flutuação

Minha primeira flutuação

A minha maior vontade em conhecer Bonito era poder mergulhar em rios cristalinos e nadar junto com peixes de água doce, uma experiência que ainda faltava nas minhas viagens. Comecei pela Barra do Rio Sucuri.

Read in English

Corimbatá visto bem de perto
Corimbatá visto bem de perto

Flutuação na Barra do Rio Sucuri

Gardênia, eu e Gledson
Gardênia, eu e Gledson

O passeio aconteceu na primeira hora da manhã, talvez por isso a água estava geladinha, apesar da roupa e sapato de neoprene, foi preciso um tempo para se acostumar aos cerca de 20 graus de temperatura.

Éramos 7 amigos com prática em snorkel e não perdemos tempo testando o equipamento. O instrutor nos acompanhou na subida de barco pelo rio Sucuri e pediu que alguns ajudassem a remar contra a correnteza ou seria demorado chegar na melhor parte. No trajeto uma lontra cruzou o nosso caminho e se escondeu rapidamente, não teríamos visto se não fosse o guia e tão pouco conseguimos fotografá-la. Nesta flutuação não alcançamos a nascente, apenas chegamos perto descendo em uma plataforma.

Peixes ficam perto da vegetação
Peixes ficam perto da vegetação

A correnteza é forte e nos leva com rapidez, não precisa desviar de nada e em alguns trechos é muito bom a sensação de ser levada com velocidade. Só era ruim para tirar as fotos, não dava tempo de enquadrar e clicar, muitas saíram tremidas ou desfocadas. O instrutor nos acompanhou de barco e poderíamos ter pegado carona a qualquer momento. É um bom apoio para quem nunca fez e tem algum receio.

O fundo do rio
O fundo do rio
Instrutor acompanha no barco
Instrutor acompanha no barco

A claridade embaixo d’água impressiona mesmo com o tempo nublado. Fruto do calcário, no solo da região, que filtra as impurezas e mantém as águas transparentes. O fundo do rio é de cor branca (o calcário) com poucas plantas e muitas conchas. Em alguns momentos o sol surgia deixando os raios tocarem o fundo e a paisagem mais vibrante. Tem que olhar também para os lados, aqui a maioria dos peixes fica perto da vegetação nas laterais. O rio Sucuri pareceu ter menos peixes que os outros, vale apenas para quem tem tempo para experimentar outras flutuações e não deve ficar por último.

Solo claro por causa do calcário
Solo claro por causa do calcário

Logo na entrada encontramos macacos pregos se alimentado e brigando entre si. Um deles carregava um filhote, mas foi embora quando nos aproximamos. É comum encontrar macacos e aves nas atrações, os funcionários preparam uma área e não deixam faltar comida para agradar os visitantes (turistas e animais).

Mãe carregando o seu filhote
Mãe carregando o seu filhote

Tome Nota

 O total do passeio leva 2 horas formado por grupos de até 7 pessoas. Permitido para criança a partir dos 5 anos.  O uso do colete salva-vidas é obrigatório.

Como estrutura oferece armários com chave e vestiário com banho quente. Leve toalha, cueca/calcinha, pente, shampoo, creme sem enxágue e saia seco com o cabelo arrumadinho.

A BARRA DO SUCURI fica em uma propriedade privada localizada 16,5 km do centro da cidade. Agendamos previamente com a agência Do Carmo’s Tour

©Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site e fotógrafa. Há 11 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo.

3 comentários

  1. Congrats on being a finalist! You have a great support base! Boa Sorte!
    Andy
    BackpackingDiplomacy.com

  2. Vou acompanhar todos os post, já estou sonhando só com esta leitura!
    Aumenta mais minha vontade de conhecer Bonito!

Deixe uma resposta