Gardens by the bay

Gardens by the Bay de dia e de noite


Surreal, imperdível, futurista e, praticamente, grátis. O jardim das super árvores de metal de Singapura merece todos estes adjetivos e a sua visita de dia e de noite. Desde 2012, Gardens by the Bay veio complementar a arquitetura ousada da região Marina Bay com natureza vinda dos quatro cantos do mundo.

Gardens by the Bay é um complexo com jardins temáticos, estufas, lagos e ótima infraestrutura para ficar o dia. Passei algumas horas a tarde e voltei a noite, mas se tivesse mais tempo na cidade, teria voltado várias vezes porque é um dos lugares mais impressionantes e agradáveis de Singapura.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

AGILIZE SUA VIAGEM
Precisa de seguro viagem? Pegue o cupom de desconto

Deseja ficar conectado? Leve o chip internacional com Internet desde o Brasil

Vai alugar um carro? Pegue as dicas para reservar no exterior

Quer agendar passeios e transfer agora? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

https://www.instagram.com/p/BN-dwxVDWP7/

 

Meu passeio sozinha durante o dia

Peguei um mapa, cruzei o Lago Dragonfly e caminhei entre os jardins sempre instigada a chegar perto daquelas árvores gigantes. São vistas por todos os lados e ocupam três áreas diferentes: Silver Garden, Golden Garden e Supertree Grove. Esta última maior, na parte central do parque e pra onde a vontade me levou. Ali fica a passarela OCBC Skyway e o restaurante Indochina, ambos com vista 360 graus nas alturas.

Depois de descer da passarela ainda mais encantada, continuei do outro lado das Supertrees. Descobri mais jardins e muita informação sobre flora local e global até alcançar novamente o Lago Dragonfly. No percurso, algumas obras de arte e muitas crianças. E nem cheguei perto do espaço especialmente desenhado para os pequenos no lado leste do parque.

Vista para o centro de Singapura do OCBC Skyway 
Vista para o centro de Singapura do OCBC Skyway

ENCONTRE HOTEL EM SINGAPURA

Meu passeio noturno com a Juju

As Supertree são feitas de aço coberto por jardim vertical e pensadas para uso sustentável. Elas recolhem a água da chuva e conseguem acumular energia utilizada na própria iluminação noturna. De noite elas ganham vida com show sincronizado entre luzes e músicas que mudam o repertório de tempos em tempos.

Voltei na mesma noite para ver o espetáculo recomendado pela Juliana, ela já viu várias vezes e não cansa nunca. Fez questão de me encontrar pra sentar no chão e confirmou: estava diferente da última vez.

O que é pago no Gardens by the Bay?

OCBC SKYWAY é uma passarela a 22 metros de altura conectando as The Supertrees Grove. Esta paguei com prazer a adorei a oportunidade de ver quase todo Gardens by the Bay e parte do centro de Singapura do alto. Depois de subir de elevador, pode caminhar, tirar fotos e se localizar para ver o que ainda falta visitar no jardim.

Cloud Forest visto do Skyway
Cloud Forest visto do Skyway

CLOUD FOREST é outra estufa abrigando exemplos de florestas tropicais do mundo todo. Ou seja, a natureza mais encontrada aqui no Brasil recriada tão perfeitamente a ponto de incluir montanha e cachoeira de 35 metros no cenário. Para economizar tempo e dinheiro, também ficou de fora da minha visita.

FLOWER DOME é uma estufa com plantas provenientes de climas diferentes do encontrado em Singapura. Elas precisam ter temperatura controlada e certos cuidados. Além da decoração, os destaques ficam para baobás e oliveiras centenárias que já vi em seus habitats naturais. Portanto, não achei necessário pagar pra entrar.

Silver Garden e Flower Dome
Silver Garden e Flower Dome

Também cobram os serviços de ÁUDIO GUIA e TRANSLADO dentro do parque. Úteis para quem tem dificuldade de locomoção. Enfim, todos parecem interessantes, a escolha depende do seus interesses.

Gardens by the Bay Gardens by the Bay Gardens by the Bay em Singapura Gardens by the Bay Gardens by the Bay Gardens by the Bay Gardens by the Bay Gardens by the Bay Gardens by the Bay
Escultura de Marc Quinn Gardens by the Bay Gardens by the Bay Gardens by the Bay Chafariz e esculturas no Dragonfly Lake Gardens by the Bay

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja mais relatos de jardins pelo mundo:

Jardim Botânico focado em deserto nos Estados Unidos

Um labirinto de mais de 300 anos na Itália

As flores silvestres do Jardim Botânico da Western Australia

O Rosedal de Buenos Aires

Primavera com flores endêmicas na África do Sul

Um museu a céu aberto aqui no Brasil

Tome Nota

GARDENS BY THE BAY abre diariamente das 5h às 2h da madrugada. As atrações pagas funcionam das 9h às 21h (áudio tour até 17h) diariamente. Algumas fecham apenas uma vez por mês para manutenção e as datas, assim como valores e compra de ingressos, podem ser confirmados no site. O show de luzes na SUPERTREES acontece duas vezes por dia sempre das 19h45 e 20h45 com duração de 15 minutos.

Leve repelente para o final da tarde!

Como chegar:

Fui de metro (linha laranja até Bayfront MRT) e saí na avenida Shares em frente a entrada do jardim atravessando a ponte Dragonfly.

Quem vem a pé do centro pode sair atrás do ArtScience Museum e seguir as pegadas que levam ao Gardens by the Bay. Ou no sexto andar do Hotel Marina Bay Sands sai direto na ponte Dragonfly.

De carro tem outros caminhos e estacionamento bem sinalizados nas avenidas.

Mais relatos: Juliana conta no JUJU NO MUNDO a visita incluindo as estufas. E Oscar experimentou o Pollen, um dos melhores restaurantes de Singapura localizado dentro do Flower Dome. Ele conta no MAUOSCAR.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.