mergulho em Paraty

Um mergulho em Paraty


Um dos passeios mais bonitos e obrigatórios dessa cidade histórica é o de escuna pela baía de Paraty. Tartarugas, peixes coloridos, verde exuberante, água morna e cristalina podem fazer parte do pacote, dizem que a temperatura normal é mais fria, para mim estava perfeita. Foi um dia de muitas fotos, mergulhos e snorkel.

Read in English

Tirar foto embaixo d´água foi a maior diversão
Tirar foto embaixo d´água foi a maior diversão

Foram 5 horas navegando ao som de voz e violão acompanhando a tranquilidade do mar. Passamos por ilhas com casas maravilhosas (de artistas e empresários) e paramos 4 vezes em praias paradisíacas ou áreas de mergulho. Cada parada é aquele monte de gente caindo na água, em um barco menor seria mais agradável, mas valeu muito a pena curtir aquele mar e o visual.

O barco saiu do porto de Paraty e fez as seguintes paradas: Praia Vermelha, Praia da Lula, Ilha Comprida e Ilha do Algodão.

Fim de tarde em direção ao porto de Paraty

Fim de tarde em direção ao porto de Paraty

Veja mais fotos do passeio de barco pela baía de Paraty:

Tome Nota: mergulho em Paraty

Várias agências oferecem esse passeio, contratei a ESTRELA DA MANHà– tem saídas diárias entre 10 e 11h no valor de R$ 35 por pessoa, era carnaval, talvez custe menos em outras épocas. Quem vai em grupo pode alugar uma embarcação e escolher o que conhecer.

A escuna tem dois andares. Chegue cedo para ficar na parte de cima que tem um visual melhor e menos pessoas. Só não esqueça do chapéu e protetor, quase não tem sombra e o sol bate forte.

Servem o almoço em uma das paradas, mas achei ruim. Desse jeito as pessoas deixam de aproveitar a água para comer e ainda ficam na maior preguiça depois. Alexandra, que conheci em Paraty, me deu uma ótica dica de pedir iscas de filé de peixe em vez dos pratos. Servem mais rápido e dá pra mergulhar um pouco, beliscar, voltar pro mar… e sem passar mal por ter comido demais. O peixe estava delicioso, mas cuidado com o limão! Oferecem frutas tropicais que acabam bem rápido, o resto é pago, mas com preços acessíveis.

Quem não quer ir nadando até as praias, tem um bote que leva. Mas recomendo o mergulho, pegue os espaguetes (boias) para não cansar e aproveite. Não tem snorkel, leve o seu. 

A escuna entre as ilhas

Fotos de Roberta Martins e Leandro Gabrieli.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

2 comentários

  1. Lindooooo! 😀

  2. Boa postagem

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.