fbpx
Zagreb com mil corações

Zagreb com mil corações: para conhecer, aproveitar e amar


A primeira parte de Zagreb com mil corações a se conhecer é a chamada Cidade alta, onde se localizam vários prédios e locais históricos. Seu primeiro ponto de parada é a Praça Central: TRG BAN JOSIP JELACIC (le-se trg bân iôssip ielátchitch). Esta praça seca é o coração da cidade e na volta dela se localizam as grandes lojas e o centro comercial da cidade.

Catedral Zagreb
Catedral Zagreb

Facilmente identificada pela grande estátua de Ban Jelacic e seu cavalo, ambos em trajes típicos. Também se encontra uma fonte que, segundo dizem, deu origem ao nome da cidade: conta-se que foi aqui, em tempos remotos, que um lorde croata, retornando cansado e com sede de uma batalha, pediu que uma jovem garota chamada Manda lhe servisse água de uma fonte. A palavra em croata para “servir água” é zagrabiti. Sendo assim, a fonte recebeu o nome de Manduševac (mânduchevatz) por causa da garota e a cidade recebeu seu nome depois da água servida ao lorde.

Subindo pela direita da Praça, chega-se a CATEDRAL DE ZAGREB, chamada Kaptol (cáptol). Com quase 1000 anos de idade, esta igreja hoje com traços da arquitetura neogótica é um desbunde a qualquer par de olhos, seja pelos extremos detalhes da sua fachada e entrada principal ou pelos riquíssimos detalhes barrocos em seu interior, além de seu silencio pacificador. Ao redor da catedral, pode-se visitar as muralhas renascentistas construídas no século 16 para defesa do local.

Atrás destas muralhas, encontra-se o RIBNJAK PARK (ribnhac), um espaço verde no estilo inglês, com bancos, esculturas, espaço de recreação infantil e esculturas, além de ser o local de um dos melhores clubes noturnos de Zagreb (na minha opinião). Dia ou noite, é um local excelente para ficar.

Andando uma quadra à frente da Catedral, chega-se ao grande mercado a céu aberto de Zagreb: DOLAC (dôlatz). Se você ficar aqui mais tempo, seja num apartamento com cozinha ou mesmo num hostel e você quer cozinhar para economizar dinheiro, venha aqui! Pode-se encontrar peixes, vegetais, frutas e verduras frescas para cozinhar. É quase obrigação cultural levantar-se cedo no sábado, passear pelo calçadão próximo a Praça Central, tomar um café e ler jornal, depois passar em Dolac para comprar os ingredientes do almoço de sábado.

TKALCICEVA ULICA (tkáltchitcheva úlitza) é a rua onde você mais vai encontrar cafés e bares noturnos, seja para um happy hour ou assistir os jogos do Dínamo Zagreb na Champions League. Aqui eles ficam abertos normalmente até meia-noite, e se você for um pouco mais cedo pode sentar-se calmamente nas cadeiras externas de alguns pequenos restaurantes que também tem aqui e deliciar uma ótima e barata comida. Fácil de chegar: da Praça Central, basta pegar a rua a esquerda e caminhar.

Igreja São Marcos
Igreja São Marcos

Mais à esquerda da Praça Central, há uma ladeira chamada RADICEVA (ráditcheva), que leva direto a alguns prédios mais antigos da história de Zagreb. Porém, antes pegue a segunda rua a esquerda e volte um pouco para chegar a Praça de São Marcos, sede do Palácio do Governo e da IGREJA DE SÃO MARCOS, famosa por ter em seus telhados os brasões de armas da Croácia, Dalácia e da Eslavônia (antigos reinados da região), e o símbolo da cidade de Zagreb. Olhando, tem-se a nítida impressão de que o telhado é feito de tapetes. Por volta desta área, encontram-se pequenos mas importantes museus, como o Museu da Cidade de Zagreb, Museu da História Croata e o Museu dos Corações Partidos (recomendado somente para quem tem estrutura, porque as histórias contadas lá são muito tristes).

A cidade baixa

Descendo o morro e agora partindo para a direção oposta da Catedral, chega-se a uma série de praças verdes, com muita vegetação, fontes e lugares para ficar. São popularmente chamadas de “ferradura” porque quando se vê o mapa da cidade, elas assumem essa forma na malha urbana da cidade.

Rei Tomislav e a estação de trem
Rei Tomislav e a estação de trem

As três principais se localizam ao longo do caminho que liga a Praça Central a Estação de Trem Glavni Kolodvor (glávni côlodvór). ZRINJEVAC (zrínhevatz) é a primeira, com um pequeno posto meteorológico, a fonte e um pequeno átrio de estrutura metálica para eventos públicos, além de vários bancos e espaços verdes para descansar. A praça seguinte, JJ STROSSMAYERA (iâiâ stróssmáiera) é em homenagem a um arcebispo do início do século XX que ajudou a fundar a Universidade de Zagreb e diversas outras escolas na cidade. Por fim, chega-se a maior das praças – KRALJA TOMISLAV (crálha tômislav) – que te recebe com o PAVILHÃO DE ARTE DE ZAGREB, um dos maiores espaços europeus para arte de alta qualidade. Atrás deste prédio, abre-se uma grande área verde da capital, cheio de bancos, árvores e locais para permanecer. Não é difícil vir aqui no fim da tarde e ver jovens conversando e famílias com seus filhos pequenos aproveitando o anoitecer. No fim, está a estátua do Rei Tomislav, primeiro rei croata que no final do século IX conseguiu reunir as etnias que habitavam estas regiões contra os ataques húngaros, recebendo a pensão papal para tornar-se rei logo após.

Rei Tomislav está voltado de frente para a ESTAÇÃO DE TREM GLAVNI KOLODVOR, um grande prédio em estilo eclético que sempre tem movimento de passageiros. Daqui partem trens diários para Veneza, Viena, Praga, Munique, Ljubljana, Sarajevo e todas as cidades da Croácia. Quando vier aqui, preste atenção nos guichês de passagem. Eles são divididos em viagens domésticas e viagens internacionais, não fique numa fila esperando a toa.

Arquivo Nacional
Arquivo Nacional

Da Estação de Trem seguindo para a esquerda, primeiro se encontra o luxuoso Hotel Regent Esplanade, onde o quarto mais barato custa 140,00 €. Mas logo depois, você pode encontrar o jardim botânico, BOTANSKI VRT (botânsqui vrt), um local belíssimo e cheio de pequenas pontes e lagos, além da vegetação exuberante e dos pequenos animais que também vivem ali. Siga para o norte para deparar-se com os lindos prédios diferentes do Arquivo Nacional, o Teatro Nacional, o Museu de Artes e Ofícios e, principalmente, MIMARA, um dos maiores arquivos de peças de arte do mundo, contemplando desde o barroco ao período eclético.

Seguindo em frente, no caminho de volta a Praça Central, chega-se a TRG PETAR PRERADOVIC (trg petar Prerádovitch), que na verdade é um grande calçadão que se espalha por várias quadras. Pode-se encontrar bons locais de lanches rápidos, boas cafeterias e galerias. Para os fãs de compras, aqui encontram-se as lojas da Apple, Zara e H&M.

Saindo da Trg Preradovic, chega-se a famosa ILICA ULICA (ílitza úlitza), uma das maiores e mais antigas ruas de Zagreb. Seguindo para a esquerda – direção oeste – pode-se encontrar as mais diversas lojas de roupas, brinquedos, antiquários – e para os fãs de esportes, as lojas da Nike e da Adidas. Siga direto para chegar a BRITANSKI TRG (britânsqui trg), uma pequena praça com feira diária de artesanato, e no domingo pela manhã, uma feira de antiguidades, perfeita principalmente para colecionadores de discos de vinil e antigos cartões postais. Um pouco mais a frente, chega-se a grande e verde TRG DOCTORA FRANJA TUÐMANA (trg dóctora Frânha Túdjiumana), um espaço onde muitas famílias vem passar o fim da tarde, muitos donos de cães se encontram aqui pra passear com seus animais e adestrá-los, e se você quiser, pode tentar convencer os senhores idosos que dominam a área a deixar você jogar bocha com eles.

A cidade com lugares especiais

Existem três lugares em Zagreb que merecem atenção especial e irei escrever sobre eles depois: a Catedral; o Parque Maksimir, com seu zoológico e o estádio do NK Dinamo Zagreb; e o cemitério Mirogoj.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Leitores

Leitores

Relatos e fotos dos leitores que amam viajar e enviam suas histórias incríveis pelo mundo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.