Safari em quadriciclo


Basta vasculhar a categoria África do Sul para perceber quantas experiências incríveis dá pra viver por lá, mas algumas são ainda mais emocionantes e tenho uma aventura especial pra contar. O dia em que fiz um tipo de safari em quadriciclo. Não haviam animais perigosos ou selvagens, eram avestruzes, antílopes, tartarugas e a oportunidade de interagir com girafas.

Siga @blogterritorios no InstagramSiga no Instagram      Leia todos os artigos sobre o país
Precisa de seguro?Pegue o cupom de desconto aqui

A promessa de chegar bem pertinho das girafas era a motivação e objetivo do dia, claro que curtir a velocidade do quadriciclo também. Não era minha primeira vez e não via a hora de sentir o vento na cara e colocar os músculos dos braços pra trabalhar. Parece simples, mas é preciso força para manobrar nos terrenos mais difíceis e evitar quedas.

Safari em quadriciclo

Um instrutor relembrou o que pode e não pode fazer, ajudou quem nunca tinha andado e saímos atrás dele em busca das girafas. A primeira parada foi para apreciar a vista de um vale que termina no mar e ter noção do tamanho do lugar onde estávamos.

Parada para apreciar a vista do vale e o mar no canto esquerdo
Parada para apreciar a vista do vale e o mar no canto esquerdo

Seguimos pela trilha, passamos pelo barro, contornamos açudes, entramos no mato e quase voei quando, sem querer, usei uma pedra como rampa. Pernas e tronco foram pro alto por segundos, mas consegui manter as mãos firmes no guidão e recuperar o controle sem acidentes. Apenas não me pergunte como, só senti a tremedeira nas pernas depois.

Paramos em outro ponto no meio das árvores, onde o instrutor costuma encontrar girafas, mas elas estavam brincando de esconde-esconde com a gente. Depois até vimos um grupo de longe que acabou sumindo…

Pela trilha esburacada para ser com emoção
Pela trilha esburacada para ser com emoção

Encontro com Abby

As duas horas de passeio estavam acabando quando voltamos pra entrada e veio a surpresa. Abby, um girafa adolescente nos aguardava. Sem grandes cerimônias ele começou a abaixar a cabeça para se aproximar. Vieram lambidas e fungadas para alegria de todos e frustração minha… Sou baixinha demais para interagir com Abby. Ele até tentou, mas devia ser incômodo baixar tanto. O jeito foi subir no quadriciclo ou chamar ele do terreno mais alto, consegui tocar para o registro fotográfico, mas foi tão rápido.

Tentando interagir com Abby
Tentando interagir com Abby
O registro da interação
O registro da interação

Outra concorrência desleal eram os cabelos, Abby adorou sentir a barba dos meninos e o cabelo da Cris. Além de baixinha, tenho cabelo curto! Mesmo assim adorei chegar bem pertinho e interagir com a simpatia de Abby. E o momento rendeu fotos ótimas dos meus amigos e o vídeo abaixo.

SAIBA O QUE MAIS FAZER EM CINTSA

Terminar o passeio de quadriciclo com Abby foi perfeito
Terminar o passeio de quadriciclo com Abby foi perfeito

Eu e Abby
safari em Quadriciclo safari em Quadriciclo

Momento incrível com Abby

 

 

Acompanhe todos os posts sobre esta viagem no artigo resumo – 33 dias em 5 minutos.

O projeto Blogueiros na África do Sul (#DescubraAfricadoSul) foi uma realização do Travel Concept Solution e apoio da Pangea TrailsSouth African AirwaysDetecta Hotel e incentivo da agência nacional de turismo (South African Tourism), da cidade de Joanesburgo (Joburg Tourism) e também de Cape Town (Cape Town Tourism). A viagem foi patrocinada, mas as opiniões aqui expressas são de livre expressão do autor. Veja também os blogs que participaram da viagem: Dentro de MochilãoTerritóriosViajando com Eles e Viagem Criativa.

Tome Nota

Dica: leve óculos de sol, não faça a barba e solte os cabelos.

A atração é um dos passeios opcionais do PANGEA TRAILS na parada em Cintsa, na Wild Coast. Acontece no RESORT AREENA, opção de hospedagem com muitas atividades de aventura na terra e na água. Como estávamos na beira da praia, apenas passamos a tarde por ali fazendo o Quad Bike Safari.

Hospedagem em Cintsa: BUCCANEERS LODGE é um resort, pousada e hostel com vista linda entre montanhas, rio e o mar. Frequentado por casais de todas as idades, famílias e mochileiros, é o tipo de hotel pra escolher entre se isolar e usar as áreas compartilhadas ou serviços do restaurante. 

Câmera no peito, óculos e sorriso na cara

Fotos de Roberta Martins, Cris Marques e Guilherme Tetamanti. Trechos do video de Guilherme Tetamanti.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

2 comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.