fbpx

Deadvlei, um vale surreal na Namíbia


Vivo dizendo que as melhores experiências acontecem na África, portanto, nem preciso de motivação para organizar uma viagem ao continente. Porém, a razão de ter escolhido Namíbia foi a curiosidade sobre a paisagem surreal de Deadvlei. Neste artigo conto minhas impressões e como chegar até lá, além de uma galeria das fotos do deserto.

A jornada é longa e cansativa, mas o resultado compensa o esforço além de ser fonte criativa para os nossos pensamentos. Primeiro é preciso chegar ao sul do Deserto de Namib-Naukluft, o mais antigo e com as dunas mais altas do mundo. Precisamente no Parque Nacional Sossusvlei. São 380 km por estradas perigosas a partir de Walvis Bay ou 400 km um pouco melhores via a capital Windhoek. Sendo os últimos quilômetros na areia mole passando por alguns veículos atolados.

Paisagem sinuosa no caminho para Deadvlei
Paisagem sinuosa por estradas de chão batido no caminho para Sossusvlei

Então uma caminhada de 1 hora, na areia vermelha fofa, enfrentando um calor escaldante e sem chance de sombra. Pronto, você terá chegado a um cenário único no mundo. Só economize energia porque é preciso voltar o trecho a pé mais 40 km, no mínimo, até o local de hospedagem mais próximo.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

AGILIZE SUA VIAGEM
Precisa de seguro viagem? Pegue o cupom de desconto

Encara dirigir na mão esquerda? Pegue as dicas para alugar um carro no exterior

Quer agendar passeios e transfer agora? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

Deadvlei

O nome Deadvlei significa exatamente o que ele é, um vale morto. As árvores secas e retorcidas possuem cerca de 900 anos e continuam em pé por conta dos nutrientes do solo. Era um lago salgado rodeado por dunas ricas em ferro. A água secou, virou uma argila e deixou a textura craquelada com relevos brancos.

Solo craquelado em Deadvlei
Solo craquelado e vibrante

Peguei o panorama vazio por conta do horário mais quente do dia, por volta da uma da tarde. Longe de ser a melhor luz para fotografar, foi o jeito para amenizar o movimento de pessoas fazendo selfies para postar no Instagram. O lugar anda meio febre entre os turistas e não deve continuar assim muito tempo, imagino que o governo vai impor regras para melhor preservação. Não havia fiscais no local, apenas uma placa de proibido tocar nas árvores (claramente infringida conforme as fotos vistas nas redes sociais). Metade do vale já não é tão fotogênico, então fiquei em dúvida se o motivo é a degradação acelerada ou seu curso natural se renovando.

Enfim, estar de corpo presente no Deadvlei instiga a nossa imaginação sem limites. Seja pelas infinitas possibilidades de formatos das árvores, das dunas e do chão, seja pelas sensações sentidas na pele. Prepare a câmera para registrar cada detalhe, mas permita-se parar uns minutos para ouvir o silêncio e refletir sobre a vida. 

View this post on Instagram

Passeio da tarde em Sossusvlei

A post shared by Roberta Martins – Territórios (@blogterritorios) on

A maior duna do mundo 

Bid Daddy, a maior duna do mundo fica na Namíbia
Bid Daddy, a maior duna do mundo fica na Namíbia

Além das centenas de árvores sem vida, a duna considerada a maior do mundo se destaca no visual. Big Daddy tem cerca de 350 metros somente de areia em altura. Os mais aventureiros se arriscam a subir até o topo e eu teria ido se tivesse chegado na primeira hora da manhã, carregasse uns 3 litros de água e tivesse parceiro para a empreitada.

Fique agora com as dicas para fazer o passeio e a galeria de fotos. Em breve escrevo sobre os outros atrativos de Sossusvlei. Quando visitar Deadvlei, lembre de voltar aqui para me contar suas impressões nos comentários.

Tome Nota Deadvlei

Passe protetor solar, leve boné, óculos, roupas leves e mantenha-se hidratado. Um litro de água foi suficiente para 2 horas de caminhada. Mesmo assim, eu teria tomado mais, fui contida com medo de ficar sem antes de voltar.

Onde se hospedar em Sesriem
Dentro do parque há um lodge e um acampamento logo passando a entrada. Do lado de fora, em Sesriem, a oferta é maior e o indicado por amigos foi Quiver Desert Camp. Mas vale passar pelo menos 1 noite dentro do parque para ver as cores ao nascer do sol. Passei dois dias acampada no Sesriem Campsite e a opção mais confortável é no Sossus Dune Lodges, ambos administrados pelo governo.

Como chegar ao Deadvlei
Não existe transporte público até Sossusvlei, é preciso contratar excursão ou alugar um carro (minha escolha). Excursão é o mais cômodo e os valores variam bastante conforme o conforto. A entrada no Parque Nacional é paga a cada 24 horas.

A estrada dentro de Sossusvlei é asfaltada e em boas condições até 5 km antes de chegar ao Deadvlei, onde há estacionamento, banheiro e sombra. A partir desse ponto, somente carros 4×4 podem continuar por sua conta risco. A melhor solução é pegar o transporte circular pago com saídas diárias do estacionamento. O último horário para voltar é 16h ou uma autorização é exigida para ficar além desta hora.

É importante respeitar os horários de funcionamento do parque e das atrações para não chegar após o fechamento. O acesso fica aberto conforme a luz do sol ilumina o território.

Pegue as dicas essenciais para essa viagem no link.

Galeria de fotos do Deadvlei

Primeira visão do Deadvlei visto de longe
Primeira visão do Deadvlei visto de longe
Vento levanta poeira formada por areia e sal
Vento levanta a poeira formada por areia e sal

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.