Caribe Holandês

Roteiro de 3 dias em Curaçao, o Caribe Holandês!


Ir para Curaçao no Carnaval foi uma decisão dessas que a gente toma sem pensar muito. E não é que foi uma experiência e tanto!? Quando fechei a viagem fiz umas pesquisas e imaginei que seria um destino romântico, pacato e pouco recomendado para quem viaja sozinho (ainda bem que me enganei!). Claro que tem lugares paradisíacos e pode ser ideal para quem quer curtir uma viagem a dois, mas também é ótimo para quem está sozinho.

AGILIZE SUA VIAGEM
Lembre o seguro viagem! Pegue o cupom de desconto

Leve o chip internacional com Internet desde o Brasil

Quer dirigir neste cenário? Pegue as dicas para alugar um carro no exterior

Quer agendar passeios e transfer agora em Curaçao? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

Roteiro no Caribe Holandês

Tive apenas três dias e acho que soube aproveitar bem o meu tempo:

Dia 1 – Sea Aquarium e Carnaval em Curaçao

Visitei o SEA AQUARIUM, com direito a novos amigos e um encontro emocionante com golfinhos. Nunca tinha interagido com um golfinho e posso dizer que foi maravilhoso. Ainda no Sea Aquarium pude ver flamingos, leões-Marinhos, arraias e várias espécies marinhas. Valeu cada centavo!

Esses golfinhos do Sea Aquarium são encantadores
Esses golfinhos do Sea Aquarium são encantadores

Saindo do Sea Aquarium, aproveitei para curtir o dia em MAMBO BEACH. Embora seja uma praia particular e mais comercial, é uma praia linda que oferece uma infraestrutura com bons restaurantes, bares e cabanas de massagem. Pra quem gosta de agito é uma boa pedida! Saindo de lá fui para Cabana Beach, que fica ao lado, mas não fiquei muito tempo.

Mambo Beach, a mesma da foto destaque
Mambo Beach, a mesma da foto destaque

Em seguida, fui a pé até PUNDA, na companhia de um casal de brasileiros muito simpático. Foi uma tremenda caminhada, regada a muito calor e cervejas locais! Foi ótimo para descobrir lugares não tão explorados.

Chegando em Punda almoçamos e pude ver a ponte flutuante em movimento. Achei fantástico! Impossível ver a ponte e não querer cruzá-la para ver o que há de bom em Otrabanda. Foi isso que fiz! Já que estávamos lá resolvemos esperar para ver o famoso CARNAVAL DE CURAÇAO, que não tem um terço da animação do carnaval brasileiro, mas tem de sobra organização, música caribenha e cores vibrantes.

Carnaval em Curaçao é assim colorido e vibrante!
Carnaval em Curaçao é assim colorido e vibrante!

 

Eis a piña colada de Curaçao!
Eis a piña colada de Curaçao!

Nesse mesmo dia experimentei um drink diferente: o Curaçao Blue. Achei tão doce que tive arrepios, mas nessa altura do campeonato já não importava tanto o sabor que tinha, pois o interessante era experimentar os sabores do Caribe. Tinha licor de café, de menta, de pistache…

Como o carnaval em Curaçao acabou cedo, fui a um bar com o casal de amigos, onde ficamos até duas da manhã. Para minha surpresa o lugar estava meio vazio, então concluí que Curaçao nesse período não é tão agitado assim. Independente disso, fomos muito bem atendidos e o Café de Tijd era bem legal.

Punda esbanja charme e diversidade cultural
Punda esbanja charme e diversidade cultural

Dia 2 – Hora de aproveitar as praias do Caribe Holandês!

Para otimizar o pouco tempo que tinha, fechei um TOUR para conhecer as principais praias e me apaixonei por Kenepa Beach e Cas Abao. Também estive na Lagun, mas não parei por muito tempo porque estava lotada e só compensaria se eu fosse praticar mergulho, o que não era o caso.

Em Cas Abao… Mente quieta e coração tranquilo
Em Cas Abao… Mente quieta e coração tranquilo

Durante o percurso o guia foi me explicando a história de Curaçao e fez algumas paradas estratégicas, como em Boka Pistol: um lugar impressionante, onde tive a impressão que as ondas alcançavam o céu.

Mais tarde, fui jantar com o casal de amigos que tinha conhecido no dia anterior e aproveitamos para pedir um frango ao curry delicioso. Depois, demos uma volta no Rif Fort, mas as suspeitas de que a vida noturna em Curaçao não é tão badalada se confirmaram.

Kenepa Grandi me impressionou!
Kenepa Grandi me impressionou!

Aproveitamos para passear mais um pouco e curtir minha última noite na ilha. Porém, na hora de ir embora, foi impossível achar um táxi e desejei como nunca ter escolhido um hotel em Punda. Foi aí que o casal de amigos sugeriu que fossemos até o hotel onde estavam hospedados e pedíssemos um táxi. Por fim, o segurança do hotel deles acabou me levando e pude perceber como os caribenhos podem ser gentis e prestativos.

Em Boka Pistol, onde as ondas alcançam o céu
Em Boka Pistol, onde as ondas alcançam o céu

Dia 3 – Passeio de Tuk Tuk e mercado central

Você sabia que Curaçao significa Arte de Curar
Você sabia que Curaçao significa Arte de Curar

PASSEIO DE TUK TUK é uma ótima pedida para conhecer melhor Punda, Otrobanda, Scharloo e Pietermaai, tirar muitas fotos e ainda aprender um pouco da história dessa ilha tão linda.

Na volta, almocei no PLAZA BIEU – um mercado central muito famoso por seus peixes frescos assados na hora. De lá, dei uma volta no mercado de frutas venezuelanas, que chegam de barco para serem comercializadas ali, e depois fui ver uns artesanatos e galerias de arte. Aliás, se você gosta de arte poderá se esbaldar em Curaçao, afinal opções não faltam.

Tem como não apreciar a arte pitoresca da Nena Sanchez
Tem como não apreciar a arte pitoresca da Nena Sanchez

 

Ponte flutuante Queen Emma
Ponte flutuante Queen Emma
  • ONDE FICAR

Hotel em Curaçao: fiquei no afastado MOONZ BED AND BREAKFAST.

Tour pelas praias: contratei Around Curaçao Tours.

Pra quem não sabe, Curaçao é um país situado no Caribe. Já fez parte das Antilhas Holandesas, composta por Aruba, Bonaire e Curaçao. A moeda oficial é o Florim, mas é totalmente possível se virar com dólar, já o idioma local é o papiamento, que é uma mescla de holandês, inglês e português.

Mais fotos do Caribe Holandês:
Curaçao Cas-abao-e-assim-Tem-ate-massagem-de-frente-para-o-mar Em-Curacao-e-muito-comum-ver-hoteis-boutique-por-toda-parte curaçao

Chegando em Kenepa Grande
Chegando em Kenepa Grande

Miriã Melo é publicitária, apaixonada pela vida, fotografia e viagens. Depois de fazer um Master em Marketing Digital na Espanha, retornou para São Paulo e atualmente trabalha como Gerente de Contas em uma empresa de serviços de tecnologia.

 

 

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Leitores

Leitores

Relatos e fotos dos leitores que amam viajar e enviam suas histórias incríveis pelo mundo.

9 comentários

  1. Oi Miriã! Esse mês farei uma viagem sozinha a Curaçao, também de 3 dias, e suas dicas caíram muito bem, além de me deixarem mais tranquila principalmente com o fato de mulher viajando sozinha!
    Gostei da parte de fechar um tour pra ir pras praias mais afastadas. Eu estava pensando em alugar um carro por um dia pra ir pro norte da ilha e pra Jan Thiel, ou talvez do norte e pra Cave, mas receosa de dirigir sozinha num lugar pela primeira vez.
    Procurei a Around Curaçao Tours que você indicou nos comentários, mas não encontrei :/ Mas vou procurar uma agência mesmo. Sei que é relativo, mas o preço fica muito salgado? O aluguel do carro está 45 dólares. Imagino que o tour seja mais caro, mas conforme for, vale a pena a diferença;
    Obrigada!

    1. Oi Mirna, fico feliz que tenha gostado das dicas! O tour foi bem mais caro… mas valeu muito a pena! Caso queira comparar, dá uma olhada nesse site: http://privatecuracaotours.com/
      Espero que curta bastante e passe aqui pra contar pra gente! Bjs

  2. Adorei as suas dicas! Você só foi para Curação e depois voltou para o Brasil ou foi para outros lugares também? Queria ir para Curação mas só iria ficar de quinta a domingo e depois voltaria para o Brasil. Pelo que você relatou dá, né?
    Abs!

    1. Oi Karina, vou responder pela Miriã porque tenho a resposta. Ela só foi a Curaçao e voltou ao Brasil. Fazendo um planejamento prévio do que pretende conhecer pra não perder tempo, dá tempo sim. Depois volte aqui pra contar o que achou.

      Abraço

  3. Nunca pensei que dava para ir sozinha em Curaçao. Gostei da dica! Já foi para a wishlist.

  4. Oi, Miriã!
    Tu lembras o nome da agência que te levou às praias? É fácil encontrar agências por lá para fazer tours nas praias? Não sei se quero alugar carro…

    1. Oi, Yuri!
      Lembro sim! Fechei com a Around Curaçao Tours. Se for entrar em contato com eles, pode procurar o Andy Rolfast, ele é ótimo e tenho certeza que vai planejar algo do jeito que você espera! 😉

  5. Oi Diogo! Fico feliz que tenha gostado. 🙂
    Sobre os gastos, foram bem tranquilos. O que mais pesou no orçamento foram os passeios, mas aí vai depender muito do que você quiser fazer. Ah, se for com mais tempo vale a pena alugar um caro para visitar as praias e aproveitar mais.

  6. Que legal! Já pensei em visitar e nunca imaginei que um roteiro de 3 dias seria legal. E sobre os gastos, como foram?
    Até animei de novo! hahah

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.