros para colocar nas rodas. Sem ter uma pessoa experiente em neve dirigindo, eu aconselharia pegar a outra estrada onde pareceu fácil pedir ajuda.

      Meu roteiro foi Paris > Tours > Blois > Chambord > Epinal > Nancy > Colmar > Eguishein > aqui entramos pela Suiça até Chamonix > Grenoble > Chamrousse e Lyon

  4. Nossa, que site legal!!!
    Parabéns!!!
    Não li, ainda, tudo, mas os artigos sobre a França, são ótimos. A França, realmente é incomparável, vivi lá por 10 anos, a conheço inteira, do sul ao norte e doleste ao oeste, tem pequenos vilarejos lindos, tudo é incrível. Tenho muito material sobre a França. Gostaría de saber de que é este site?
    Beijo grande,
    Maria do Carmo

Deixe uma resposta