licancabur

Laguna Cejar ou melhor, Licancabur em 3 cenários no Atacama


Laguna Cejar é o nome do passeio da Flavia Bia Expediciones, mas também poderia se chamar Licancabur e as lagoas porque visitamos três atrações com lagoas onde o vulcão aparece em cenários diferentes. Todas fazem parte do Salar de Atacama, o terceiro maior do mundo, e cada uma tem a sua particularidade.

É recomendado para todos os viajantes por não exigir esforço físico nem passar por grandes altitudes, evitando assim o mal estar comum em algumas atividades no Atacama. A altura máxima chega a 2.300 metros e é uma boa fazer nos primeiros dias para ir se adaptando ao clima. Vamos pela ordem das visitas: Laguna Cejar, Ojos del Salar e Laguna Tebinquiche

Licancabur é o vulcão mais famoso do Atacama
Licancabur (centro) é o vulcão mais famoso do Atacama

Laguna Cejar e Laguna Piedra

Laguna Cejar é famosa e dá nome ao lugar, entretanto, não é a única nem a mais interessante das lagoas. Tanto que não havia ninguém quando cheguei perto. Por ser zona de proteção ambiental, existe uma barreira e só pode chegar até o mirante. Vale pelas fotos e pelo silêncio na contemplação.

Laguna Cejar vista do mirante
Laguna Cejar vista do mirante
Sinalização para as lagoas
Sinalização para as lagoas

Já na Laguna Piedra a circulação é livre e pode tomar banho de sal sem afundar! Não é brincadeira, as duas lagoas tem altíssimo nível de sal chegando a ser mais concentrado do que no Mar Morto, em Israel. Assim como acontece lá, o esforço pra mergulhar fundo é insignificante. E aí está a diversão, boiar no meio do salar com esta paisagem espetacular.

Infelizmente eu não entrei na água para relatar a minha impressão. Era pleno inverno, a temperatura da água estava cerca de 15 graus e ainda não estava totalmente recuperada de uma tendinite na perna. O banho gelado poderia acarretar dores e estragar os próximos passeios. Se a água fosse morna seria perfeito porque contém sais minerais com propriedades medicinais indicadas para o tratamentos das articulações. Quem sabe em uma próxima oportunidade, de preferência no verão…

Carol não faz esforço para boiar na lagoa salgada
Carol não faz esforço para boiar na lagoa salgada

Carol foi a corajosa! Enfrentou o frio, o vento e ainda se prestou de servir como modelo para ilustrar este texto. Ela gritou ao entrar, se divertiu fazendo poses, porém, pediu para sair minutos depois porque não aguentava mais.

Um dos diferenciais do passeio com a Flavia Bia é o roupão macio para se esquentar e secar o corpo no caminho até o vestiário. Só lembre de levar o chinelo porque caminhar no sal machuca. Pra entrar na lagoa é preciso seguir algumas regras como não usar cremes ou protetor solar ou mergulhar a cabeça porque causa ardência nos olhos e boca. E este é o motivo de terem acabado de construir um local para tomar uma ducha antes e depois de entrar na água. Deve ser bastante desagradável ficar com todo este sal no corpo se ainda restam mais duas paradas.

Nova informação
Esta viagem foi em junho e hoje um leitor entrou em contato, via redes sociais, dizendo que não pode mais tomar banho na Laguna Piedra. Sugiro confirmar a possibilidade na hora de contratar o passeio. 

Laguna Cejar Salar de Atacama Laguna Cejar no Salar de Atacama Laguna Cejar no Salar de Atacama

 

 

 

 

 

Ojos del Salar

Dois grandes poços no meio do deserto parecem olhos para quem avista do céu. E mesmo rodeadas pelo sal, elas contém água doce. A explicação sobre origem, composição e formato ainda é inexistente. Uma delas é aberta ao banho, mas sem estrutura para se trocar não dá a menor vontade de entrar. Pelo menos no inverno.

Ojos del Salar com Licancabur lá no fundo
Um dos Ojos del Salar com Licancabur lá no fundo

Laguna Tebinquiche

O melhor fica para o final com direito à comidinhas, drinks e música ao vivo (só Flavia Bia oferece o músico e os quitutes da Carlinha). Enquanto o motorista preparava a mesa com tacos deliciosos, mousse de chocolate, vinho chileno e pisco sour feito na hora; fui contornar a lagoa em busca dos flamingos. Achei! Pena terem voado ao perceberem a minha presença.

Flamingos e o pôr do sol complementam o visual
Flamingos e o pôr do sol complementam o visual dos vulcões Licancabur e Láscar
Música ao vivo e delícias no tour da Flavia Bia
Música ao vivo e delícias no tour da Flavia Bia

E tudo terminou em alegria brindando o pôr do sol. Laguna Cejar foi um passeio lindo com pessoas agradáveis e cenários perfeitos. Se ficou animado e for até lá, volte aqui pra me contar como foi e se entrou na água.

Por do sol na Laguna Tebinquiche Lagoa Tebinquiche, parte do Salar de Atacama em San Pedro de Atacama - Chile

Lagoa Tebinquiche, parte do Salar de Atacama em San Pedro de Atacama - Chile

Flamingos e Licancabur Licancabur ao fundo Laguna Tebinquiche laguna_tebinquiche_atacama_chile_img_6206 Um brinde com pisco sour

Tome Nota

Para mais informações e contratar o passeio com  FLAVIABIA EXPEDICIONES escreva para elalembrando de mencionar que leu aqui no Territórios para ganhar 10% de desconto em qualquer passeio da agência. O tour dura cerca de 4 horas com saídas pela tarde, conforme o horário do pôr do sol, e inclui transporte de e para o hotel.

O que levar: chinelo e roupa de banho se for entrar na água (vá vestido para ganhar tempo). Sapato impermeável (limpe após o passeio porque o sal corrói vários materiais) e jaqueta corta vento. Se for inverno, jaqueta grossa, manta, toca e fleece porque o frio vai aumentando com o passar das horas. Veja o artigo com as dicas de como se vestir no Atacama.

Pra mostrar como me senti bem este dia
Pra mostrar como me senti bem neste dia

Conheça os outros tours no Atacama com FlaviaBia Expediciones:

Relaxamento profundo em Termas de Puritama

Expedição Salar Uyuni

Lagunas Escondidas

Salar de Atacama

Lagunas Altiplânicas

Piedras Rojas

Valle de la Luna

#JustFunChile é um projeto de Territórios e As Peripécias de uma Flor. Contamos com o apoio de hotéis e empresas locais, inclusive este passeio.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 12 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.