fbpx
Zaragoza

Uma surpresa boa


Zaragoza não é um destino muito comum entre as viagens internacionais feitas por brasileiros e, na verdade, acabei indo para lá meio por acaso, pois queria fazer uma parada entre Barcelona e Madri. Tive uma grata surpresa quando descobri uma cidade linda, antiga, cheia de encantos e doces maravilhosos.

Plaza Cesar Augusto
Plaza Cesar Augusto

Doces de Zaragoza

Minha estada coincidiu com as vésperas do dia de Reis (seis de Janeiro). Na Espanha, as crianças não recebem seus presentes no Natal como aqui no Brasil e o Papai Noel nem é tão famoso por lá, pois, para aquelas crianças, quem leva seus presentes são os Três Reis Magos (os mesmos que levaram ouro, incenso e mirra como presente no nascimento de Jesus).

Iglesia de Santa Engracia
Iglesia de Santa Engracia
Doces e roscones
Doces e roscones

Dentre uma variedade incrível de doces que pude provar, estava o Roscone de Santo Reis, uma Rosca com um recheio de creme muito saborosa. Todos comem nesta data, por tradição, para se ter boa sorte no ano que inicia.

Zaragoza

A cidade é originária de uma colônia Romana que acabou crescendo com a localização privilegiada junto ao rio Ebro. Hoje é a principal cidade da região. Conhecida como comunidade autônoma do Aragão.

Basílica Nossa Señora del Pilar
Basílica Nossa Señora del Pilar

Durante a guerra pela independência no século XIX, o centro antigo foi bastante danificado, mas muita coisa foi restaurada. Para quem gosta de construções antigas, o passeio pela cidade revela uma arquitetura onde o gótico convive com o romano, são muitas igrejas, catedrais e a Basílica Nuestra Señora Del Pilar (Santa de maior devoção da região).

Plaza de España
Plaza de España
Calle de Zaragoza
Calle de Zaragoza

Apesar de seus 600 mil habitantes, o centro da cidade é pequeno e dá pra ir a pé a praticamente todos os lugares. Suas calles (ruas) internas são bem estreitas e, em muitas delas, passa apenas um carro de cada vez. É muito gostoso caminhar por estas calles, que por vezes se parecem becos, apenas observando as construções e fotografando o que foi criado há centenas de anos atrás.

Paseo Independência
Paseo Independência

Outra coisa curiosa é o hábito da sesta após o almoço. Entre às 13:00h e 15:30hs, fecha-se praticamente tudo no comércio, inclusive os bancos, e a cidade fica num silêncio incrível, quase não há carros na rua. Porém, após este horário, tudo volta ao normal e a vida segue com as lojas abertas até às 21:00hs. Sinceramente, acredito que eles estejam certos e nós errados, pois depois da sesta, todos voltam de bom humor e trabalham contentes até à noite.

Além do passeio pela cidade, vale a pena visitar as ruinas das muralhas romanas; a Catedral De San Salvador; a Basílica de Nuestra Señora Del Pilar; o Antigo Convento de San Augustin (Centro de História de Zaragoza); o Mercado Central e As Pontes de Pedra sob o rio Ebro que divide a cidade.

Mercado Central
Mercado Central

Veja mais fotos de Zaragoza: Zaragoza Zaragoza

Zaragoza

 

Tome Nota Zaragoza

Uma estada de dois dias é mais do que suficiente para conhecer a cidade, mas procure se hospedar no centro para facilitar.

As ruínas das muralhas estão em alguns pontos da cidade, existe uma próximo ao mercado central, na Avenida de Cesar Augusto.

Endereços de algumas construções:
Catedral de San Salvador – Plaza de La Seo S/N
Basílica de Nuestra Señora Del Pilar – Plaza Del Pilar
Antigo Convento de San Augustin – Plaza de San Augustin, 2
Mercado Central – Avenida de Cesar Augusto

Plaza Nuestra Señora del Pilar
Plaza Nuestra Señora del Pilar

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Raul Botelho

Raul Botelho

Apesar de ser nascido em uma cidade pequena, no interior do estado de São Paulo, tive a oportunidade de conhecer várias cidades ainda muito novo, pois meu pai era motorista de caminhão e eu sempre aproveitava pra viajar junto, quando possível. Hoje percebo que foi nessa época, ainda criança que descobri a paixão por viagens, por novos lugares, novas pessoas e diferentes costumes.

1 comentário

  1. estive la em 1998, tambem uma parada em uma viagem entre Barcelona e Bilbao no meu caso. O ditador Franco era devoto da Virgem do Pilar e por isso acho que ela estava vestida de militar ou algo assim se nao me engano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.