São Lourenço

São Lourenço do Sul na Rota Farroupilha

Faz exatamente um ano da viagem pelo Caminho Rota Farroupilha e ainda faltava escrever sobre São Lourenço do Sul. Acontece que a chuva atrapalhou a nossa ideia de passear de escuna e curtir uma das melhores praias da Lagoa dos Patos. Na época, prometi a mim mesma voltar em um dia de sol para trazer boas fotos antes de escrever este texto. Infelizmente, ainda não foi possível voltar e a cidade merece o seu lugar entre os artigos desta viagem tão especial.

As quatro blogueiras na Casa das Sete Mulheres
As quatro blogueiras na Casa das Sete Mulheres

São Lourenço é a praia com melhor estrutura da Costa Doce e a prova é estar sempre lotada no verão. Sei porque tenho belas lembranças de passar a infância brincando por ali e continuo ouvindo falar das animadas festas, famosas na zona sul do Estado. Apenas não confunda com a mineira São Lourenço já relatada aqui. Os gaúchos costumam tirar o sul do nome, mas quem é de fora não sabe disso. O importante é que as duas valem a visita, porém, são bem diferentes.

Rodeada pelas enormes sombras das figueiras centenárias, a Lagoa dos Patos se exibe entre tons de prata e marrom desde o nascer do sol até o anoitecer. E assim eu esperava a encontrar e mostrar para as minhas companheiras de viagem. Afinal, estávamos hospedadas no Hotel das Figueiras com este visual pela janela. No entanto, o tempo nos pregou uma peça, estava tudo branco e molhado ao abrir a janela do hotel nas primeiras horas do dia. A névoa não deixou ver nada o dia todo.

Mesmo assim, nossa passagem por São Lourenço do Sul não foi perdida. Descobrimos o que fazer com chuva e frio na baixa temporada. Nos sentimos na Casa das 7 Mulheres visitando a Fazenda do Sobrado, nos encantamos com a delicadeza dos bichos da Flajoke e nos deliciamos com frutos do mar no restaurante Tropicali’s.

A Revolução Farroupilha em São Lourenço

Além da praia, nosso principal objetivo na cidade era descobrir algo relacionado à Revolução Farroupilha. Tarefa cumprida! Simplesmente, fomos parar na fazenda de Don’Anna, uma das irmãs de Bento Gonçalves que ficou ainda mais famosa depois do seriado A Casa das Sete Mulheres. Embora haja controvérsia entre historiadores, a atual proprietária garante que ali é a casa onde as sete mulheres sobreviveram à guerra. Ivany Serpa compara detalhes da sua morada com os relatos descritos por Manuela, a sobrinha de Bento, enquanto conta as histórias da fazenda na sala de estar.

Fazenda do Sobrado (1790)
Fazenda do Sobrado (1790)

O sobrado de 1790 foi um luxo, para época de sua construção, por usar alvenaria além dos materiais comuns como sangue de boi e barro. Também foi um tipo de fortaleza estratégica pela proximidade e vista para a Lagoa dos Patos. As paredes tem 90 centímetros de espessura, o pé direito é altíssimo e a presença da maçonaria é forte através de vários símbolos. Ali, os revolucionários Gomes Jardim, Garibaldi, Bento e outros se encontravam para planejar as estratégias e tentar vencer o Império.

A família de Ivany adquiriu a fazenda em 1965 sem saber do seu passado, mas hoje resgata a história abrindo as portas para o turismo rural e histórico. A visita vale pela paisagem, arquitetura externa e a conversa com Ivany. Por dentro esta um tanto confuso com móveis de diferentes períodos competindo por espaço. Isto porque Ivany mora ali com familiares.

Berço de duzentos anos
Berço de duzentos anos
Baú era mala de viagem
Baú era mala de viagem

FAZENDA DO SOBRADO está localizada na Alameda Mano Serpa, 570, distante 1km do centro. Visitas somente com agendamento prévio pelo fone 53 3251-2141. Fale com D. Ivany e Maurício. Pode solicitar o almoço campeiro ou fazer um passeio à cavalo.

O artesanato do Sítio Flajoke

Os delicados biscuits da Bichos do Mar de Dentro eu já conhecia, não sabia como eram feitos nem por quem. Descobri visitando o casal José Carlos Neutzling e Flávia Coelho de Souza no sítio Flajoke. Um dos lugares onde as miniaturas são feitas. O destaque são os animais do tamanho da espessura de um dedo feitos com perfeição e muita prática.

Bichos do Mar de Dentro é o nome de uma associação de artesões responsáveis por confeccionar diferentes objetos de decoração. Os animais silvestres que vivem ao redor da Lagoa dos Patos (considerada o mar de dentro por ser invadida pela água salgada) e Reserva do Taim são inspiração onde a criatividade não tem limites.

Arte em miniatura dos animais encontrados na Costa Doce virou a marca Bichos do Mar de Dentro
Arte em miniatura dos animais encontrados na Costa Doce virou a marca Bichos do Mar de Dentro
Flávia faz tudo com as mãos
Flávia faz tudo com as mãos
Proporção das miniaturas na mão de Flávia
Proporção das miniaturas na mão de Flávia
FLAJOKE ARTE E CULTURA está na RS 265 e aceita visitas sob agendamento. Entre em contato com Carlos pelo telefone 53 3251-4357.

As peças são vendidas em lojas na região da Costa Doce que podem ser encontradas pelo site BICHOS DO MAR DE DENTRO.

Hotel em São Lourenço do Sul

Além da vista, o Hotel das Figueiras é uma excelente opção para famílias e grupos de amigos como o nosso. Ficamos as cinco bem acomodadas e espalhadas na mesma suíte de três ambientes. Com ar condicionado, bom sinal de WiFi e chuveiro bem quente. Um diferencial do hotel é ser acessível para idosos e pessoas com mobilidade reduzida. Tem rampas e elevadores facilitando o acesso. Na estrutura também dispõem de duas piscinas, uma aquecida e outra externa; churrasqueiras, bar, salas de lazer e centro de convenções.

Suíte no Hotel das Figueiras
Quarto Deluxe no Hotel das Figueiras
Banheiro
Banheiro
Café da manhã com produtos feitos na hora
Café da manhã com produtos feitos na hora

O café da manhã também merece destaque por oferecer produtos coloniais e sucos naturais fresquinhos. As atendentes nos sugeriram torradas e omeletes feitos na hora, mas o preferido foi cueca virada cheia de açúcar e canela.

HOTEL DAS FIGUEIRAS está estrategicamente bem posicionado em frente à Lagoa dos Patos, na Av. Getúlio Vargas, 400.

RESERVE NO BOOKING

Onde comer em São Lourenço do Sul

Um restaurante para atender diferentes públicos, na alta e baixa temporada, foi a nossa primeira experiência em São Lourenço do Sul. A lareira acessa e a simpática recepção dos proprietários do Tropicali’s, Suely e Hosman Bratz, deixaram todo o frio de julho do lado de fora. E para provar como nem só de carne vive o gaúcho, aceitamos e adoramos a sugestão da parrillada de frutos do mar. Uma deliciosa novidade feita com filés de tainha e linguado, camarões, lulas, mexilhões, batatas, azeitonas e pimentões vermelhos assados na grelha e servidos em chapa de ferro. Ainda veio acompanhado por arroz, pirão, salada verde e vinho da Serra Gaúcha. O cardápio é bem variado com pizzas, carnes, massas e, nos finais de semana de inverno, oferece founde.

Parrillada de frutos do mar
Parrillada de frutos do mar

Satisfeitas, fomos conhecer os outros espaços que só abrem nos dias mais movimentados. O lugar é enorme e no final do ano passado passou uma reforma para ficar melhor ainda. Sei por acompanhar a fanpage do restaurante. Tem ambiente mais descolado no bar e área de boliche e conta também com sorveteria.

Boliche
Boliche
Área mais jovem do restaurante Troplicali's
Área mais jovem do restaurante Troplicali’s

RESTAURANTE E BOLICHE BAR TROPICÁLI’S  fica na Av. Getúlio Vargas, 81. Funciona de terça a domingo no almoço, no jantar e tarde da noite no Boliche.

 

Tome nota São Lourenço do Sul

Saiba mais sobre a cidade no site de turismo local SÃO LOURENÇO É BOM DEMAIS. Quando conseguir voltar, vou atualizar com fotos melhores e mais informações. Fiquei com vontade fazer o Caminho Pomerano, mas isto é uma outra viagem.

Leia todos os artigos postados aqui sobre a Rota Farroupilha

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais. Fotos de Criz Azevedo, Roberta Martins e Hotel das Figueiras. Visita a fazenda e jantar foram cortesia.

A viagem #RotaFarroupilha é um projeto do Territórios em parceria com As Peripécias de uma FlorCafé ViagemMochilinha Gaúcha e participações especiais de Andarilhos do Mundo e da jornalista Criz Azevedo. O roteiro teve o apoio de empresas regionais como BC&M Advogados e Agropecuária Sallaberry, além do suporte do Sebrae Costa Doce e de algumas secretarias de turismo. A ideia surgiu ao saber da Rota Caminho Farroupilha. Elaborada pelo Sebrae RS e oferecida como pacote turístico pela Tchê Fronteira Turismo.

São Lourenço do Sul na Rota Farroupilha

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site e fotógrafa. Há 11 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo.

Deixe uma resposta