West Palm Beach

West Palm Beach descontraída e descolada

Quando cheguei a West Palm Beach olhei o mapa e dei uma pesquisada nas opções de lazer. Logo percebi como tudo era muito perto e havia um cenário de arte urbana interessante para ser explorado a pé. Ótimo! Afinal, o lado ruim de viajar de carro é se acomodar. E, conforme as parcerias, acabo caminhando menos do que gostaria. Felizmente não era o caso e concordamos em deixar o carro estacionado no dia seguinte.

Marquei alguns pontos no Google Maps (veja abaixo) e fui completando conforme as novas descobertas. Andei cerca de 6 quilômetros com algumas paradas para descanso. Porém, quem estuda melhor o mapa, pode otimizar essas distâncias ou desencanar disso e se permitir fazer novas descobertas. Aí sim, é o melhor jeito de conhecer uma cidade. Se cansar, há os ônibus em estilo bondinho que passaram vários vezes por mim e tem paradas facilmente identificadas.

Transporte público no cruzamento do centro histórico
Transporte público no cruzamento do centro histórico

Nosso ponto de partida foi Hilton West Palm Beach, mas o roteiro pode ser adaptado conforme o local de hospedagem ou a partir da Estação Brightline. Porque quem está em Miami ou Fort Lauderdale, pode pegar o trem para fazer este mesmo passeio sem depender de carro. Boa pedida para um bate e volta!

Siga @blogterritorios no InstagramSiga no Instagram       Leia todos os artigos sobre o país

Quer ficar conectado como eu fiquei? Leve o chip de dados desde o Brasil

Precisa de seguro? Saiba como comprar online.

West Palm Beach descontraída e descolada

Antes de apresentar o roteiro a pé, a nossa chegada ao hotel já deu uma prévia de como West Palm Beach é descolada. Estava acontecendo uma Pool Party animada com Dj’s, jogos ao ar livre e boias divertidas. No caminho entre o check-in e o quarto dava vontade de dançar e a primeira cena ao sair do elevador foi daqueles filmes americanos onde a diversão é o mais importante. 

Um loiro sarado e cabeludo vinha em minha direção sem camisa e no ritmo da música. Estava voltando para a festa na piscina que acontece todos os sábados de verão e é aberta à comunidade local, ou seja, não precisa ser hóspede para se divertir na piscina do Hilton West Palm Beach. Sem dúvida, o mais descontraído da rede internacional conhecida por ter perfil de negócios e luxo já visitado por mim. A suíte com vista para piscina é espaçosa, mas é irresistível ver toda aquela animação para continuar no quarto. Além da festa, a agenda de atividades interessantes é extensa e as dependências do hotel são cheias de obras de arte. 

Roteiro a pé por West Palm Beach

Bastou atravessar a avenida em frente ao hotel para chegar ao CityPlace, um boulevard com restaurantes, lojas e música ao vivo nos finais de tarde e noite. No domingo pela manhã, tudo estava silencioso com estabelecimentos abrindo aos poucos. Seu principal acesso é pela avenida Rosemery, onde a arte urbana é sentida na primeira pisada. 

Escultura hiperrealistas no CityPlace
Escultura hiperrealistas no CityPlace

Rosemery Avenue 

O projeto Road Tattoo, de Steed Taylor, tatuou a via com desenhos amarelos, brancos e azuis por vários quarteirões. Ainda no CityPlace encontrei uma mulher estátua vestindo roupa de natação na beira da fonte. Cheguei perto e fiquei observando por alguns minutos em dúvida se era uma escultura ou uma pessoa. Só cheguei a conclusão ao tocar de tão perfeita a obra hiperrealista The Message, de Carole Feuerman.

Prédio do Cultural Lab e obra Road Tattoo
Prédio do Cultural Lab e obra Road Tattoos

Na próxima esquina esta o Cultural Lab. Um prédio colorido chamando bastante atenção. Infelizmente estava fechado naquele horário, mas os locais falaram muito bem das atividades e sensações ao visitar as várias exposições que acontecem por ali. É um centro cultural inaugurado a pouco tempo onde locais e turistas aproveitam o ano todo.

Fern Street 

Em uma das ruas transversais a Rosemary Avenue concentra-se vários grafites gigantes nas fachadas de prédios e muros. Pode andar apenas uma quadra à direita até o bar Wine Scene e voltar ou seguir atento até alcançar o rio. Eu voltei, mas deixo as imagens e obras registradas na Fern Street.

The spirit of Communication por Tristan Eaton
The spirit of Communication por Tristan Eaton
Eris and the Golden Apple por Danny Doya
Eris and the Golden Apple por Danny Doya
Parte do mural pelos alemães Herakut
Parte do mural pelos alemães Herakut
Einstein vai à praia de Kobra
Einstein vai à praia de Kobra

Clematis Street

Continuando pela Rosemary ou alguma paralela, chega-se a Clematis Street. O centro histórico de West Palm Beach com construções do século passado, cervejarias artesanais, galerias de arte, boates, diversos estabelecimentos descolados e restaurantes animados mesmo no final da manhã de domingo. 

É fácil encontrar arte de rua por todos os lados e não tenha medo de entrar em becos. Um deles é a entrada principal do Subculture Café, local da obra Einstein vai à Praia do brasileiro Kobra. Outra obra do artista esta na parede do cinema no fim da rua, Hamlet fica dobrando a esquina.

Hamlet do brasileiro Kobra
Hamlet do brasileiro Kobra

Antes, aproveite os sinais de olhe, pare e escute do trem e volte a cabeça para traz e para cima ao cruzar Quadrille Boulevard. O enorme grafite de Lonac esta na esquina e leva o nome I lost my shoe when I saw you (perdi meu sapato quando te vi).

Grafite enorme em frente aos trilhos do trem em West Palm Beach
Grafite de Lonac

No fim da Clematis Street começa a praça Nancy M. Graham Centennial Square com chafariz interativo pra refrescar no calor e divertir as crianças.

Me refrescando no chafariz e apreciando o grafite
Me refrescando no chafariz e apreciando o grafite
Nancy M. Graham Centennial Square
Nancy M. Graham Centennial Square

Neste ponto, atravessei a praça e continuei pela margem do rio até entrar novamente na Fern Street. O píer tem jardins e áreas de descanso além dos barcos de pequeno porte atracados.

O que mais fazer em West Palm Beach

Restaurantes

Toda a região Palm Beaches tem sido escolhida por chefes renomados para comandar estabelecimentos únicos e recomendei vários deles no artigo Onde comer em Palm Beaches. Veja abaixo quais pode ir a pé em West Palm Beach e pegue as localizações no mapa.

The Regional Kitchen & Public House tem uma localização privilegiada em frente ao meu hotel. É comandado pela chef Lindsay Autry. Que descreve sua culinária como algo feito com a alma misturando sabores mediterrâneos com suas raízes da Carolina do Norte. O menu varia conforme o dia da semana e pode ter chefs convidados em datas especiais.

Os ambientes também mudam conforme a sala e são uma mistura bem feita de clássico rústico ao moderno aconchegante. O brunch é somente aos domingos a partir das 11 horas, abre diariamente para almoço, jantar e aos finais de semana a tarde.

Lynora’s é um italiano animadíssimo no brunch de domingo e tranquilo para o jantar. Passei na frente para o almoço e desisti pela fila de espera, embora o pessoal estivesse curtindo esperar em pé bebendo um drink e dançando ao som do DJ. O cardápio de massas e drinks é bem variado e o artesanal Agnolotti Osso Buco com cogumelos é divino. Receitas vindas da Itália e ainda feita pela família proprietária desde 1976.

The Regional Kitchen & Public House
The Regional Kitchen & Public House

Tome Nota West Palm Beach

West Palm Beach é uma das 39 cidades da região Palm Beaches, entre os locais mais descolados da costa leste da Flórida e apenas uma ponte de distância da luxuosa praia Palm Beach.

Algumas intervenções urbanas são recentes e outras estão há algum tempo e podem desaparecer a qualquer momento. Se encontrar alguma não mencionada, conte-nos sobre ela no comentário e aproveite para conhecer melhor os artistas procurando o nome deles no Instagram. Foi assim que descobri o nome de todas as obras.

Hotel em West Palm Beach: como escrevi no início, recomendo o Hilton West Palm Beach pela localização, café da manhã,  conforto e excelente astral.

RESERVE NO BOOKING  |  CONSULTE VALORES NOS SITES DE BUSCA

Vista da minha janela para a piscina
Vista da minha janela para a piscina
Vista do píer para a ponte que leva a Palm Beach
Vista do píer para a ponte que leva a Palm Beach
Parada de ônibus
Parada de ônibus
Carro para alugar parado na rua Clematis
Carro para alugar parado na rua Clematis
Píer
Píer

©Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

A road trip #JustFunFlorida foi um projeto dos sites Territórios e Não Pira, Desopila em parceria com Visit FloridaDiscover The Palm Beaches.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site e fotógrafa. Há 12 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.