PIratini

Piratini revive a Revolução Farroupilha com tour e encenação


Piratini foi a primeira parada da Rota Farroupilha na região da Campanha e surpreendeu pelo bom estado de preservação tanto da arquitetura quanto da história encenada por atores voluntários.

Durante onze dias viajamos entre amigos blogueiros para descobrir nossas origens e novas atrações das cidades históricas do extremo sul do Brasil. Desde então, toda semana publico por aqui como fazer o mesmo e o que mais gostei de ver.

Siga @blogterritorios no InstagramSiga no Instagram
Casa do Major Pantaleão Medicis da Silveira de 1887
Casa do Major Pantaleão Medicis da Silveira de 1887

Piratini

Era o quinto dia quando partimos de Pelotas rumo a Bagé (189 km) com paradas nos municípios Pinheiro Machado, Candiota e, antes, um desvio até Piratini (mais 66 km ida e volta). Mesmo com os quilômetros a mais, nem pense em desistir porque a localidade sede de uma das primeiras experiências republicanas na América Latina é a que preserva de forma mais interessante e criativa esta memória.

Piratini foi a primeira capital Farroupilha (1836), ou sede oficial da República Rio-Grandense por mais de dois anos. Fato responsável por elevar a vila ao status de município e, anos depois, pela punição de voltar a categoria de vila. Contudo, a origem do povoado começou décadas antes na chegada dos açorianos (1789) cuja primeira construção ainda resiste e leva o nome Casa da Camarinha.

Casa de Camarinha teve a primeira parte (esquerda) construída em 1789. A casa mais antiga de Piratini
Casa de Camarinha teve a primeira parte (esquerda) construída em 1789. A casa mais antiga de Piratini

Hoje é uma pequena cidade de 20 mil habitantes onde, em praticamente qualquer ponto, se enxergam as colinas da zona rural e alguma casa colonial. Local onde muitos homens se vestem de boina, bota e bombacha da mesma forma como o jeans é usado na maioria das cidades. Usam como vestimenta diária não só para preservar a tradição, mas também por ser quente no inverno e confortável. E o motivo nem precisei perguntar porque meu pai e seus amigos usam desde sempre para trabalhar no campo. Eles são veterinários.

A personagem Manoela durante interpretação
A personagem Manoela durante interpretação

O Tour Temático

Todo este cenário preservado inspirou um grupo de moradores a contar através do teatro ao ar livre como foi a Piratini no tempo da Revolução Farroupilha. Eles recriam personagens com seus figurinos de época e se misturam ao povo até o momento de começar o espetáculo. Os atores do TOUR TEMÁTICO percorrem os pontos históricos passando por prédios tombados e ruas centenárias.

Infelizmente, a chuva atrapalhou nossa diversão na rua e os atores adaptaram o texto para cenas do cotidiano dentro do PALÁCIO DO GOVERNO, antiga sede da República Rio-Grandense. O prédio é um exemplar colonial único no Estado com um tipo de cisterna, fogão gaúcho de chão e chaminé de sete bocas no estilo árabe. Atualmente é a Secretaria de Cultura e Museu Histórico Barbosa Lessa.

Cenas do cotidiano farroupilha
Cenas do cotidiano farroupilha

Conversando com os atores após a apresentação, contaram como os expectadores se emocionam ao ouvir o hino no final e como recebem turistas de várias partes do mundo em busca do relato, inclusive dos antepassados dos guerreiros farroupilhas. Assista o recado da Silvia Garcia para entrar no clima da nossa conversa:

Parte do grupo Encenação no Palácio do Governo
Parte do grupo Encenação no Palácio do Governo
  • Como fazer o Tour Temático
Os personagens Bento Gonçalves e sua esposa
Os personagens Bento Gonçalves e sua esposa

O tour é realizado há dois anos, pelo grupo de TEATRO ENCENAÇÃO, sob agendamento e número mínimo de 20 participantes, mas acredito ser possível negociar para grupos menores. Custa R$ 20 por pessoa somente nos finais de semana e feriados. É preciso agendar 15 dias antes com Eliane no e-mail grupodeartesencenacao@hotmail.com ou pelo telefone 53.3257.3278.

E como aconteceu conosco, as apresentações podem mudar conforme a ocasião, inclusive, pode pedir destaque para um personagem específico e eles pesquisam e encenam.

Sinalização final da Linha Farroupilha em frente ao Museu Histórico Farroupilha
Sinalização final da Linha Farroupilha em frente ao Museu Histórico Farroupilha

 

A Linha Farroupilha

Um roteiro de 800 metros a pé percorrendo o Centro Histórico com ou sem guia é outro passeio interessante. Basta encontrar a placa inicial localizada em frente ao Palácio do Governo e ver quais pontos deseja passar em frente ou entrar, como no Museu Farroupilha. Apenas preste atenção nas placas de metal no chão, elas identificam os pontos e a lança aponta para onde devemos olhar. Se for casa, terá uma placa pequena contando um fato ou quem morou ali.

Sinalização de metal na calçada indica ponto da Linha Farroupilha
Sinalização de metal na calçada indica ponto da Linha Farroupilha

Eu adorei, achei a sinalização discreta, bonita, funcional e tudo a ver com o contexto. Muito melhor do que placas enormes escondendo o mais importante. E também a posição dos fios de eletricidade ser acima dos telhados na maioria das construções. Desta forma, deixa as fotos melhor enquadradas. Neste sentido, temos um belo exemplo da importância do cuidado com esses fios para deixar uma cidade histórica fotográfica, em Alcântara a rede elétrico é subterrânea no centro histórico e mostro neste artigo.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição de 1814
Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição de 1814

Enfim, Piratini está de parabéns pelas iniciativas em prol de manter viva a memória dos gaúchos. O conjunto patrimônio mais apresentação se diferencia de todos os demais municípios da Rota Farroupilha.

Tome Nota Piratini

Objetos em exposição no Museu Histórica Barbosa Lessa
Objetos em exposição no Museu Histórica Barbosa Lessa

Piratini tem duas GUIAS DE TURISMO credenciadas: Eliane Peroba e Francieli Domingues, elas podem ser contatadas pelo telefone 53.99618127. Eliane nos acompanhou na caminhada Linha Farroupilha e as duas na visita ao Museu Barbosa Lessa. Acabou sendo ainda mais interessante ouvindo os detalhes e curiosidades que não estavam nas placas.

MUSEU HISTÓRICO BARBOSA LESSA fica dentro do Palácio do Governo (rua Coronel Manuel Pedroso, 77). Abre de terça a sexta das 09h às 11h30 e
13h30 às 17h. Sábados, domingos e feriados das 14h30 às 17h.

Trança de calabresa
Trança de calabresa

Como chegar: São 98 km entre Pelotas e Piratini somente por acesso terrestre. O aeroporto mais próximo fica em Pelotas. De CARRO, siga pela BR-293 em direção a Pinheiro Machado e dobre a direita no trevo de acesso a RS-702. ÔNIBUS fazem o trajeto em cerca de duas horas quatro ou cinco vezes por dia.

O que comer: fizemos apenas um lanche antes de pegar a estrada e eu adorei a TRANÇA DE CALABRESA. Pão recheado típico de Piratini.

Visite o site de turismo de Piratini.

Leia o guia onde e quando quiser
Leia o guia onde e quando quiser

Aproveite que o ? é um excelente destino para viagens de carro e alugue o seu no site da Rental Cars.

Se prefere ter todo o conteúdo sobre a Rota Farroupilha para consultar durante a viagem e ainda ter sugestão de roteiros com mapa interativo detalhado, adquira o guia Guia RS Rota Farroupilha.

Casa do Comendador Fabião do século 19
Casa do Comendador Fabião do século 19
Teatro Sete de Abril
Teatro Sete de Abril
Prefeitura Municipal era a Antiga Casa da Câmara, de 1934
Prefeitura Municipal era a Antiga Casa da Câmara, de 1934
Residência do Comendador Moreira Fabiao construída entre 1800 e 1850
Residência do Comendador Moreira Fabiao construída entre 1800 e 1850
Poço é uma cisterna para coletar a água da chuva no Palácio do Governo, de 1826
Poço é uma cisterna para coletar a água da chuva no Palácio do Governo, de 1826
Casa de Manoel Ricado Lucas construída por volta de 1821
Casa de Manoel Ricado Lucas construída por volta de 1821

 

 

 

A viagem #RotaFarroupilha é um projeto do Territórios em parceria com As Peripécias de uma FlorCafé ViagemMochilinha Gaúcha e participações especiais de Andarilhos do Mundo e da jornalista Criz Azevedo. O roteiro teve o apoio de empresas regionais como BC&M Advogados e Agropecuária Sallaberry, além do suporte do Sebrae Costa Doce e de algumas secretarias de turismo. A ideia surgiu ao saber da Rota Caminho Farroupilha elaborada pelo Sebrae RS. É oferecida como pacote turístico pela Tchê Fronteira Turismo.

rotafarroupilha

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 12 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

4 comentários

  1. Parabéns pelas dicas de viagens, indico Piratini na semana farroupilha, é sem dúvida o melhor desfile da gauchada, com temas revivendo alusivo à data.
    Parabéns Piratini

  2. Como faço para por propaganda minha loja na pagina de vcs??/

    Tenho uma casa de rações, veterinária e pet shop.

    att

  3. Linda postagem sobre minha cidade. Porém tem alguns erros kkkk
    A primeira foto que está como sendo a do Boticário na verdade era do Coronel Pantaleão Médice da Silveira de 1884. A Igreja foi construída em 1858, a Prefeitura foi construída em 1858 e a casa que está como de Manoel Lucas é o Antigo Teatro 7 de Abril 😉

    1. Obrigado Eramos, algumas confirmei no site de turismo da cidade. Vou verificar novamente e arrumar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WhatsApp chat