Stellenbosch

Tour pelas vinícolas de Stellenbosch


Conheci os vinhos sul africanos anos atrás, através de amigos entendedores, e cheguei ao país com grandes expectativas. Afinal, a África do Sul está entre os dez maiores e melhores produtores de vinho do mundo! Peguei a estrada, em uma aventura épica (desde Joanesburgo até Cape Town de carro), provando e adorando alguns shiraz e merlot comprados em supermercados do caminho. Logo, cheguei a Cape Town sedenta para visitar as vinícolas de Stellenbosch, Franschoek e Paarl.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

Leia todos os artigos sobre a África do Sul

AGILIZE SUA VIAGEM
Precisa de seguro viagem? Pegue o cupom de desconto

Deseja ficar conectado? Leve o chip internacional com Internet desde o Brasil

Encara dirigir na mão esquerda? Pegue as dicas para alugar um carro no exterior

Quer agendar passeios e transfer agora? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

As três cidades são as colônias europeias mais antigas da África do Sul e concentram a maior parte da produção de vinho e de terroir do país. Apenas Stellenbosch (fundada em 1679) abriga mais de 200 vinícolas, das quais visitei quatro no tour da African Story.

Paisagem na estrada para Stellenbosch
Paisagem na estrada para Stellenbosch

VEJA 134 HOTÉIS NA REGIÃO

A van me pegou cedo no hostel para um dia inteiro de degustações e estradas cênicas. O caminho até Stellenbosch, assim como as vinícolas, são rodeados por montanhas com recortes únicos e bases tomadas de parreiras. Vale o esforço para ficar acordado apreciando a paisagem.

4 vinícolas em Stellenbosch

Licor premiado na Villiera
Licor premiado na Villiera

A primeira parada é na VILLIERA com degustação ao ar livre de vinhos, licores e espumantes. Todos comentados pela guia sommelier. A marca é pioneira na produção de forma sustentável e opções orgânicas. Gostei bastante do premiado licor Inspiration.

Vista para a propriedade Camberley
Vista para a propriedade Camberley

CAMBERLEY é uma charmosa propriedade de apenas cinco hectares entre Stellenbosch e Franschoek. Ali teve um tour com explicações técnicas e degustação em ambiente fechado, porém, com bela vista para o vale. A marca produz vinhos finos de forma artesanal e se considera uma fazenda boutique.

Degustação Solms Delta
Degustação Solms Delta

SOLMS DELTA foi a maior e mais bonita vinícola do dia. Começou com uma caminhada entre as parreiras passando por jardins e uma pequena trilha entre os bambuzais. Depois teve degustação ao ar livre com bastante tempo para circular e tirar fotos. Esta oferece variedade em atrações como museu e piquenique.

Castelinho das cabras em Fairview
Castelinho das cabras em Fairview

Na minha opinião, o melhor produto ficou para o final. FAIRVIEW, com sua seleção de vinhos perfeitos para harmonizar com queijos incríveis, me convenceu a comprar algumas garrafas e queijos de cabra. O bichinho, ilustrado nos rótulos, existe de verdade e mora em frente à casa principal. O sistema de degustação é quase industrial. Uma mistura de bar com self-service onde a pessoa escolhe o tipo de degustação e busca no local indicado.

COMPRE O TOUR ANTECIPADO COM A MESMA EMPRESA 

Parreirais da Solms Delta
Parreirais da Solms Delta

Tome Nota

AFRICAN STORY TOURS oferece passeios diários partindo às 8h30 de Cape Town com retorno às 17h30. Degustações de queijos e vinhos, o almoço, guia especializado e transporte desde o hotel estão inclusos no pacote. As vinícolas Fairview e Villiera estão presentes em todos as saídas, as outras podem variar assim como o local do almoço. Infelizmente, vou ficar devendo o nome do restaurante que serviu pratos deliciosos. Mas a guia garante a qualidade de todos.

 

 

 

 

 

 

Dica: procure embalagens com plástico bolha para trazer garrafas com segurança. Se quebrar, pelo menos não vaza na mala. Comprei na Fairview.

Você também pode visitar as vinícolas por conta própria alugando um carro (veja disponibilidade com a RENTAL CARS) ou pegando o HOP ON HOP OFF linha azul. A última opção é a mais econômica em ônibus turístico podendo subir e descer quantas vezes quiser durante um ou dois dias. 

 COMPARE PREÇOS DE HOTÉIS

Castelinho das cabras em Fairview Degustação de queijos na Fairview Vinho tinto na Solms Delta Degustação na Solms Delta Área de degustação na Solms Delta Solms Delta Trilha entre bambus

Sala de degustação na Camberley

Vinho orgânico Villeira

 

O projeto Blogueiros na África do Sul (#DescubraAfricadoSul) foi uma realização do Travel Concept Solution e apoio da Pangea TrailsSouth African AirwaysDetecta Hotel e incentivo da agência nacional de turismo (South African Tourism), da cidade de Joanesburgo (Joburg Tourism) e também de Cape Town (Cape Town Tourism). A viagem foi patrocinada, mas as opiniões aqui expressas são de livre expressão do autor. Veja também os blogs que participaram da viagem: Dentro de MochilãoTerritóriosViajando com Eles e Viagem Criativa.

Para saber tudo o que eu fiz durante esta viagem, veja o vídeo e os links para os artigos no post O que fazer na África do Sul – 33 dias em 5 minutos.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.