Turquia: onde cara séria significa amizade


Chegamos a Istambul, a cidade mais visitada da Turquia. Eu e minha companheira de aventuras (também conhecida como esposa) queríamos ir para algum lugar diferente para a nossa lua-de-mel atrasada. Depois de pesquisar um pouco e conversar com pessoas que já tinham ido para lá, decidimos que era o lugar certo.

Clima de lua de mel
Clima de lua de mel

Lua de Mel na Turquia

Fotografando na mesquita
Fotografando na mesquita

Do aeroporto, pegamos um ônibus de viagem e em meia hora estávamos no centro da cidade. Pessoas – na sua maioria homens, andavam de um lado para o outro cruzando a praça central. O clima em Istambul estava um pouco tenso devido a algumas manifestações que tinham acontecido uns meses atrás.

Abrimos um mapa no meio da calçada e logo veio um senhor perguntar se precisávamos de ajuda. Disse onde era o hotel que estávamos procurando e saiu – ainda sério. Abrimos de novo o mapa para testar e de novo um outro homem veio oferecer ajuda. Percebemos que os locais saíam de algum esconderijo só para ajudar as pessoas na rua. Engraçado.

O que fazer em Istambul

Tempero especial
Tempero especial

A cidade é cheia de Mesquitas, uma mais bonita que a outra. Tinha uma que era especial a Blue Mosque (Mesquita Azul), com azulejos por toda a parte e uma arquitetura incrível. Outra visita que não podia faltar eram nos Bazares – com seus temperos incríveis (até achei um tempero para quem tem problemas sexuais, veja foto). Entramos por uma rua, que dava em outra, que dava numa loja linda só de doces turcos – parada obrigatória. Os famosos doces Baklavas de massa folheada feito com mel e castanhas era uma especiaria do país.

Interior da Mesquita Azul
Interior da Mesquita Azul

Chegamos a mesquita. O caminho era de rei. Árvores paralelas nos levavam até o palácio onde ainda é usado para rezar.

Mais um momento obrigatório na viagem era conhecer a outra parte da cidade. Istambul é dividida por um rio, de um lado fica a parte europeia e do outro a parte asiática. Uma das únicas cidades do mundo que pertence a dois continentes.

Mesmo sem ter um mapa na mão, tudo é muito fácil de achar – e se ficar um pouco difícil é só sair na rua com cara de perdido que alguém com cara de sério vem logo para ajudar.

Os bazares
Os bazares
O Kebab
O Kebab

 

Tome Nota Turquia

Tenha a experiência de um banho turco. Eles ficam mais na parte europeia e são divididos por sexo – mulher vai para um lado e homem para o outro.

Coma todo tipo de Baklava e Kebab (um lanche de carne de carneiro) que puder.

Visite pelo menos três mesquitas – e com certeza a Mesquita Azul.

Compre temperos nos bazares – especialmente para arroz e peixes (dilissa!).

Tome um café turco num dos restaurantes da ponte, enquanto fuma um autêntico Hookah – um vapor com gosto de frutas.

Não se assuste com as caras sérias das pessoas – são um dos povos mais acolhedores que já vi.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Rodrigo Baena

Rodrigo Baena

Rodrigo Baena é jornalista por profissão, fotografo por paixão e viajante "quase" profissional.

2 comentários

  1. Bacana. Mas istambul nao é cortada por um rio e sim por uma ligação entre o mar negro e o mar de mármara.

  2. Rodrigo, bacana essa matéria sobre Istambul. Pretendo em breve conhecer também com minha esposa.
    Só um detalhe, a capital da Turquia é Ancara.
    Abraço. Fabiano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.