fbpx
Cambará do Sul

Destino: Cambará do Sul


Cambará do Sul é um pequeno município famoso por abrigar algumas das paisagens mais bonitas do Rio Grande do Sul – os canyons Itaimbezinho e Fortaleza. Por vezes chamado de a Terra dos Canyons e Cidade do Mel, também tem fartura em lã, leite, batata e gado.

O melhor de Cambará do Sul é contemplar a natureza ou se aventurar nas trilhas mais pesadas. O pior só é ruim para quem está acostumado com cidade grande, afinal, nada abre aos domingos e feriados.

Leia todos os artigos sobre o Rio Grande do Sul

Reserve ingressos, tours e transfers na Serra Gaúcha. Saiba como comprar nesse texto.

Veja abaixo o que precisa saber antes de partir. As informações serão atualizadas sempre que houver novas viagens e posts. Quer enviar a sua dica? Deixe no comentário que atualizaremos com os devidos créditos.

https://www.instagram.com/p/z1C0xtL-QP/
Arco-iris no Fortaleza
Arco-iris no Fortaleza

 

No Fortaleza, o canyon que eu mais gosto na cidade
No Fortaleza, o canyon que eu mais gosto na cidade

Como chegar e circular

O aeroporto mais próximo fica a 134 km, em Caxias do Sul, entretanto, a porta de entrada para quem visita o Estado pela primeira vez é Porto Alegre, distante 184 km. Existem ônibus partindo dessas cidades, mas não é o transporte recomendado pelos horários restritos e tempo de viagem, estimado em 6 horas.

O indicado é alugar um carro ou contratar transporte com empresa especializada na região com a oferecida no site da TourOn. Partindo da capital, a RS 020 é a estrada mais curta e asfaltada até Cambará do Sul.

As principais atrações, e algumas pousadas, ficam afastadas do centro da cidade e nem sempre tem transporte público. A melhor opção é estar de carro ou contratar os passeios com as agências locais.

O que fazer em Cambará do Sul

Conhecer os canyons, aproveitar o aconchego das pousadas e se deliciar nos restaurantes tradicionais. O canyon mais famoso é o Itaimbezinho, distante 18 km por estrada de terra, contudo, o mais bonito e profundo é o Fortaleza, distante 22 km também por estrada de terra. Um final de semana é o suficiente para explorar a cidade, mas a região Aparados da Serra oferece atrações para ficar mais tempo. Veja o roteiro de 5 dias.

Galpão Costaneira, restaurante tradicional
Galpão Costaneira, restaurante tradicional

Quando ir

Todas as épocas são boas, desde que não chova. No inverno a visibilidade é melhor e existe a possibilidade de ver neve ou geada. Ou seja, o frio pode ser congelante. No verão a paisagem exibe cores mais vivas e alguns passeios incluem banhos de cachoeiras. Nos meses mais quentes a névoa ocorre com frequência, deixando a paisagem especial. No outono e primavera as temperaturas são mais agradáveis. Por outro lado, o clima pode mudar a qualquer momento para melhor ou pior. Final de setembro acontece o festival Revolução da Culinária Farroupilha para hóspedes do Parador Casa da Montanha.

Onde ficar

São diversas opções para todos os gostos e bolsos. Já experimentei a simples Pousada PÔR-DO-SOL e o luxuoso PARADOR CASA DA MONTANHA. Na primeira, éramos 6 amigos dividindo o mesmo quarto em busca de cama confortável e café da manhã. A localização central facilita para quem está de carro e cada dia quer ir para um lado.

Já o Parador Casa da Montanha é fora da cidade e oferece algumas experiências que conto no post Acampamento de luxo.

Suíte do Parador Casa da Montanha
Suíte do Parador Casa da Montanha

Arredores

Cambará fica na divisa com Santa Catarina e pode estar nas rotas do litoral catarinense, da Serra do Rio do Rastro, dos Campos de Cima da Serra, da Serra Gaúcha e da praia de Torres, a mais bonita no litoral gaúcho. Sem esquecer da capital Porto Alegre.
Quem busca aventura e maior interação com a natureza, deve passar uns dias em Praia Grande, o município catarinense é ponto de partida para as trilhas por dentro dos canyons como a Trilha do Rio do Boi ou Interior do Malacara.

Outros destinos visitados no Rio Grande do Sul:

Cassino, a maior praia do mundo e a vizinha São José do Norte, onde a BR 101 termina, são o litoral sul do Estado. Na mesma zona das cidades da Rota Farroupilha que oferecem boa culinária, tradição e cultura, além da proximidade com a fronteira e seus free-shops.

Fotos de Leandro Gabrieli e Roberta Martins.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.