Vida em Madrid

Vida em Madrid – Diário de intercâmbio 4


Como foi a vida em Madrid quando tive a oportunidade de estudar na Fundación Carolina. Parte do meu diário relatado dia a dia nos primeiros anos do Territórios. Para artigos mais atuais, acesse aqui.

Vida em Madrid

Estou adorando esta cidade, mas os espanhóis tem um jeito tão grosseiro de ser, são diretos demais. Nos restaurantes e serviços o cliente esta em último lugar. Somos muitos, sempre queremos juntar mesas e cada um pede uma coisa, eles ficam loucos e nos mandam esperar do lado de fora para se organizarem. Levamos cada patada!!! Sei que também sou assim com os mais íntimos, mas não com meus clientes ou pessoas estranhas. É o jeito deles, entre eles são assim também. O tempo esta completamente atípico, só fez friozão uns dois dias e foram os únicos dias que teve sol, aqui, normalmente tem clima seco, os madrileños estão impressionados com tanta chuva. Mesmo assim não deixamos de passear pela cidade.

Chop e tapas
Chop e tapas
Os famosos churros
Os famosos churros

Tenho bebido muita cerveja e vinho, acaba sendo econômico, pois sempre vem com tapas bem servidas (batatas fritas, azeitonas, salsichas, petiscos…) e não estão tão caros como eu imaginava. Bebo cañas (chop) desde 0,75 à 3 euros, já com as tapas. Encontramos um bar muito legal perto da Puerta del Sol, uma mistura da cultura árabe com mexicana onde sentamos em almofadas e bebemos à luz de velas. Provei os famosos churros com chocolate, gostei mais do chocolate que dos churros. Estou encantada com os chicos que vejo por aqui, em cada esquina dou um novo suspiro, não sei se são espanhóis, mas eu nunca tinha visto tanto cara lindo na mesma cidade.

Feira do Rastro
Feira do Rastro

 

Domingo clássico em Madrid

Domingo fomos na FEIRA DO RASTRO (antiguidade, artesanato e brechó), fomos todos juntos e em pouco tempo todos se perderam. Tem de tudo para vender e com ótimos preços, achei bagunçado, quem comprou coisas boas ficou horas vasculhando cada barraca. Eu não tive paciência e fui visitar museus que são grátis aos domingos. Fui ao MUSEU DO PRADO (é lindo, mas não é minha arte preferida), vi originais de Goya, Velásquez e outros famosos. Também fui no REINA SOFIA, este sim adoro, várias obras de modernistas como Dali, Miró, Picasso e outros. Pena que não deu tempo de visitar tudo, terei que voltar.

Nesta semana fui ao JARDIM BOTÂNICO ver uma exposição de maquetes recentes de arquitetos famosos. Foi interessante, mas gostei mais de me perder pelo jardim, era um silêncio e haviam plantas lindas, relaxei e acabei esperando os outros dormindo em um banco. Também fomos assistir uma aula magna de inauguração do Instituto Europeu de Design em Madrid e ali estavam alguns dos designer europeus mais conhecidos como Toscani, Frank Stephenson (Fiat), Jaime Hayón entre outros. E como Silvia é amiga de todos, fomos convidados para a festa de inauguração (era para vip’s). Foi incrível, todos os tipos de bebida liberada, muita gente diferente, vários ambientes e dj’s. Nem preciso dizer o estadinho que voltei para a Residência. E no dia seguinte iria conhecer meu novo chefe, mas tudo certo, nada que uma maquiagem e uma coca-cola não resolvam.

Em uma parada de ônibus
Em uma parada de ônibus

Já engordei!!! Quando cheguei precisava usar cinto e agora as calças estão justas!!! Em Barcelona começo o regime já que a bolsa que vão me dar é mínima.

Leia a sequência: Diário de intercâmbio 5

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.