abc do caribe

O ABC do Caribe


Curaçao foi minha primeira viagem ao ABC do Caribe. Esperava aquela ilha pequena, tropical, cheia de palmeiras, muitas praias…  me deparei com uma enorme refinaria de petróleo e uma ilha desértica!

AGILIZE SUA VIAGEM
Lembre o seguro viagem! Pegue o cupom de desconto

Leve o chip internacional com Internet desde o Brasil

Quer dirigir neste cenário? Pegue as dicas para alugar um carro no exterior

Quer agendar passeios e transfer agora em Curaçao? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

Read in English

Chama-se ABC do Caribe as três ilhas mais turísticas da região = Aruba, Bahamas e Curaçao. Mas há controvérsias, pois, Belize e Barbados também têm seus atrativos. Este artigo conta uma experiência antiga em Curaçao, para um relato mais atual, leia o artigo da Miriã aqui.

Kas Abao, a praia que mais gostei
Kas Abao, a praia que mais gostei

ABC do Caribe

Foi uma surpresa, mas logo fui entendendo a minha inocência. No Caribe mesmo, tem Cuba e República Dominicana/Haiti que são ilhas enormes, do tamanho do estado de São Paulo. Ser uma ilha caribenha não significa necessariamente ser um lugar paradisíaco e assim é Curaçao.

No centro de Willemstad
No centro de Willemstad

 

Jogando no cassino
Jogando no cassino

Claro que isso não é ruim. Foi apenas uma surpresa. Depois de passear pela ilha fui descobrindo as belezas fantásticas e o por que da fama. Ela faz parte do maravilhoso ABC do Caribe: Aruba, Bonaire e Curaçao. As ilhas foram colonizadas por franceses, espanhóis, portugueses e, finalmente, os holandeses que a detêm até hoje como país autônomo do Reino dos Países Baixos.  Em meio a tantos colonizadores europeus, escravos de origem africana trazidos por eles e os habitantes genuínos, o povo acabou desenvolvendo sua própria língua, o Papiamento, uma mistura de português, espanhol, francês e holandês só falada por lá.

Com Andrea e Lucrécia
Com Andrea e Lucrécia

A viagem durou apenas três dias. Como estava visitando a Venezuela junto com minha irmã Andrea e a amiga dela Lucrécia, compramos um pacote de Caracas para lá. Foi super rápido e prático. Viajamos nos pequenos aviões da ALM e nos hospedados em um hotel estilo pousada em Williemstad, a capital. O que mais gostamos foi da maravilhosa praia de KAS ABAO, com sua água azul turquesa, seus decks de madeira em alto-mar e rochas esculpidas pelo vento e pelas marés. A cidade também é bonita, em estilo holandês, seus pequenos cassinos, bares e boates, como o Mambo Beach que fica na beira da praia. Além disso, pode-se fazer trilha no Mount Christoffel que tem 375 metros de altura e fica no Parque Nacional Shete Boka.

Bar em Mambo Beach
Bar em Mambo Beach

 

Pedras em Kas Abao
Pedras em Kas Abao

Deu vontade de ficar pelo menos um mês passeando entre as três ilhas. Seriam férias maravilhosas!

 

 

 

 

Tome Nota

Como a ilha tem um tamanho considerável e as melhores praias estão bem longe da capital, recomendo incluir um aluguel de carro durante sua estadia. Atenção que não há muita sinalização e o mapa que eles fornecem de graça é incompleto. O ideal é usar GPS e dirigir com cautela, pois há muitos turistas e não dirigem bem.

Dirigindo na ilha
Dirigindo na ilha

Foto destaque de Miriã Melo.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Augustin Tomas o'Brien Caceres

Augustin Tomas o'Brien Caceres

Criado em uma família onde se falava espanhol, português, portunhol, italiolo e algo de inglês. Sempre se interessou por outros idiomas e hoje mora nos Estados Unidos e trabalha com comércio internacional na LE Group Industries.

1 comentário

  1. Acho que, mesmo não sendo o que era esperado, a viagem deve ter sido ótima, porque deu para explorar outras questões presentes em Curaçao, como a sua história, as belezas naturais, os prédios antigos, a cultura e a maneira de agir da população local, situações que sempre chamam a atenção. Isso é muito legal e nem sempre é explorado nas viagens.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.