Onde comer no Arizona

Onde comer no Arizona? Dica de 9 restaurantes


De ambientes temáticos à forte influência mexicana, comer no Arizona foi uma prazerosa surpresa pra quem esperava passar a semana a base de fast food. Teve hambúrguer, batata e frango frito, mas também teve feijão, frutos do mar, bifes suculentos e muito abacate.

Sou fã da comida mexicana, desde que possa escolher a dose de pimenta no meu prato, e no Arizona foi assim. Quando a receita era apimentada, o aviso estava no cardápio e nunca errei no pedido. Por outro lado, a quantidade era um exagero sempre, a cada prato eu fazia uma escolha: desperdiçar ou passar mal. E mesmo escolhendo a segunda opção, não conseguia ingerir tudo. Então comecei a explicar para os atendentes como eu gostaria de algo menor ou mais leve por comer pouco, mas até a salada individual era um balde que valia por duas refeições!

Em tempos de dólar alto, a dica pra economizar, ou não desperdiçar, é dividir o prato com alguém e pedir entrada ou sobremesa para acompanhar. Comigo acontecia de ficar de olho nos doces e não ter coragem por receio do tamanho. Pensando em valores, os preços estavam razoáveis no menu (de U$12 a U$30 o prato principal) e quando via o tamanho, até achava barato. Claro que o nosso real valia mais no período da viagem, foi em maio.

Onde comer no Arizona

Para te ajudar a não errar nos locais, conto como foi nos nove restaurantes que experimentei. Quanto aos pratos, melhor seguir o seu gosto pessoal porque a maioria oferece variedade e originalidade que tornam a escolha bem difícil. Segue a lista separados por cidades:

Prescott

PRESCOTT STATION

Foi o melhor restaurante da viagem em uma cidade com várias opções conceituadas. Decoração atual e aconchegante com atendimento diferenciado e presença do chef proprietário na hora do pedido. São diversas misturas inusitadas de sabores familiares no cardápio. Delirei no jantar provando Lamb Mediterranean – carré de cordeiro marinado acompanhado por cuscuz, tomates secos, queijo feta, espinafre e pistache.

Onde: 200 E Gurley St.

THE PALACE

Onde comer no Arizona
Salão principal do The Palace

Construído na histórica Whiskey Row de 1877, famosa por ter vários salões como vemos nos filmes de faroeste, é o saloon mais antigo ainda em funcionamento do Arizona. E dizem ser o melhor restaurante histórico dos Estados Unidos. Logo na chegada já entrei no clima abrindo as portas de madeira para uma entrada triunfal! Diferente dos filmes, ninguém me deu atenção, talvez eu não tenha sido original.

Os atendentes se vestem com trajes de época, cabeças de animais empalhados e fotografias antigas decoram as paredes e o material predominante é a madeira que deixa o ambiente escuro. As comidas são grelhados e hambúrgueres, optei pelo Buffalo Burguer com um bife alto e mal passado do jeito que eu gosto.

Onde: 120 S Montezuma St.

Paredes do The Palace
Paredes do The Palace

Flagstaff

Frituras como aperitivos na Historic Brewing Company
Frituras como aperitivos na Historic Brewing Company

HISTORIC BREWING COMPANY

Uma cervejaria artesanal estilosa com cuidado em cada detalhe da decoração, incluindo a lojinha com produtos criativos. Combina com o público jovem local e clima da cidade, Flagstaff é cidade universitária onde a famosa Rota 66 passa no meio. As comidas harmonizam com cervejas e a preferencia é por produtos regionais. Provamos uma degustação de linguiças, queijos, presuntos, salgadinhos e hambúrgueres deliciosos. Foi o restaurante mais legal da viagem.

Onde: 4366 E. Huntington Drive

Produtos orgânico na tábua de frios
Produtos orgânico na tábua de frios

Cottonwood

SCHOOLHOUSE RESTAURANT

Todas as culinárias se encontram por ali e são muito bem preparadas, pelo menos nosso grupo foi eclético nos pedidos e nada decepcionou. O exagero na quantidade diminui um pouco, mas continua bem servido. As entradas são ótimas, só não posso dizer a melhor porque não consegui me decidir ao provar um pedacinho de cada. Fui de Fresh Sonoran White Shrimp & White Cheddar Polenta e o tempero da polenta conseguiu ser melhor do que o camarão.

Onde: 202 N Main St.

 

Cameron

CAMERON TRADING POST

Um salão enorme conta a história dos índios Navajos e os primeiros desbravadores da região através de fotografias e tapeçarias nas paredes. Os proprietários são descendentes dos fundadores e pouca coisa mudou desde o tempo do velho oeste. O restaurante é dentro do paradouro (de 1916) de mesmo nome construído ao lado da primeira ponte que dava acesso ao lado sul do Grand Canyon. O lugar é simples, tem aparência antiga e atendimento demorado, mas o Navajo Taco (parece uma pizza de massa grossa) estava bem bom. É o prato principal da casa mesclando a culinária mexicana com a dos índios locais.

Onde: 54 Miles North of Flagstaff on Hwy. 89

Navajo Taco no restaurante do Cameron Trading Post
Navajo Taco no restaurante do Cameron Trading Post

Grand Canyon Village

EL TOVAR

É o restaurante do histórico El Tovar hotel na borda do Grand Canyon. A impressão de sofisticação na decoração, os ilustres que já passaram por ali e o atendimento faz pensar que o valor da conta será alto, mas está na média dos indicados nesta lista. O cardápio é tradicional e provavelmente será a melhor refeição em South Rim. Recomendaram a sopa do dia que estava maravilhosa, até melhor que o Tortellini Tuscano com camarão, o prato principal. A mesa de doces na entrada impressiona, mas o gosto é simples e dispensável depois dos outros pratos. Chegue cedo no almoço e reserve a mesa perto da janela pra ter a melhor vista.

Onde: 1 El Tovar Road

Mesa de doces na entrada do restaurante El Tovar
Mesa de doces na entrada do restaurante El Tovar

Tusayan

Fachada do Big E Steakhouse
Fachada do Big E Steakhouse

BIG E STEAKHOUSE & SALOON

Outro restaurante para se sentir em um filme de faroeste, mas, diferente de Prescott, é recente inspirado nos antigos salões. As paredes imitam fachadas de cidades do velho oeste e tem um palco com apresentações (não teve neste dia). No cardápio batatas recheadas e grelhados apetitosos, mas o atendimento e astral do lugar perdem quando comparado a todos os outros desta lista.

Onde: B 395 State Rte 64

O salão do Big e Steakhouse
O salão do Big E Steakhouse

Tempe

MILAGRO’S

É o restaurante do hotel Double Tree by Hilton onde fiz minhas primeiras refeições (almoço e jantar) no Arizona e já fiquei impressionada com o tamanho e sabor dos pratos. O atendimento é ótimo, tanto que eu estava sozinha e me senti bem à vontade conversando com os garçons e o chef. Beef Taco Salad e Beef Steak Quesadilla foram os deliciosos pedidos. É aberto ao público, não precisa estar hospedado.

Onde: 2100 S Priest Dr

 

Phoenix

DIFFERENT POINTE OF VIEW

O mais sofisticado de todos tem uma vista maravilhosa para ver o pôr do sol antes de jantar. Localizado na parte alta do resort Pointe Hilton Tapatio Cliffs é ponto de encontro para casais em momento romântico, reuniões de negócio e eventos como a festa de casamento que presenciei enquanto jantava. Foi a despedida da nossa viagem em grande estilo. Os valores são um pouco mais elevados, mas se comparados à restaurantes com o mesmo padrão no Brasil, custa bem menos. O ambiente vale mais que a comida e por causa das taças de vinho, nem lembro qual foi o pedido. Vou ficar devendo desta vez.

Onde: 11111 N 7th St

Vista de dentro do restaurante Different Pointe of View
Vista de dentro do restaurante Different Pointe of View

SAIBA ONDE COMER EM PALM BEACHES

 

Tome Nota

Para não se assustar: o valor no cardápio não é o da conta final porque tem acréscimo de imposto. E a gorjeta não vem especificada. Acrescente conforme o atendimento. 

Esta viagem foi uma press trip à convite do Escritório de turismo do Arizona.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 12 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.