Comunicação é tudo

Comunicação é tudo


Como foi bom minha mãe ter me incentivado a aprender inglês desde os 5 anos. Lembro que sempre estudei com o objetivo de poder me comunicar e conhecer pessoas em qualquer lugar do mundo, ou seja, viajar foi minha maior motivação para estudar o idioma. Com o passar dos anos e das viagens, descobri como a comunicação é importante.

E assim, sempre consegui me comunicar em quase todos os lugares por onde passei. Se tive problemas foi no Marrocos e na França, mas com gestos e mostrando que sabia algumas palavras da língua deles, tudo acabou se ajeitando. Bom que quase sempre aparece alguém falando em inglês para ajudar.

Meu irmão também começou a estudar cedo, mas não tinha a mesma motivação e logo abandonou. Anos depois, quando estávamos viajando juntos, ele percebeu que era totalmente dependente de mim para falar e se deu conta que tinha jogado uma oportunidade fora.

Comunicação é tudo! Vantagens de saber falar inglês em viagens

Eu só vejo vantagens em viajar sabendo falar outros idiomas, facilita na hora de fazer amigos, de pedir informações, de lidar com os perrengues e é indispensável para quem quer sair pelo mundo sozinho. Viajar também é colocar em prática o estudo e nunca mais esquecer as novidades que aprendeu.

Falando inglês na balada espanhola
Falando inglês na balada espanhola

Descobri que falar inglês é importante mesmo viajando por países de língua espanhola. Eu sei espanhol, mas em muitos lugares encontrei pessoas que não falavam e queriam trocar informações. Um exemplo foi a viagem ao Peru onde contratei uma expedição para a trilha Inca. Éramos 4 brasileiros, 2 canadenses e 3 peruanos, a língua oficial do passeio foi o inglês para que todos pudessem compreender. Em outro momento, trabalhei em um Studio de design na Espanha onde havia pessoas de diferentes nacionalidades. Como todos falavam inglês, essa era a língua oficial quando a comunicação era para a maioria.

Grupo só usava inglês para se comunicar
Grupo só usava inglês para se comunicar

Longe de casa os problemas podem acontecer de repente, nessas horas é ainda mais vital se comunicar em inglês, explicar situações, falar ao telefone e compreender orientações. Nesses momentos temos que nos virar sozinhos e pensar rápido. Não dá tempo que querer aprender o idioma.

Colegas de trabalho com diferentes nacionalidades
Colegas de trabalho com diferentes nacionalidades

Quando a comunicação foi essencial

Meu último perrengue em viagens foi no mochilão pela Austrália. Estava passando o dia em Brisbane e deixei minha mochila num locker por autoatendimento. Quando faltavam 2 horas para o voo, voltei para buscá-la e abriu a porta errada do armário, vazia! Eu lembrava o número em que tinha colocado e fui buscar ajuda. Como lá tudo fecha às 17h, não tinha ninguém para ajudar. Bateu um certo pânico, até que vi um número de telefone e liguei, um homem atendeu e pediu para eu procurar a sala de segurança. O segurança prontamente me ajudou, acreditou no que falei e entregou a mochila. Saí correndo para pegar o trem e consegui chegar em cima da hora no aeroporto. Ufa! Imagina se eu não conseguisse me explicar em inglês!

Aprendendo a cozinhar num restaurante diferente
Aprendendo a cozinhar num restaurante diferente

Nessa mesma viagem para a Austrália, fui com um amigo que não gosta do idioma. Durante os 30 dias, qualquer pessoa que chegasse para conversar, ele apenas apontava pra mim. Além de ficar entediado por não poder participar do assunto quando eu estava conversando com outros turistas. Eu ficava com pena, acho um desperdício perder essas oportunidades de conhecer pessoas e compartilhar conhecimento.

Tome Nota

CULTURA INGLESA é uma opção de escola para todas as idades.

Este post foi patrocinado e o conteúdo é baseado em experiências verdadeiras.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.