Mondesa Township Tours

Mondesa Township Tours para ver a Namíbia autêntica


Você é daquelas pessoas que diz não viajar para ver pobreza? Se afirmativo, o primeiro texto sobre a viagem pela Namíbia não é para você. Aguarde os próximos artigos recheados de cenários incríveis para postar no Instagram. Mas se você acha interessante conhecer a história e as curiosidades de um país lendo as minhas vivências, me acompanhe. Neste vou contar como foi o tour Mondesa Township, uma visita à favela de Swakopmund.

Antes faço uma introdução sobre visitar comunidades no continente africano e reforço minhas preferências de viagem. Eu saio pelo mundo para ter experiências e belas paisagens ou conforto nem sempre estão inclusos nesse contexto. Gosto de ver a realidade, conversar com locais, provar sua comida e conhecer sua rotina. Como acontece em todos os países já visitados na África, a essência verdadeira é suprimida ou adaptada para o turista se sentir confortável, e o único jeito de se aprofundar é sair dos limites das zonas turísticas ou resorts que se parecem mais com a Europa (resquício da colonização). Concordo não ser agradável sair de férias para ouvir problemas dos outros, mas quem disse que o mundo dessas pessoas é limitado as reclamações? Pode ter certeza, a proporção de pessoas felizes será maior quando comparada ao índice registrado na sua cidade.

+ Leia as experiências em Coffee Bay, Suazilândia e Masai Mara

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

AGILIZE SUA VIAGEM
Precisa de seguro viagem? Pegue o cupom de desconto

Encara dirigir na mão esquerda? Pegue as dicas para alugar um carro no exterior

Quer agendar passeios e transfer agora? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

Swakopmund x Mondesa Township

Swakopmund é o principal destino na costa da Namíbia e um dos mais bem preservados exemplos da arquitetura colonial alemã no mundo. E, se eu não tivesse feito o tour Mondesa Township, não saberia sobre a incidência do Apartheid na Namíbia; o hábito de comer lagartas e polenta ser mais típico que frutos-do-mar; o motivo das mulheres negras usarem um chapéu esquisito; ou conseguiria pronunciar corretamente o click do idioma estilo xhosa.

A influência europeia na Namíbia começou com a chegada dos portugueses que abandonaram por não encontrar nada interessante. Séculos depois vieram nesta sequencia: os holandeses, os ingleses e os alemães, todos interessados nas minas de diamante. Após o fim da II Guerra Mundial, o território passou para a África do Sul até sua independência nos anos 90. Durante esse período, Namíbia viveu o primeiro genocídio da historia (alemães começaram o horror por aqui contra o povo Herero); guerrilhas com Angola e África do Sul; e a infeliz política de segregação racial chamada Apartheid entre as décadas de 40 e 90.  

Assim como o Soweto, na África do Sul, Mondesa (ou Location por não ser considerada parte da cidade) foi uma das zonas criadas para servir de moradia para os negros, enquanto os brancos viviam em Swakopmund. Conforme as leis do Apartheid, negros, amarelos, vermelhos ou mestiços não poderiam morar perto dos brancos, logo, estas localidades foram crescendo desordenadamente sem os cuidados básicos do governo. Embora o guia local afirme que a situação na Namíbia foi mais tranquila e com condições de moradia melhores ao relatado no país vizinho.

Como foi o tour Mondesa Township

Por acaso, não havia outros turistas no dia escolhido para o passeio, então virou um tour vip para mim e minha mãe. Uma van nos buscou no centro e nos levou até Mondesa Township. No caminho, o guia Nande Junias explicou sobre a história a partir do Apartheid e deu um panorama de como seria a nossa tarde. Começou com a visita ao Open Market (feira de rua) e curta caminhada pelo bairro até a casa de uma Herero que apresenta as vestimentas e cumprimento do seu povo. Atrás da casa fica uma creche onde brincamos com as crianças. 

Lagartas são alimento antes de virarem borboletas
Lagartas são alimento antes de virarem borboletas
Sardinhas à venda no Open Market
Sardinhas à venda no Open Market
Pequeno bastante animado com a nossa visita a creche
Pequeno bastante animado com a nossa visita a creche

O bairro foi construído para abrigar duas tribos: Herero e Ovahimba. Eles  conviviam em harmonia, mas tinham suas diferenças, portanto, moravam em quarteirões separados projetados conforme seu estilo de compartilhar os espaços. Hoje esta tudo misturado, no entanto, algumas construções permanecem preservadas para contar essa história.

A Mondesa Township (favela)

Então voltamos para van para nos dirigirmos a região não urbanizada de Mondesa. Onde não há saneamento básico, as construções são irregulares e todos esperam pela casa própria financiada pelo governo. Como acontece por aqui, alguns conseguem a moradia, vendem e voltam a viver nos casebres caindo aos pedaços, agora com televisão, parabólica e outros consumos nada básicos. Não caminhamos nesta zona, apenas visitamos um centro comunitário responsável por abrigar um projeto de artesanato e educação. Ali tivemos um curso intensivo de sons de clique que são usados em três línguas tribais da Namíbia.

Refeição típica com música ao vivo

Por fim, voltamos para a zona principal de Mondesa para uma refeição típica, em uma casa de família, preparada com alguns dos produtos vistos na feira. Uma bacia com água morna e sabão estava pronta para lavarmos as mãos e a mesa servida. Ouvimos a explicação sobre como usam as mãos para comer e cada prato servido: feijão-mexido, polenta, carne de panela, pão caseiro, bolinho de trigo, espinafre seco e lagartas fritas. Pela primeira vez provei um inseto e esta registrado no vídeo, o gosto é de pele de frango frita, ou seja, nada demais.

Refeição típica de uma família de Mondesa Township
Refeição típica de uma família de Mondesa

Após a introdução aos alimentos, três cantores se apresentaram e deram um show cantando as principais músicas da sua cultura no estilo a capela.

Definitivamente, não teríamos feito um tour por Mondesa por conta própria por dúvidas quanto a segurança. O destaque na minha opinião foi a troca de informações; o conhecimento improvável sem a ajuda de um guia local; o achar semelhanças com o Brasil e a hospitalidade. Já minha mãe, ficou apaixonada pelas crianças na creche. 

Um pouco sobre as principais tribos da Namíbia

Durante a parada na casa da mulher Herero, Nande abriu uma pasta com fotos dos grupos étnicos: Ovambo, Damara, Herero, Himba e Ovahimba. Contou um pouco sobre cada um e disse ser descendente dos Ovahimba.

Himba

Os mais famosos, ou despertam maior curiosidade, são os Himbas por sua pele vermelha e cabelos com barro. São pastores, sendo um dos últimos povos semi-nômades de toda a África. O motivo do tom avermelhado é chamado “Otjize”, uma pasta feita de gordura, ocre e óleos aromáticos utilizada pelas mulheres diariamente para se proteger do sol e repelir insetos. 

Mulheres Himba encontradas na beira da estrada
Mulheres Himba encontradas na beira da estrada

Cruzei por um grupo de mulheres vendendo artesanato na estrada próxima a Etosha e pude ver de perto como são lindas e vaidosas. Deixaram registrar à vontade desde que eu comprasse algum objeto e fizeram questão de ver o resultado para confirmar se ficaram bem na foto.

Herero

Hereros e Himbas possuem a mesma origem, a diferença foi o primeiro grupo ter migrado para o sul e o segundo continuar mantendo as tradições nômades na região norte. Hereros foram trabalhar com os colonizadores, porém, o uso do “Otjize” não era bem-visto nas famílias inglesas e alemãs que utilizavam seus serviços domésticos. O produto manchava tudo de vermelho com gordura, então as mulheres foram obrigadas a parar de usar e ainda vestir roupas no estilo vitoriano. Para se diferenciarem das europeias, usavam o chapéu que representa o chifre da vaca. Na Internet há varias fotos de mulheres vestidas assim e fiquei curiosa antes da viagem, mas não fazia ideia dessa história.

Mulher Herero em sua casa em Mondesa Township
Mulher Herero

Ovahimba

Povo originalmente semi-nômade. Hoje tem residência fixa espalhada pelo país.

Ovambo 

Maioria da população da Namíbia, se concentra no norte do país e sul de Angola. São considerados o povo original da terra.

Damara 

Concentrados no centro e sul da Namíbia. Inclusive, a região Damaraland leva esse nome porque eles foram obrigados a viver nas terras secas durante o Apartheid.

Tome Nota Mondesa Township

Explorer Tours é a empresa do guia local (nascido e criado em Mondesa) Nande Junias, um jovem simpático que começou trabalhando para outras empresas de turismo e virou empreendedor quando percebeu potencial turístico no seu bairro. Hoje ele gera renda e emprego e chegou a ser finalista no prêmio 2018 African Responsible Tourism Awards, baseado no turismo organizado de forma a preservar, respeitar e beneficiar destinos e pessoas locais.

O passeio dura 4 horas e o ponto de partida é seu local de hospedagem em Swakopmund.

Veja todos os passeios operados pela Explorer Tours no Get Your Guide.

Além de pagar pelo tour, você deve estar preparado para comprar produtos ou oferecer gorjetas. Nada é obrigatório, mas como disse minha mãe, impossível ver o jeito que eles vivem e não querer ajudar de alguma forma.

A princípio, considerei os valores cobrados pelo artesanato populares, mas algumas peças são até mais caras que as lojas nos lugares turísticos, inclusive no aeroporto. Outra forma de ajudar é comprar produtos que eles realmente possam precisar como vi no artigo do Filipe (Alma de Viajante), ele passou em uma livraria em Swakopmund e levou material escolar para a creche. Apenas não leve balas e doces, como acontece por toda África, o acesso das crianças ao dentista é difícil e isto prejudica muito a saúde deles.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

2 comentários

  1. Olá, essa viagem para Namíbia é a que você fez pelo dreamtrips??? ja tem algum artigo sobre a experiencia com o dreamtrips?? 🙂

    1. Oi Tay, sim foi Dreamtrips, mas esse passeio foi por fora. Estou organizando o conteúdo e vou escrever em breve. Dá uma olhada no meu https://www.instagram.com/blogterritorios/, fiz vídeos no IGTV mostrando os passeios do pacote e no stories tem o hotel (estão no destaque com nome Namíbia)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.