Templos em Bali: Tanah Lot

Templos em Bali: 5 entre milhares

Também conhecida como Terra dos Deuses, a ilha mais famosa da Indonésia possui a maior comunidade hindu do país. Portanto, visitar os templos em Bali é ponto de partida para compreender a essência do povo. Além de apreciar belas paisagens e arquitetura oriental, de centenária a milenar.

Siga @blogterritorios no InstagramSiga no Instagram
Mais templos na Indonésia:
Borobudur
Prambanam
Oferenda em Pura Batur Sari
Oferenda em Pura Batur Sari

É importante saber como a religião esta no centro da vida dos balineses e tudo é motivo para oferendas. Montar a cestinha com flores, incenso, frutas ou outros objetos é como tomar água, hábito realizado diversas vezes por dia e motivo da ilha ser super cheirosa. Fazem em casa, no carro, no trabalho, na praia e claro, nos templos. São mais de mil construções que abrigam centenas de festivais e cerimônias anuais. Sendo Ngaben a mais importante como contei no texto Arte e Cultura na Indonésia.

As vezes fica até confuso distinguir casa de moradores dos templos porque sempre terá o local para entrega das oferendas com esculturas de deuses e panos. Encontrei em todos os lugares onde me hospedei e recomendo procurar placas com o nome Pura (templo no idioma bahasa) ou perguntar antes de ir entrando em qualquer porta. Veja abaixo os templos visitados em Bali.

5 templos em Bali

  1. TAMAN AYUN

O que eu mais gostei de visitar foi um templo das águas de 1635. Bonitos todos são, porém, quando conseguimos nos conectar com o lugar, a experiência é mais interessante. Chovia tanto quando o motorista me deixou na porta que cheguei a pensar em esperar no carro, então ele disse para aproveitar que o mau tempo espantava visitantes. Ele tinha razão e passei a maior parte do tempo completamente sozinha e atenta a todos os detalhes. Caminhei no bosque e ao redor do templo principal por horas e quando a chuva deu uma trégua, começou o burburinho de turistas. A falta de iluminação prejudicou as fotos, mas não o passeio. Taman Ayun foi o templo mais importante no reinado Mengwi e é Patrimônio Mundial da UNESCO.

Pura Taman Ayun
Pura Taman Ayun

Templos em Bali: Pura Taman Ayun Templos em Bali: Pura Taman AyunTemplos em Bali: Pura Taman AyunTemplos em Bali: Pura Taman Ayun

Onde: Jalan Ayodya, 10, Mengwi (veja no mapa abaixo)

Meu ponto base: estava hospedada em Seminyak e contratei motorista para conhecer a região em um dia.

LEIA: O MELHOR CUSTO BENEFÍCIO NO TRANSPORTE EM BALI

  1. TANAH LOT

É o mais famoso e entre os mais bonitos por ser construído em uma rocha dentro do mar. Na base, esculturas de serpente sugerem proteção contra os maus espíritos do mar e a maré alta contra excesso de visitantes. Mesmo assim, as pessoas me molham pra poder entrar e ver de perto. Eu não quis arriscar molhar o meu equipamento e passei o tempo caminhando pelos arredores. A praia é cheia de templos menores e pontos legais pra ver o pôr do sol. Aliás, esta é a melhor hora pra visitar Tanah Lot pelas silhuetas das construções. Também pode passar o dia porque tem bastante coisa pra ver e boa estrutura em restaurantes e comércio.

Pura Tanah Lot
Pura Tanah Lot
O povo esperando o pôr do sol
O povo esperando o pôr do sol

Onde: Jalan Tanah Lot, Beraban

Meu ponto base: estava hospedada em Seminyak e fez parte do bate e volta mencionado no templo anterior.

 

  1. ULUWATU (Pura Luhur)

Pura Luhur
Pura Luhur

É provavelmente, o templo mais antigo desta lista com menções desde o século 10. Foi construído sobre penhascos, a quase cem metros de altura, para proteger a ilha dos maus espíritos vindos do mar e nos brinda com uma bela paisagem. Macacos também tem a função de proteger os templos, em Uluwatu são centenas e a diversão deles é roubar turistas. No fim da tarde acontece diariamente o Kekak, um show de dança, pago a parte, contando uma passagem hindu.

Onde: Pecatu, Uluwatu

Meu ponto base: estava hospedada em Nusa Dua e contratei motorista para conhecer a penísula em um dia.

LEIA: COMO FOI MEU DIA DE PRAIA E TEMPLOS EM ULUWATU

  1. BATUR SARI

Não é o mais famoso, nem o mais bonito na região de Ubud, mas deixei o motorista me levar nos templos próximo a Floresta dos Macacos e este foi o escolhido por ele. É um templo hindu da realeza feito para ser local de descanso na difícil jornada até o Monte Batur. O bom dele é o número reduzido de turistas com diversas oportunidades para fotografar e observar. Em um galpão homens preparavam as oferendas enquanto mulheres vinham busca-las e espalhavam pelo templo.

Pura Batur Sari
Pura Batur Sari

Templos em Bali: Pura Batur SariTemplos em Bali: Pura Batur Sari

Onde: Jalan Suweta, Ubud

Meu ponto base: estava hospedada em Ubud e contratei um motorista

  1. DALEM TENGKULUNG

Templo descoberto por acaso e sem nenhum turista, porém, com acesso restrito a área principal porque estava acontecendo alguma cerimônia. Ficava a poucas quadras do meu hotel e as estátuas coloridas me chamaram a atenção. Perguntei se podia entrar e fotografar e só disseram para não passar em determinada entrada, mas observar pela porta estava liberado. Assim como encontrei esse lugar, existe centenas de outros templos em Bali. Basta se informar se a entrada é permitida e respeitas as regras. Como não parecia ser um lugar turístico, não consegui obter informações sobre a história do lugar, nem sobre a celebração. Este foi o único da lista que não pediu contribuição.

Pura Dalem Tengkulung
Pura Dalem Tengkulung

Templos em Bali: DALEM TENGKULUNG Templos em Bali: DALEM TENGKULUNGTemplos em Bali: DALEM TENGKULUNGTemplos em Bali: DALEM TENGKULUNG

Onde: Jalan Pratama, 72, Nusa Dua

Meu ponto base: estava hospedada em Nusa Dua e saí a pé sem rumo

Extra! Um complexo de templos

PUJA MANDALA

E para provar como a Indonésia é um país aberto à diversidade, encontrei um lugar onde cinco templos de religiões diferentes dividem a mesma área e estacionamento. Lado a lado estão a mesquita Maskid Agung Ibnu Batutah, a igreja católica Maria Bunda Segala Bangsa, o templo Vihara Buddha Guna, a igreja protestante GKPB Jemaat Bukit Doa e o hinduísta Pura Jagatnatha.

Não entrei em nenhum para dizer se vale a pena a visita, apenas passei na frente quando fui a Water Blow, em Nusa Dua. Mas achei interessante deixar a dica aqui e aguardo comentários de quem foi, combinado?

Onde: Jalan Nusa Dua

Acesso o site oficial de turismo da Indonésia para ver mais opções. 
O uso do sarong é obrigatório para homens e mulheres nos templos de Bali
O uso do sarong é obrigatório para homens e mulheres nos templos de Bali

Regras pra visitar templos em Bali (serve para quase todos os templos hindus)

O uso do sarong (canga) é obrigatório para homens e mulheres entrarem nos templos. Em alguns, uma faixa de cintura acompanha o traje. Não precisa levar porque fornecem o sarong e a faixa na entrada. Embora, eu recomende andar sempre com a sua canga ou vestir saia longa. O calor em Bali é quase insuportável e não pareceu agradável ficar vestindo panos usados por outras pessoas suadas.

Placa com as regras para entrar no Pura Batur Sari
Placa com as regras para entrar no Pura Batur Sari

Mulheres devem prender o cabelo e são proibidas de entrar menstruadas, mas ninguém confere esta última regra. Respeite conforme a sua crença.

Quanto custa: quase todos pedem uma doação com valor determinado e entrega um ingresso. O valor é bem acessível não chegando a cinco dólares nos mencionados nesta lista.

NÃO VÁ PRA BALI SEM SEGURO VIAGEM. PEGUE O DESCONTO AQUI

Mapa de Bali

Se achou útil, Flip it! Se gostou das imagens, Pin it!

Veja mais fotos de Pura Batur Sari:

Templos em Bali: Pura Batur Sari Templos em Bali: Pura Batur Sari Templos em Bali: Pura Batur Sari Templos em Bali: Pura Batur Sari

Templos em Bali: Pura Bate Sari em UbudTemplos em Bali: Pura Bate Sari em UbudTemplos em Bali: Pura Bate Sari em UbudTemplos em Bali: Pura Bate Sari em UbudTemplos em Bali: Pura Bate Sari em UbudTemplos em Bali: Pura Bate Sari em Ubud

©Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 12 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.