Queluz

Visitando a família real portuguesa


Pertinho de Lisboa, ficam as cidades de Queluz e Sintra. Em um dia é possível conhecer as duas e aprender um pouco mais sobre a história dos nossos colonizadores.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

AGILIZE SUA VIAGEM
Seguro viagem é obrigatório na Europa: saiba como comprar online

Voe direto do Brasil para com a TAP. Leitores do Territórios ganham 10% desconto comprando através desse link

Leve o chip internacional com Internet desde o Brasil

Quer dirigir neste cenário? Pegue as dicas para alugar um carro no exterior

Agende Tours em Lisboa sem pagar IOF

Roteiro de carro por Sintra e Queluz

Eu, meu marido, nosso filho Gabriel, minha mãe e meu padrasto saímos bem cedo do hotel que estávamos em Lisboa, em direção a Queluz. Fomos de carro (alugado), mas também é possível ir de trem, saindo da Estação do Róssio, centro de Lisboa. Chegando na cidade, fomos direto ao PALÁCIO NACIONAL DE QUELUZ, foi residência da família real portuguesa no século 19. O lugar é lindo. Conhecemos os aposentos de Carlota Joaquina e o quarto onde D. Pedro I nasceu e morreu. Os salões são suntuosos e o jardim belíssimo. O Gabi adorou correr pelo “labirinto verde” que tem no local.

Onde nasceu e morreu D. Pedro I
Onde nasceu e morreu D. Pedro I

Sintra

Saindo de Queluz, subimos a serra em direção a Sintra. A cidade é muito charmosa, repleta de ruazinhas estreitas, restaurantes, bares e lojinhas, e quando olhamos para cima, nos deparamos com o Castelo dos Mouros, uma fortificação construída pelos árabes em torno do século X. Nos desaconselharam a visitar o castelo porque o tempo estava muito úmido, e como é necessário subir muitos degraus de escada, seria perigoso pois estávamos com uma criança.

Doces portugueses deliciosos
Doces portugueses deliciosos

 

Ruelas de Sintra
Ruelas de Sintra

 

Palácio da Pena
Palácio da Pena

Depois que almoçamos no centro da cidade e passeamos por suas ruelas, subimos em direção ao PALÁCIO DA PENA, no topo da serra. Pode-se ir de carro até um ponto, depois é necessário pegar um trenzinho. Chegando lá, a visão é de tirar o fôlego. O palácio é lindo e exótico, uma mistura de estilos e cores. Antes de ser habitado pelo rei D. Fernando II, no século 19, o local foi um mosteiro. A vista do Palácio da Pena também é incrível. Mas, se for no inverno, leve muita roupa, pois venta muito e o frio é cortante.

O interior do palácio é tão bonito quanto seu exterior. Quartos, salas, cozinha, quartos de banho e capela. Um luxo! Tudo mobiliado como se a corte portuguesa ainda vivesse no local.

Lindo, exótico e assustador
Lindo, exótico e assustador

Quando voltamos do Palácio da Pena, antes de partirmos, passamos na confeitaria Piriquita (Rua das Padarias, Centro), e provamos o travesseiro de Sintra, um delicioso doce típico da cidade. Feito com massa folhada, amêndoas e ovos, é de dar água na boca. No retorno a Lisboa, ainda passamos pelas cidades litorâneas Estoril e Cascais.

Mistura de cores e estilos
Mistura de cores e estilos

Tome Nota Sintra e Queluz

Horários, valor de ingressos e outras informações sobre o Palácio Nacional de Queluz, Castelo dos Mouros, Palácio da Pena e outros monumentos daquela região estão no site.

Para quem vai viajar com criança para Portugal, alugar um carro é minha principal dica. Alugamos no aeroporto mesmo, quando chegamos em Lisboa. A locação não é cara, mas o mesmo não se pode dizer dos pedágios. Em compensação, as estradas são maravilhosas. Como principais vantagens destaco o ganho de tempo e de autonomia para ir para onde quer, o horário que se quer, sem cansar os filhotes.  Além  disso eles aproveitam para cochilar entre um passeio e outro. Mas não se esqueça de locar junto um GPS. Cadeirinha ou assento também podem ser locados, mas eu levei de casa.

Se preferir organizar tudo com antecedência, veja preços e alugue carros em Lisboa na Rental Cars.

Outra dica para viagens com filhos é sempre ter água, caixinhas  de achocolatado e biscoito na mochila para os lanchinhos fora de hora. Lenço umedecido para limpar suas mãozinhas também é fundamental. Ter no hotel uma lata de Pediasure também salva as mães desesperadas com as porcarias que os filhos comem quando estão longe de casa. Basta misturar com água e pronto. Além de muito prático, é mega nutritivo. Tem nos sabores baunilha e chocolate.

Os azulejos estão por toda a parte no Palácio da Pena
Os azulejos estão por toda a parte no Palácio da Pena

 

Portal de entrada do Palácio da Pena
Portal de entrada do Palácio da Pena

 

Veja mais destinos em Portugal:

Óbidos, um lugar para reis e princesas

Uma boa impressão na Cidade do Porto

Região de Leiria

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

A informação foi útil? Então apoie o Territórios!

Alugar veículos, comprar seguro, moeda estrangeira ou excursões, além de reservar hotéis através dos links indicados é uma forma de colaborar com as despesas do serviço feito com muita dedicação por aqui. A venda gera uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso, inclusive, repassamos os descontos. Saiba mais clicando nos links.

Daniela Rocha Lima

Daniela Rocha Lima

Jornalista, especialista em artes visuais e mãe do Gabriel. Sempre em busca de novos destinos, encontrou no filho um ótimo companheiro de viagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.