Onde comer em Buenos Aires

Paladar porteño


Voltando ao tema sobre aguçar os sentidos, chegou a vez do paladar. Divido com vocês meus últimos achados gastronômicos para vocês saber onde comer em Buenos Aires.

Read in English

Onde comer em Buenos Aires

The New Brighton
The New Brighton
Vinho Martins
Vinho Martins

THE NEW BRIGHTON

Uma deliciosa descoberta em frente ao hotel onde estávamos hospedados. Primeiro chamou atenção pela beleza e estilo britânico tradicional, depois pelo atendimento impecável e adega completa e, finalmente, pelos pratos bem servidos e saborosos. A casa era uma antiga loja de gravatas inglesas (séc. XIX) que reabriu há poucos anos como restaurante, mantendo detalhes da decoração original e o mesmo estilo tradicional. Fomos almoçar num sábado com movimento fraco, mas durante a semana parecia lugar de executivos, vários entravam e saiam de gravata inclusive à noite. Foi o dia de experimentar frutos do mar. Pedimos pratos que variavam entre 78,00 e 105,00  pesos para 1 pessoa. Aqui descobri e aprovei o vinho Malbec da família – Bodega Martins.

Todos os pedidos foram aprovadíssimos com destaque para a truta.

Endereço: Sarmiento, 645, Centro. 

 

BROCCOLINO

Uma tradicional cantina italiana com vários ambientes e variedade de massas e molhos, incluindo receitas com frutos do mar. Ótimo para repor as energias depois das tantas caminhadas. A média fica em 70 pesos por pessoa bebendo água ou pomelo e sem sobremesa.

Endereço: Esmeralda, 776, Centro.

Leia dicas de Buenos Aires nos posts:

5 noites em Palermo

Os Palermos de Buenos Aires

Tome Nota

Preste atenção aos alfajores sem cobertura de chocolate que são vendidos à granel nas panaderias. São divinos e menos enjoativos.

Não deixe de tomar o sorvete FREDDO e comer facturas (doces com massa e recheio) em qualquer cafeteria.

Uma só pessoa deve acertar a conta final, eles odeiam e brigam se clientes querem dividir ou pagar em formas diferentes. Te tratam mal mesmo.

Se não come carne mal passada, prefira peixes. Não existe bem passado por lá, no máximo quase ao ponto. Se pedir mal passada o bicho vem mugindo!

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 12 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

1 comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.