Cabo Polônio, uma praia inóspita


Cabo Polônio é um dos lugares mais inóspitos e diferentes que já conheci. É uma ponta de pedra ligada ao continente por uma faixa de areia rodeada por dunas, onde só é possível chegar a pé ou com carros 4×4. Tem um farol importante e abriga a maior concentração de leões marinhos do mundo.

Read in English

Cabo Polônio, uma praia inóspita

Chegando a praia inóspita no Uruguai
Chegando a praia

Uma praia inóspita no Uruguai

A emoção começa logo na chegada, pegamos o caminhão na estrada e fomos chacoalhando na caçamba até sermos deixados no centro do vilarejo. Ainda no transporte, dá para avistar a ponta, poucas casas e o farol se aproximando assim que alcançamos a praia. Chegando próximo ao farol ouvimos gritos, barulhos que pareciam uma festa. Curiosos, fomos em direção ao movimento, e para a nossa surpresa eram os lobos marinhos que estavam fazendo a maior festa. Aqui é o lugar onde eles formam harens, são treze fêmeas para cada macho. Ao contrário do que pensei, não faltam machos, sobram vários solteiros, mas só os mais valentes podem ter os harens.

Lobos e leões marinhos machos e solteiros, os harens ficam nas ilhas
Lobos e leões marinhos machos e solteiros, os harens ficam nas ilhas

 

Enorme leão marinho
Enorme leão marinho

Parado no tempo, o vilarejo não tem energia elétrica nem saneamento básico. Virou uma reserva ambiental onde é proibido construir, as poucas casas que existem só podem ser reformadas com autorização dos militares que cuidam do lugar. Os cabos de energia, que se vêm pelo caminho, são somente para as casas do militares e o farol, todas as outras construções usam querosene, vela, painel solar ou moinho de vento. Apenas 65 pessoas moram ali, esse número sobe para 2 mil durante a alta temporada (verão) e tem chegado a 3 mil com os turistas que vem passar o dia.

Lugar de convergência de animais marinhos como lobos, leões, tartarugas, botos e baleias. No verão a reserva recebe 100 mil lobos e leões marinhos. A baleia franca aparece entre setembro e outubro e para vê-las, o ideal é ficar pelo menos quatro dias. O balneário também abriga muitas espécies de animais e vegetais, inclusive o minúsculo sapo Darwin que só existe aqui.

O vilarejo
O vilarejo

As formações rochosas, em frente ao farol, formam ilhas e foram responsáveis por diversos naufrágios. O primeiro deles, ocorrido em 1735, deu nome a ponta em homenagem ao capitão Joseph Polloni. Alguns barcos naufragados podem ser vistos enterrados na areia conforme o nível das marés. O povoado começou em 1870 e o farol data de 1881.

Vista do alto do farol
Vista do alto do farol

 

Farol de Cabo Polonio
Farol de Cabo Polonio

O que fazer em Cabo Polonio

Além de aproveitar a praia, subir no farol e curtir um astral alternativo, também existem TRILHAS para os adeptos das ecocaminhadas, um grupo de moradores leva para 4 circuitos que podem durar de 90 minutos até 6 horas. Para ver as dunas, que chegam a 70 metros de altura, é possível fazer sem guia entrando na cidade de Valizas e caminhar 2 km em direção a Cabo Polonio. O circuito mais curto, para ver lobos marinhos, pode ser feito seguindo as placas próximas ao farol.

No dromedário (caminhão)
No dromedário (caminhão)

Sempre tive vontade de passar alguns dias nesse lugar, mas só consegui visitar durante o dia. Dizem que o astral da noite escura é uma experiência fantástica, tem festas alternativas e trilhas noturnas em noite de lua cheia. É cheia de estrangeiros de todas as partes, e mesmo com pouca infraestrutura tem bons restaurantes com decoração estilosa. Descobri que um dos meus cantores favoritos fez até uma música em homenagem ao lugar – Segundos de Oscuridad de Jorge Drexler. É um passeio obrigatório para quem vai conhecer o litoral uruguaio.

Restaurante na beira da praia
Restaurante na beira da praia

 

Casas de pescador...
Casas de pescador…

 

...para alugar
…para alugar

 

Praia quase deserta
Praia quase deserta

 

  •  

    Tome nota

    Como chegar e onde fica Cabo Polonio: a praia inóspita está localizada no Departamento de Rocha. A partir do Chuy siga pela ruta 9 em direção a Castillos, entre a esquerda na ruta 16 até o cruzamento com Aguas Dulces e siga pela ruta 10 até ver os carros 4×4. Deixe o carro estacionado numa sombra, compre o ingresso ida e volta por 150,00 pesos e pegue o transporte por mais 7 km sobre as dunas. Os carros saem de 1h em 1h até as 20 horas. No verão tem mais saídas. Fica 260 km de Montevideo e 650 km de Porto Alegre.

    Tem restaurantes e lanchonetes caros, se for ficar alguns dias melhor levar comida comprada em alguma cidade pelo caminho. A melhor época para aproveitar o balneário é março, quando a água fica mais quente, os preços mais atraentes e bem menos turistas.

    É proibido acampar, existem pousadas e casas de pescador para alugar. Se hospedar em Valizas, cidade vizinha, também é um opção com mais conforto, são 2 horas de caminhada para chegar em Cabo Polonio pelas dunas.

    Hostel em Cabo Polonio: Tem hostels, pousadas e um hotel no Booking. Vale procurar nas cidades próximas como Valizas ou Punta del Diablo se exige boa infraestrutura.

    COMPARE VALORES DE HOSPEDAGEM

    Turistas levam bagagem no transporte
    Turistas levam bagagem no transporte

    Aproveite que o Uruguai é um excelente destino para viagens de carro e alugue o seu no site da Rental Cars.

    Se prefere ter todo o conteúdo para consultar durante a viagem e ainda ter sugestão de roteiros com mapa interativo detalhado, adquira o guia Uruguai de Carro.

    © Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

  • Roberta Martins

    Roberta Martins

    Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 12 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

    9 comentários

    1. Roberta, vou pro Uruguai com meu cachorro, Será que consigo entrar com ele em Cabo Polonio?

      1. Oi Rachel, acredito que sim, tem um monte de cachorro de rua lindo por lá. Todos bem cuidados. Nunca tentei entrar, mas ninguém deve barrar. Se gosta de caminhar, pode ir a pé desde Valizas. São 10 km sem ninguém para te perguntar nada.

    2. Bom dia Heder, ‘atrasado para ser lembrado’, brincadeira, somente hoje li sua postagem. Cap Polonio é um refúgio natural. Só se chega lá no transporte local, que são caminhões tracionados (dianteira e traseira). O estacionamento do parque também é pago, além da passagem no caminhão (adaptado para transporte na carroceria). Atravessam as dunas sempre pela mesma trilha para não agredir muito o meio ambiente. Quanto a óleo diesel não há problema algum. Porém nem todos os postos tem o 10, só comum. Mas acho que este não é problema, com o tanque cheio (do Chui), pode-se ir à Montevidéo +- 350km. Toda a costa, Chui até Punta del Este é muito linda. Como ‘Imperdíveis’ destaco : Punta del Diablo (a mais badalada), Cap.Polonio (retiro natural), La Pedrera (carnaval com banho dágua), La Paloma (a de maior estrutura) e Punta del Este (sem dúvida o maior balneário do Uruguai). Toda esta maravilha em um raio de +- 200km. Dica: pode-se alugar um casa em Punta del Diablo ou La Pedrera e durante o dia visitar as outras e retornar. Espere o verão e divirta-se com a família despreocupadamente.

    3. Prezada Roberta,
      pretendo visitar Cabo Polonio para os pequenos para ver os animais locais. Irei de de carro partindo de São Paulo, e tenho as dúvidas: é comum postos vendendo Diesel ? Tendo 4×4 posso ir até Cabo Polonio ou é obrigatório usar o veículo de transporte local ? Tem área para mergulho ?
      Desde já agradeço a atenção, e parabéns pelo blog.

      1. Oi Heder
        A rede de postos mais comum por lá é Ancap (http://www.ancap.com.uy/). Procurei no site e não achei a palavra diesel. Sugiro olhar nas especificações dos produtos para ver se algumas delas serve como diesel.
        Somente moradores podem entrar com seus veículos em Cabo Polônio, sugiro solicitar na sua hospedagem informações para obter autorização de entrada. Não lembro de ver área para mergulho, mas pode ter mudado porque não vou há 2 anos. Aviso que a água é congelante.

    4. Realmente é divino, Uruguay é maravilhoso. A praia é linda, subir no farol da um medo, mas se encherga tudo de lá de cima. Os vilarejos mais bonitos do Uruguay são Cabo Polonio e Aguas Dulces (y).

    5. Já estive em cabo polonio! é realmente uma viagem incrivel, o lugar é lindo!

    6. Curto muito esse lugar…só em ler o post já bateu a vontade de voltar. Vale muito conhecer,

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.