Riviera Maya

Ruínas maias e praia paradisíaca


Para quem gosta de história, mas também curte natureza, Tulum, um sítio arqueológico localizado na Riviera Maya, é o lugar perfeito. Este foi o  destino no nosso primeiro dia no México. Meu marido e eu estávamos ansiosos (o Gabi, nosso filho, nem tanto, mas topa tudo sem reclamar) por conhecer estas ruínas maias.

Riviera Maya

Estávamos hospedados em Playa del Carmen, a menos de uma hora de carro. Como havíamos alugado um (facilita quando se viaja com criança), foi super fácil chegar. Quem está a pé, tem inúmeras opções de excursões que levam ao local.

Chegando lá, compramos o ingresso que incluía, além da entrada, transporte em um trenzinho até a entrada do sítio arqueológico, guia particular (meu marido sempre tem muitas perguntas a fazer) e passeio de barco. Quem gosta de caminhar pode ir a pé. Pegamos o trem porque o caminho, para o Gabi, seria muito cansativo. Antes de entrar no sítio é fundamental comprar água e ir ao banheiro.

Templo de los frescos
Templo de los frescos

Tulum

Tulum foi uma próspera cidade maia, protegida por uma grande muralha. No seu interior, nos deparamos com as ruínas do que um dia foram templos, tumbas, habitações, torres de vigilância e iguanas, muitas iguanas. Elas estão por todos os lados.

Onde antes viviam os maias, hoje habitam as iguanas
Onde antes viviam os maias, hoje habitam as iguanas
El Castillo
El Castillo

Voltando às ruínas, destaco EL CASTILLLO, templo de sacrifícios humanos. É incrível!

E como se não bastasse esta aula de história ao ar livre, Tulum fica à margem de uma lindíssima praia. Basta descer uma escadinha e se refrescar no mar do Caribe.

Praia junto ao sítio arqueológico
Praia junto ao sítio arqueológico

Playa Maya Dorados

Templo del viento visto do mar
Templo del viento visto do mar

Depois de visitar o sítio arqueológico, pegamos nosso carro e fomos até Playa Maya Dorados (bem perto dali), onde pegamos um barco para vermos as ruínas do mar. A ideia é ter a visão que os espanhóis tiveram quando ali chegaram. O passeio também incluiu mergulho em um local com restos de um navio pirata. Na minha opinião, não valeu a pena. Esperamos muito pelo barco na praia. O passeio foi curto, nossos guias nada simpáticos (uma raridade, já que os mexicanos são muito alegres e acolhedores) e como eu não tenho muita intimidade com equipamentos de mergulho, não vi navio pirata nenhum, apenas peixes. Também foi cansativo explicar para um menino de cinco anos que ele não poderia mergulhar ali. A vista foi a única coisa que valeu.

Quando retornamos à areia, caminhamos poucos metros e estávamos na Playa Paraíso, que como o próprio nome já diz, é um paraíso.

Berçário de tartarugas
Berçário de tartarugas

Veja mais passeios com crianças no México:

Chichén Itzá, umas das sete maravilhas do mundo

Encontro com golfinhos em Isla Mujeres

Tome Nota

O SÍTIO ARQUEOLÓGICO DE TULUM é aberto à visitação todos os dias da semana, das 8h às 17h. O preço da entrada varia, pois pode pagar apenas pelo ingresso, ou incluir outros serviços, como guia para guia, guia particular e passeio de barco.

Para mais informações, visite o site.

Use tênis ou chinelo, roupas frescas, boné ou chapéu. Por baixo coloque roupa de banho, pois depois de caminhar pelas ruínas maias, é impossível resistir ao mar do caribe. 

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Daniela Rocha Lima

Daniela Rocha Lima

Jornalista, especialista em artes visuais e mãe do Gabriel. Sempre em busca de novos destinos, encontrou no filho um ótimo companheiro de viagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.