Kisite Mpunguti Marine Reserve

Um dia no Kisite Mpunguti Marine Reserve


Se sentir no paraíso define o dia no Kisite Mpunguti Marine Reserve, um conjunto de ilhas e bancos de areia localizado no leste do Quênia (região de Mombasa) próximo à fronteira com a Tanzânia. São várias experiências em um único tour pelas transparentes águas do oceano Indico.

Siga @blogterritorios no InstagramSiga no Instagram      Leia todos os artigos sobre o país
Precisa de seguro?Pegue o cupom de desconto aqui
Foi preciso partir cedo de Diani Beach rumo à Shimoni, onde peguei o barco para a reserva marinha. Enfrentar algumas horas por estradas de terra, calor escaldante e um barco apertado. Mas não há dúvidas que o mergulho na barreira de corais, os golfinhos, os baobás, um almoço delicioso e paisagens deslumbrantes compensaram qualquer esforço.
Porto em Shimoni
Porto em Shimoni

Kisite Mpunguti Marine Reserve

Poucos minutos depois de zarpar, dezenas de golfinhos acompanham o barco e deram um show. Na reserva eles são livres e nadam com os turistas quando querem, ninguém treina ou dá comida para se exibirem. Nadar com eles é questão de sorte, caso eles apareçam na hora do mergulho (o que não aconteceu comigo). Já navegar é praticamente certo com garantia de um espetáculo de pulos e nado sincronizado.

Golfinhos acompanhando o barco e dando um show
Golfinhos acompanhando o barco e dando um show
Peixes na barreira de corais
Peixes na barreira de corais

No caminho passamos por pescadores em canoas, apenas mais dois barcos com turistas e ilhas com formações rochosas diferentes  cheias da famosa árvore da vida e símbolo da África – o Baobá.

O destino era uma BARREIRA DE CORAIS que rendeu momentos de paz e intensa alegria. Desliguei meus pensamentos boiando com a cara na água, olhar encantado e um sorriso no rosto vendo tamanha beleza. O mundo submerso exibe cores, vegetação e peixes semelhantes aos da Grande Barreira de Corais da Austrália em menor proporção. A proximidade dos corais, iluminação e nitidez da água foram perfeitas aquele dia.

Baobá na época que perde as folhas
Baobá na época que perde as folhas
Enguia e peixes no fundo do mar
Enguia e peixes no fundo do mar

 

O passeio tem duas paradas para mergulhar com snorkel ou cilindro sempre com um instrutor por perto. Além de ajudar quem não tem habilidade na água, ele respondeu todas as minhas perguntas e mostrou os animais mais interessantes que passavam.

Eu no paraíso! No banco de areia
Eu no paraíso! No banco de areia

Quem não quis mergulhar foi levado de barco até um banco de areia inacreditável. Areia branca que chega a reluzir, peixinhos e água morna transparente ao lado da barreira de corais. Aqueles lugares que dá vontade de ficar o tempo todo boiando sem pensar em nada. Infelizmente aproveitei pouco tempo por ter escolhido mergulhar, o ideal mesmo seria pernoitar e passar dois dias um pouco em cada lugar. Mas não sei se existe essa possibilidade.

O Quênia fica na linha do Equador e a temperatura da água chega a ser cálida até demais. O banho é agradável mesclando água morna com correntes mais quentes.

Piscina e cama na Wasini Island
Piscina e cama na Wasini Island

Wasini Island

Caranguejo maravilhoso
Caranguejo maravilhoso

Na volta paramos na WASINI ISLAND para almoçar, ali pequenas formações rochosas dividem espaço com vegetação seca em tons de terra e resquícios de verde. Os baobás sem folhas se destacam pela altura e diâmetro e a única construção visível do barco era uma casa de madeira e palha, local do restaurante Charlie’s Claws. Uma estrutura muito agradável com vista para o mar e áreas de descanso com piscina seminatural nos arredores. A escolha era frutos do mar, carne ou vegetariano. Sem saber exatamente o que seria servido e para continuar no clima do lugar, escolhi frutos do mar. O enorme caranguejo, catado na região, não decepcionou, já o peixe típico até perdeu a graça depois do aperitivo.

Tripulantes e instrutor de mergulho

Tripulantes e instrutor de mergulho

Tripulante nos tirando do paraíso
Tripulante nos tirando do paraíso

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja todos os posts sobre os 10 dias no Quênia:

Brunch na savana africana

Luxo e vista no Hemingway’s Nairóbi

Meu encontro com os Masais

Lewa, o verdadeiro Safari Camp

Acampamento luxuoso e selvagem no Olare Mara Kempinski

Dois dias na capital do Quênia

O paraíso no Quênia (vídeo)

Babies africanos

Orfanato de elefantes (vídeo)

Voo de balão

Safari a cavalo

17 coisas pra fazer antes de morrer

10 dias em 1 minuto (vídeo)

Fotos da Semana : Camaleão, Leopardo, Contador de rinocerontes, BaobáDia Mundial do LeãoEstrela do mar e Girafa.

Tome Nota Kisite Mpunguti Marine Reserve

Quem leva: CHARLIE CLAW’S é a empresa que oferece o tour Fantasy Island com transfer, barco, equipamento para snorkel, lanches e almoço. Tem opção para mergulhar com cilindro por apenas $30 dólares a mais. Confirme valores atuais do passeio no link. O atendimento e simpatia da tripulação foram ótimos, mas a estrutura é simples. O lugar ainda não foi descoberto pela maioria dos turistas e os quenianos não tem a cultura de praia ou mergulho. Além dos brasileiros jornalistas, haviam mais uns 10 turistas no barco.

Shimoni fica 80 km de Diani Beach, mas as estradas de terra fazem a viagem ser longa. Fui e voltei no mesmo dia.

Leve câmera à prova d’água. Não existe para alugar nem o pessoal do barco tem para vender aos turistas. A minha estragou antes da viagem e lamento não poder mostrar, mas tenho tudo registrado com nitidez na minha memória.

Imagem da região no Google Maps

Esta viagem foi patrocinada pelo Kenya Tourism Board.

Fotos de Roberta Martins, Anderson Maseto, Alvaro Prange e divulgação Charlie Claw’s.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

1 comentário

  1. Muito bom, muito bonito de se ver, uma maravilha.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.