Enfrentando a correnteza em Wadi Mujib

Wadi Mujib: canyoning para lavar a alma


Assim como me levou para fazer a trilha mais bonita da Jordânia, Treks proporcionou um dos momentos mais divertidos no último dia da viagem pelo Oriente Médio. Nadamos contra a correnteza e enfrentamos obstáculos com água forte batendo na cara. Esforço recompensado pelo prazer de praticar canyoning em Wadi Mujib

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

Precisa de seguro viagem? Acesse Next Seguro Viagem e use o cupom TERRDESC para descontos. Saiba como comprar online

Saia do Brasil conectado com o chip de celular da EasySim4U

O que é Canyoning?
Canyoning, ou canionismo, consiste em percorrer cânions, gargantas ou desfiladeiros, seguindo o curso de um rio. As técnicas para isso são as mais variadas e a utilização depende da situação do local, lembrando que tudo pode mudar depois de uma forte chuva. Guias locais costumam fazer um reconhecimento antes de levar grupos. Qualquer pessoa não sedentária pode fazer e eu acho mais seguro saber nadar para não entrar em pânico em algumas situações.

Wadi Mubij embarrado depois das chuvas, este dia estava fechado para trilhas
Wadi Mubij embarrado depois das chuvas, este dia estava fechado para trilhas

Wadi Mujib: a reserva mais baixa do planeta

Situada 416 metros abaixo do nível do mar, Mujib é a reserva natural com a menor altitude do mundo. As montanhas de Karak e Madaba chegam aos 900 m de altura, causando um desnível de 1300 metros em Wadi Mujib. Onde o Rio Mujib, provavelmente o bíblico Arnon, atravessa o cânion com água abundante o ano todo até desaguar no Mar Morto, o ponto mais baixo do planeta Terra. 

Nomeado Reserva da Biosfera pela UNESCO, apresenta cerca de 300 espécies de plantas, gatos selvagens, cabras e diversas aves locais ou migratórias. Este cenário e a proximidade com as zonas turísticas da Jordânia, transformou Wadi Mujib em parque de aventuras com diversas atividades como canyoning e trilhas.

São quatro percursos, sendo um terrestre — Ibex Trail — e três aquáticos — Siq Trail, Canyon Trail e Malaqi Trail. Fiz a Siq Trail que é considerada fácil ou de dificuldade moderada, mas o volume de chuva extra das semanas anteriores havia deixado o trajeto mais complicado que o normal.

Olhar atento aos raios de sol que entram no cânion
Olhar atento aos raios de sol que entram no cânion

Wadi Mujib: canyoning para lavar a alma

A aventura, repleta de emoção e adrenalina, dura cerca de 3 horas e é um alívio no calor do deserto. Boa parte é feita à sombra e a temperatura da água é perfeita. Porém, é como levar uma surra. A parte do corpo que estiver descoberta vai ficar arranhada e roxos vão surgir no dia seguinte, não tem jeito.

A Siq Trail começa fácil e vai ficando difícil à medida que subimos. O desfiladeiro torna-se mais estreito e a correnteza pode ser bem forte em alguns trechos. Escalamos pequenas cachoeiras, pedras grandonas com ajuda de cordas ou escadas de ferro em locais estratégicos. Alguns pontos são fechados por cordas ou um guia organiza a passagem porque só pode seguir um por vez.

Caminho vai ficando estreito e mais profundo
Caminho vai ficando estreito e mais profundo

A profundidade chegava a 4 metros em alguns pontos e o maior risco é escorregar e bater nas pedras. Com atenção é possível evitar e a dica é subir até onde o limite do corpo permitir. Algumas pessoas desistem de chegar ao final e ficam curtindo o banho nas zonas mais tranquilas. Uma coisa é certa, a cara de felicidade é geral, dos guias aos turistas.

A volta é pra relaxar deixando a correnteza te levar, mas alguém sempre deve estar atento nesses momentos porque uma curva pode surgir e a água te jogar com força em alguma pedra. Nos revezávamos para cada um relaxar um pouco e, se Fouad não tivesse alertado, eu teria caído em uma cachoeira porque desviei do caminho por segundos.

Enfim, o jogo de luzes nas altas paredes coloridas junto com a refrescância de estar ali são as sensações que vem à tona e me fazem sorrir ao lembrar deste dia divertido. Assista o vídeo para visualizar a minha cara de felicidade.

O vídeo da aventura

Gostou? Assine o canal no Youtube

Tome nota pra fazer canyoning

Usar colete salva-vidas é obrigatório e recomendo contratar o guia.

Quanto mais cedo chegar, melhor, porque é um passeio bastante procurado e gente demais faz fila em alguns pontos do percurso. 

O que levar: sapatilha ou tênis para molhar; uma roupa leve pra entrar na água e proteger o corpo; toalha e saco-estanque se quiser levar algo, mas o ideal é ter as mãos livres. Recomendo no máximo a câmera à prova d’água e de um jeito que não seja fácil de perder. Eu deixei tudo no carro e  tinha uma roupa seca separada pra trocar no final. Não precisa passar protetor solar porque todo o caminho é na sombra e assim, não contaminamos a água. Não aceitam cartões, leve dinheiro.

A cachoeira no final esconde uma caverna
A cachoeira no final esconde uma caverna
A cachoeira no final esconde uma caverna
Hana descansando com barulho d’água
A cachoeira no final esconde uma caverna
Hipnotizada pelo movimento da água

Tome nota para visitar Wadi Mujib

Quando ir: a região é extremamente quente e seca na maior parte do ano. As trilhas aquáticas são sazonais, abrindo ao público entre 1 de abril e 31 de outubro. Já Ibex Trail pode ser feito em qualquer período do ano, menos durante o Ramadã. A melhor época é entre abril e maio, fui ao final do mês e estava perfeito.

O centro de visitantes tem vestiários com chuveiros e uma lanchonete.

Como chegar a Wadi Mujib: está localizada 20 km ao sul dos resorts do Mar Morto e 90 km de Amã. Da capital partem passeios bate e volta ou pode pegar um táxi ou ônibus público, solicitar traslado no hotel ou alugar um carro. A rodovia Dead Sea está em ótimo estado e bem sinalizada, mas se arriscar a dirigir ou pegar o ônibus é somente para quem entende e fala árabe.

Hotel no Mar Morto: passei tês dias hospedada no The Crown Plaza Dead Sea e já contei minhas experiências em três resorts.

Quem leva: Treks é um receptivo recomendado para atividades de aventura ao ar livre. Se quiser apenas visitar o parque  e o Mar Morto, existem excursões partindo de Amã ou Aqaba. Inclusive, eu penso em viajar com um grupo em 2019 e/ou 2020. Se ficou interessado, entre em contato pelo formulário (botão Quero Participar da Viagem abaixo) para ser avisado das próximas saídas.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Veja mais fotos de Wadi Mujib:

Cansada no fim da trilha
Será que estou cansada no fim da trilha?

Filas se foram nos trechos mais críticos quando há muitos turistas Wadi Mujib para salvar no Pinterest Correnteza e vai e vem durante todo o trajeto no interior do cânion Paredes coloridas e água verde em Wadi Mujib Foaud se diverte como criança dentro d'água Curtindo um monte o banho de rio Passarela conecta o centro de visitantes a trilha Início da Trilha Siq e rodovia Dead Sea ao fundo Escada leva até a água

Pedras coloridas dentro da caverna

Relaxando dentro da caverna

Leia o meu roteiro completo 10 dias na Jordânia

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

3 comentários

  1. tenho interesse nas viagens ao Egito e Josrdania mas não tem a possibilidade de marcar mais de um destino.

  2. Passeio emocionante mas envolvendo água, nadar e alguns riscos eu deixaria para os mais experientes pois sou muito medrosa. A trilha de caminhada eu iria adorar. Jordânia é um país que me atrai bastante e pelo visto tem muitas opções de passeios interessantes.
    beijocas

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.