A linda paisagem

Uma fazenda cubana em Pinar del Río


Entre todos os lugares vistos em Cuba, um dos que mais me chamou a atenção foi uma fazenda cubana. Tive esta peculiar oportunidade de acompanhar um colega de trabalho cubano em visita à sua família na roça. Voltando para La Habana, saímos da estrada principal e entramos no vilarejo chamado La Palma, localizado na parte norte da província de Pinar del Rio.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

Leia todos os artigos sobre o Cuba

AGILIZE SUA VIAGEM
Lembre o seguro viagem! Pegue o cupom de desconto

Leve o chip internacional com Internet desde o Brasil

Pretende alugar um carro? Veja na Rental Cars

Quer agendar passeios e transfer agora? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

Lindo vale em La Palma
Lindo vale em La Palma

Subimos a serra por uma estrada estreita e chegamos no local passando por montanhas altas. A natureza ali é linda. Floresta tropical úmida com muita serração, clima de montanha gostoso e vegetação farta.

A fazenda
A fazenda

Uma fazenda cubana em Pinar del Río

A família de guajiros (como são chamados quem trabalha em fazendas) foi muito simpática e me mostrou os equipamentos, a casa e o que havia para ser visto. Não sei ao certo os hectares, mas era algo pequeno.

Um gaúcho cubano, ou melhor, um guajiro
Um gaúcho cubano, ou melhor, um guajiro
O jeep
O jeep

Enfim, a realidade foi decepcionante. Por mais que o lugar seja bonito, a natureza, o clima… não teve jeito, as condições da fazenda chamaram mais a atenção. O estado de abandono, as maquinas e os equipamentos velhos. Não são apenas os automóveis em Cuba que são dos anos 50, tudo no pais é anterior à revolução. Inclusive móveis e luminárias. Tudo é muito antigo e não passou por conservação alguma. Nesta fazenda, por exemplo, eles moem café em um moedor enorme de ferro, com uma cor escura, que deve ter mais de 60 anos! É surreal!

Fazendeiro cubano
Fazendeiro cubano

Como funciona uma fazenda cubana

Produtividade quase zero
Produtividade quase zero

Contudo, ainda mais surreal é a historia que eles me contaram sobre como funciona uma fazenda cubana. Era dia de semana e ninguém estava muito ocupado. Assistiam novelas brasileiras, traduzidas para espanhol, e tomavam café enquanto me explicavam a triste realidade. Eles eram os proprietários e trabalhavam por conta própria. Até que veio a revolução e a fazenda foi desapropriada. Hoje ela é propriedade do governo, eles são funcionários do Estado e ganham um salário em peso cubano, o que não dá para muita coisa.

Toda semana recebem um fiscal do governo para controlar a produção. Funciona dessa forma: se eles tem 20 galinhas e na semana seguinte o fiscal conta 19 galinhas, eles devem apresentar um atestado de óbito do animal faltante ou serão multados. Para vacas o assunto é bem mais sério. Eles podem ser presos se faltar uma vaca sem justificativa, pois, neste caso, Fidel Castro considera que a vaca foi roubada, afinal, a vaca pertence ao Estado cubano… E tudo o que está na fazenda, ou é produzido por lá, é de propriedade do Estado, por esse motivo, os fiscais vem para levar a produção. Como resultado, os trabalhadores produzem o mínimo possível, não se esforçam para nada e sonham com o dia em que poderão ir embora!

Conversando com os trabalhadores
Conversando com os trabalhadores

Conclusão

Foi uma das histórias mais patéticas que já ouvi! O comunismo é um sistema condenado ao fracasso e sempre termina se transformando em ditaduras, pois quem está no poder jamais vai querer sair. Como dizia Margaret Tatcher: “O problema do comunismo é que um dia o dinheiro acaba”. Em Cuba, acabou faz tempo. O sistema segue perdurando porque alguns governos latino-americanos mandam dinheiro para lá… Já passou da hora da ilha voltar à vida normal. Dá muita pena de quem mora por lá. Mas enfim, Cuba é o sonho de todo politico latino-americano. É aquele governo onde eles nem precisam roubar, pois tudo já pertence à eles. Socuerro!!!

CONHEÇA ESSA REGIÃO EM EXCURSÃO A PARTIR DE HAVANA

Curioso sobre Cuba, veja alguns relatos:

Os vales de Pinar del Rio
Intervenção urbana em Cuba
Turismo em Habana
Sozinha em Habana
A praia mais linda de Cuba

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Augustin Tomas o'Brien Caceres

Augustin Tomas o'Brien Caceres

Criado em uma família onde se falava espanhol, português, portunhol, italiolo e algo de inglês. Sempre se interessou por outros idiomas e hoje mora nos Estados Unidos e trabalha com comércio internacional na LE Group Industries.

6 comentários

  1. Hola Roxana. Gracias por su comentario! Yo hablo mucho y si… Mientras estaba en Cuba, fui avisado por mi cliente en la epoca que la policia cubana comento que yo estaba ‘hablando demasiado’ y deberia hablar menos. Fue un viaje inolvidable. Ojala vaya pronto de nuevo una vez que vivo ahora en la Florida que es tan cerquita geograficamente. Saludos, Agustin

  2. Vc nos trató con mucho cariño ,gracias !! Y conoció el fidelismo sin intermediarios . Exponer en este blog su vivencia en cuba tal y cual viu
    Ayudará a q se entienda de q se quejan los cubanos.pedimos :
    Progreso e Orden !!

  3. A Genilde quer te desviar para o jornalismo. Vc vai pra TIMES! heheeh Eu ainda acho q vc deve continuar focado nos negocios e na area do business

  4. Nossa Agustin excellente artigo – voce é um genio na escrita vc tem que ser jormalista

  5. Legal. Você é cultura. Muito bom.

  6. Caramba, isso não é um regime, é um roubo declarado…que triste viver desta forma.
    Imagino que destes abacaxis que vc está segurando quase todos são do governo e o produtor não pode fazer nem um suco, realmente é surreal.

    Grande abraço

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.