Fremantle

Fremantle: a vitoriana mais descolada do oeste australiano

Caminhar pelas ruas de uma das paisagens portuária vitoriana mais preservadas no mundo é quase como voltar na Austrália do século 19. A viagem no tempo só não é completa porque Fremantle é descolada demais pra se sentir no passado.

Cidade bem sinalizada e fácil de andar
Cidade bem sinalizada e fácil de andar

Fremantle é charmosa por suas arquitetura, cores e sons. Além do barulhinho do mar, tem festivais, performances e concertos durante todas as estações. Também tem galerias de arte, mercados e museus com exposições para todos os gostos. Mas o agito aumenta no verão e finais de semana por causa das praias e ambiente descontraído. Inclusive, entrou na lista das 10 cidades pra visitar em 2016 da Lonely Planet (leia aqui).

Conheci rapidamente em 2011, gostei e agora voltei pra visitar com calma. Para minha surpresa, continua a mesma cidade histórica agradável mesmo depois do destaque na mídia internacional, pelo menos durante a semana. Então, separei algumas atividades pra fazer em passeio de um dia, sendo o ideal estender por mais tempo porque atrativos não irão faltar.

ENCONTRE UM HOTEL | LEMBRE DO SEGURO VIAGEM

O que ver e fazer em Fremantle

Loja cheia de didgeridoos e bumerangues
Loja cheia de didgeridoos e bumerangues

Aprender a tocar didgeridoo e jogar bumerangue

Didgerido é o instrumento musical dos aborígenes, enquanto o bumerangue era de caça e hoje é para diversão. Os dois se transformaram em ícones da Austrália e conquistam adeptos no mundo todo.

Instigada pelo anúncio “Aprenda a tocar didgeridoo de graça” fui até o local e encontrei uma loja muito legal com arte aborígene, vários instrumentos e todos os tipos de bumerangues imagináveis. Na DIDGERIDO BREATH pode testar, interagir e aprender com a ajuda e simpatia dos atendentes. Oferecem performances e cursos gratuitos de didgeridoo, porém, um dia não é suficiente pra sair tocando.

Onde: 6 Market Street. Perto da estação de trem.

 

Fish and Chips versão australiana acompanhado por cerveja de gengibre
Fish and Chips versão australiana acompanhado por cerveja de gengibre

Comer fish and chips no porto

Os britânicos introduziram seu prato típico de peixe com batata frita e os australianos incrementaram criando versões muito mais saborosas com ingredientes locais. O meu favorito é camarão ou lula com batata frita e molho tártaro. O camarão na Austrália é grande e muito gostoso, eu acho diferenciado e melhor do mundo até o momento.

Kailis' Fish Market
Kailis’ Fish Market

Restaurantes de frutos do mar frescos tem vista e oferta no FISHING BOAT HARBOUR. Espécie de mercado do peixe com mesas ao ar livre na área da marina. Embora não recomendo o famoso Cicerello’s por ser muito gorduroso, indico o KAILIS’ FISH MARKET onde já fui mais de uma vez.

Onde: 46 Mews Road.

Dica: cuidado com as gaivotas, elas atacam ao menor descuido.

 

Arquitetura vitoriana preservada
Arquitetura vitoriana preservada

Passear pela arquitetura do século 19

O destaque em Fremantle é o bom estado de conservação e atual uso de todas as construções antigas. Os letreiros indicam o que funcionava no local, ou a quem pertencia, e as vitrines convidam a entrar em modernos ambientes como lojas, bares, hotéis e outros serviços. Recomendo percorrer as ruas High, Market e suas transversais seguindo em direção ao mar.

Round House
Round House
  • ROUND HOUSE é o prédio público mais velho da Western Australia construído em 1831. Hoje conta a história da cidade com objetos e visita guiada paga. A área pra descanso na parte de cima tem vista pra praia ou ruas e livre circulação.
    Onde: Captains Lane
  • FREMANTLE PRISON (1857) é um dos atrativos mais visitados com história e visita guiada. Se vale a pena não sei porque deixei de lado e não conheço quem tenha ido. É o único prédio da Western Australia na lista Patrimônio Histórico da UNESCO e recentemente abriu um hostel para quem deseja dormir nas celas e ter uma ideia de como os presos viviam antigamente.
    Onde: 1 The Terrace. RESERVE AQUI Para dormir no Fremantle Prision YHA.
  • FREMANTLE MARKETS (1897) continua com a mesma função de sempre: ser um mercado, hoje histórico. Detalhes no tópico sobre compras.
  • FREMANTLE ARTS CENTRE (1868) foi construído para ser o manicômio dos presidiários e virou centro cultural depois de reformado em 1972. Detalhes no próximo tópico.

 

Sofa de cimento na entrada do Fremantle Arts Centre
Sofa de cimento na entrada do Fremantle Arts Centre

Conhecer arte australiana contemporânea

Fremantle é uma cidade das artes com galerias, museus e lojas mesclando arte aborígene e novidades regionais o ano todo. A herança mais expressiva dos aborígenes é a pintura que influência bastante os artistas australianos.

Exposição Frontier Surfing
Exposição Frontier Surfing

FREMANTLE ARTS CENTRE tem exposições, loja interessante, cafeteria, programações musicais e vários cursos para adultos e crianças.

Peguei a exposição de fotografias Frontier Surfing e outra sobre a produção contemporânea dos aborígenes da Western Australia chamada Revealed. E se for com crianças, reserve um tempo no espaço Kids inspirado no surf.

Exposição Revealed
Exposição Revealed
Espaço para as crianças
Espaço para as crianças
Onde: 1 Finnerty Street. Sai um pouco da zona central, mas trams param na frente e passam com frequência.

Dica: a entrada é gratuita e vale verificar a programação no site antes de ir.

 

Mercado histórico tem a mesma função até hoje
Mercado histórico tem a mesma função até hoje

Fazer compras

Região frequentada por artistas é certeza de encontrar produtos criativos, úteis e estilosos. Em uma rápida caminhada vai encontrar diversas opções em arte, criações de designers e até uma livraria especializada em mapas.

  • Na minha primeira visita, parei em baixo de uma marquise pra fugir da tempestade e acabei gastando alguns dólares na loja que vou ficar devendo o nome. Havia um balaio de roupas na entrada com a placa: leve duas peças por A$7! Encontrei blusas, vestidos e calças que foram bem usadas, algumas resistentes até hoje
    Onde: na Market Street.
    Dica: se encontrar uma promoção de roupas, entre e verifique. Geralmente os produtos na Austrália tem qualidade.
  • FREMANTLE MARKETS abriga 150 bancas com produtos frescos, joalherias, padaria e loja de presentes pra ficar um bom tempo caminhando dentro do prédio histórico.
    Onde: entre Crn South Terrace e Henderson Street.
Cup cakes
…cup cakes no Fremantle Markets
Frutas frescas
Frutas frescas e …

 

  • THE CHART AND MAP SHOP é o estabelecimento amado por qualquer viajante viciado. São mapas, globos, livros, bandeiras e objetos de livraria com toque vintage.
    Onde: 14 Collie Street.
Globos e mapas
Globos e mapas
Guias de viagem
Guias de viagem

 

  • A DIDGERIDO BREATH mencionada no início também tem cds e lembranças da Austrália relacionadas ao universo aborígene.

 

Quokka
Quokka

Encontrar o quokka na Rottnest Island

Em frente ao continente existe uma ilha que já foi tema de aventura aqui no site. Dei a volta na ilha de bicicleta e conheci os menores marsupiais do mundo (tipo de canguru). Os quokkas são simpáticos e somente encontrados na Rottnest Island. Apenas não dê comida a eles para evitar ser multado. Os bichinhos ficam felizes com as folhas das árvores e chegam bem perto pra pegar na nossa mão.

Saiba como chegar e veja o vídeo do passeio neste link

 

Bathers Beach
Bathers Beach
Pôr do sol visto do Fishing Boat Harbour,
Pôr do sol visto do Fishing Boat Harbour

 

Tomar banho e ver o pôr do sol no Oceano Índico

Se estiver calor, BATHERS BEACH vale o mergulho, se não, pelo menos a vista e o pôr do sol em qualquer época do ano.

 

Fishing Boat Harbour
Fishing Boat Harbour

Curtir um happy hour ou virar a noite

William Street de dia
William Street de dia

São diversas opções espalhadas pela cidade pra se divertir, mas duas regiões concentram as melhores.

  • CAPPUCINO STRIP é a zona repleta de cafés, restaurantes italianos, pubs e lojas legais entre as ruas William e South Terrace.
  • MEWS ROAD é a avenida na frente do Fishing Boat Harbour, recomendado para comer frutos do mar no tópico mais acima. Ali também ficam micro cervejarias como a famosa e descolada Little Creatures (no número 40).

 

Um pouco de história

É engraçado observar prédios históricos na Austrália porque nem são tão antigos se comparados aos nossos no Brasil. Os primeiros colonizadores vieram da Inglaterra em 1788, eram prisioneiros que recebiam terras para plantio após cumprirem suas penas.

Os convictos foram os responsáveis por boa parte desta arquitetura, eles eram obrigados a trabalhar enquanto presos e assim, com mão de obra gratuita, foi fácil para o governo criar uma cidade no novo mundo.

Arquitetura com mão de obra dos convictos como Round House
Arquitetura com mão de obra dos convictos como Round House

Fremantle era o porto da colônia do Rio Swan, habitada a partir de 1829. Era a porta de entrada no oeste da Austrália quando o principal meio de transporte era por mar. Por ali entraram milhões de imigrantes e muitos foram ficando, principalmente na época da corrida do ouro. O desenvolvimento veio rápido com a descoberta do metal na Western Australia como já contei no artigo sobre Perth Mint.

A entrada mais antiga do Fremantle Market
A entrada mais antiga do Fremantle Market

Tome Nota

Como chegar: fica 25 km de Perth com fácil acesso por trem e ônibus. Recomendo comprar o passe diário (day rider) para poder usar todos os meios de transporte em Perth e Fremantle à vontade. Apenas exclui o ferry para Rottnest Island. A linha azul parte da estação central de Perth.

O Tram é vintage
O Tram é vintage

Como circular: a pé é o melhor jeito de aproveitar todo o sugerido. Quem prefere não caminhar, trams no sistema Hop-on Hop-off (um bilhete vale várias paradas no mesmo dia) passam nos principais pontos turísticos com comentários dos motoristas. Use o mesmo passe diário se veio de trem.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Se achou útil, Flip it!

Se gostou das imagens, Pin it!

Veja mais fotos de Fremantle:
Banheiro público na praiaEscultura em frente ao terminal marítimo de passageirosArquiteturaArquiteturaArquiteturaArquiteturaArquiteturaArquiteturaArquitetura
ArquiteturaArquitetura
ArquiteturaArquiteturaArquiteturaArquiteturaArquitetura

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site e fotógrafa. Há 11 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo.

Deixe uma resposta