fbpx
Caminho a pé até Cabo Polônio pela praia

Como chegar a Cabo Polonio


O destino mais inóspito do Uruguai tem algumas peculiaridades já relatadas por aqui. Sou frequentadora desde os anos 90 e contei sobre a música inspirada no farol, como é passar a noite, o que fazer e como chegar a Cabo Polonio. Desta vez, fiz de um jeito diferente. Mostro em texto, vídeo e fotos a experiência de chegar a pé desde Valizas. Quem se anima? 

O caminho exibe vida selvagem e cenários lindos em dia de sol com vento moderado (parado nunca será, afinal o nome cabo significa ponta, ou península, e costuma ventar bastante) como mostro a seguir. Antes uma breve introdução sobre Valizas.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

Leia todos os artigos sobre o país

AGILIZE SUA VIAGEM
Ainda falta reservar hotel? Veja os visitados no Uruguai

Precisa de seguro viagem? Saiba como comprar online

Leve o chip internacional com Internet desde o Brasil

Agende passeios e transfer agora na Get Your Guide ou saiba como funciona

Pegue as dicas para viajar de carro ou pesquise o aéreo para Punta ou Montevidéu

Valizas

Barra de Valizas, ou Valizas, é um vilarejo que ganha vida na alta temporada de verão. Principalmente a noite quando música e luzes iluminam estabelecimentos e agregam um charme extra as ruas de terra. A avenida principal é repleta de restaurantes, lojas de artesanato e livrarias descolados abertos ao entardecer entre final de dezembro até o início de março. É possível ir em outras estações e encontrar onde comer e dormir, mas as opções são limitadas, assim como o transporte público para ir e vir de outras cidades. No verão há três empresas de ônibus conectando com boa frequência todas as cidades do litoral do Uruguai.

Casas na beira de praia de Valizas
Casas na beira de praia de Valizas

A ideia principal de visitar Valizas era justamente fazer essa trilha e conhecer as opções de hospedagem com melhor infraestrutura e preços mais justos próximo a Cabo Polonio. Gostei do encontrado e achei bom ter me hospedado durante dois dias no Complexo Sol de Valizas. Me lembrou o astral de Punta de Diablo na década de 2000. A praia em si, é comum, curta faixa de areia, mar cor marrom por causa do arroio e vento constante. Ao chegar, perguntei sobre a trilha para diferentes locais e a resposta era sempre a mesma:

“é lindo e leva pouco mais de uma hora depois de atravessar o rio”.

Arroio Valizas e dunas
O início da trilha após cruzar o Arroio Valizas

Como chegar a Cabo Polonio pela trilha

Primeiro é preciso chegar a praia Barra de Valizas, onde sempre há um barco para fazer o transporte. Se o barqueiro não estiver, basta ir perguntando para as pessoas e um aparece. Há poucos anos dava para atravessar o arroio nadando e caminhando em alguns trechos, disseram os locais, mas agora era perigoso porque estava bem cheio e com correnteza forte. A travessia de barco dura 2 minutos e custou 50 pesos (ida e volta), pedi desconto, pois não iria voltar, e não me deram. Mesmo assim, é o jeito mais econômico de chegar a Cabo Polônio porque os caminhões custam 250 pesos (125 o trecho) por pessoa e o estacionamento mais 190 pesos por carro.

Valores em dezembro de 2019.

Barco para atravessar o Arroio Valizas
Barco para atravessar o Arroio Valizas
Como chegar a Cabo Polonio,
O ponto de escolha entre seguir pela beira do mar ou subir as dunas

A vista depois de atravessar o arroio são dunas grandes contrastando com uma floresta verde de um lado e o mar do outro. Não havia sinalização, nem pessoas e entendi ter duas escolhas: subir as dunas ou fazer uma longa curva margeando as pedras entre a areia e o mar. Optei pela mais curta, mas sem perder a visão da costa para ter certeza da direção correta. Fui sozinha e nunca é totalmente seguro e recomendado dessa forma, no entanto, foi muito tranquilo e outras pessoas só apareceram quando faltava pouco mais de 1 km do início das casas. Aves de várias espécies, ondas tentando molhar meus pés e os lobos-marinhos foram a companhia. É comum encontrar leões e até elefantes-marinhos o ano todo, durante o inverno tem baleias-francas passando na sua rota migratória.

Vista para o mar e vegetação rasteira
Vista para o mar e vegetação rasteira

Distâncias e dificuldade a escolher 

  • 7 km se for perto da mata
  • 8 km pelas dunas
  • 10 km pelas estradas de terra e asfalto
  • 12 km pela beira da praia

Pela beira da praia é mais longo, porém mais fácil por conta da areia mais firme. Basta se afastar um pouco do mar para ficar fofa e afundar os pés se for pelas dunas. A trilha é fácil, contudo, pode ser exigente pela distância e condições climáticas. Acho puxado fazer ida e volta no mesmo dia, além da experiência ser mais completa se passar ao menos uma noite em Cabo Polonio. Nessa primeira experiência de travessia na região, fui a pé e voltei de caminhão até o terminal, de lá tinha combinado uma carona para Valizas.

O mar em Cabo Polonio
O mar no caminho para Cabo Polonio

Os cenários até Cabo Polonio

O GPS indicou meu percurso de 9,1 km intercalando dunas e margeando o oceano por quase 3 horas. Poderia ter feito em bem menos tempo se não parasse tanto para tirar fotos e viajar nas formas das rochas, conchas e vegetação rasteira encontradas pelo caminho. Por exemplo, as pedrinhas vistas de longe escondem formações rochosas curiosas ao chegar perto. Na verdade, elas devem ser enormes com a maior parte enterrada pela areia. Inclusive, daquele ponto de vista (o mais alto do meu roteiro, porque as dunas chegam a 70 metros de altura) pareciam guardiões do farol de Cabo Polonio.

Formações rochosas no caminho pela praia até Cabo Polonio
Primeira vista de Cabo Polonio no alto das pedras (na foto não aparece, mas garanto que o farol está no horizonte)

A partir dali, comecei a avistar o meu objetivo final e decidi seguir pela beira do mar. Então pareceu não ter fim, ou eu já estava cansada. Enfim, o trajeto pelas dunas foi menos monótono e com visual mais abrangente.

Tome Nota: como chegar a Cabo Polonio a pé

Se estiver muito ventoso, a travessia não será agradável pelas dunas porque a areia machuca a pele e cega os olhos. 

O ideal é fazer a caminhada de manhã cedo, para evitar sol e ventos mais fortes.

O que levar na trilha: 1 litro de água (no mínimo) óculos, protetor solar, lanche e roupa de frio, caso o clima mude (corta-vento é super útil). Achei melhor percorrer de tênis, mas tinha que parar para tirar a areia com frequência.

Como chegar a Valizas: o acesso a Valizas está no km 271 da Ruta 10, distante 7 km do terminal de Cabo Polonio ou 7 km da entrada para Agua Dulces (quem vem do Chuy). Então uma estrada de terra leva até o centro de Valizas por mais 3 km.

Hospedagem em Cabo Polonio: há hostels, pousadas, casas por temporada e um hotel no Booking. Em 2017 dormi no Olga Veigas y Otros e achei bom, embora caro o custo-benefício.
COMPARE VALORES DE HOSPEDAGEM

Sinalização de início da Reserva de Cabo Polonio
Primeira e única placa de sinalização da Reserva de Cabo Polonio. Atrás, as pedrinhas escondem formações rochosas curiosas ao chegar perto
Formações rochosas no caminho para Cabo Polonio
Pequenas praias surgem no litoral recortado
Areia esconde montanhas de rochas
Vista para as ilhas de rocha no como chegar a Cabo Polonio
Formações rochosas no caminho para Cabo Polonio
Formações rochosas no caminho para Cabo Polonio
Aves na costa do Oceano Atlântico
Vista para Valizas do alto da primeira duna
Vegetação rasteira

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Aproveite que o Uruguai é um excelente destino para viagens de carro e alugue o seu no site da Rental Cars.

Se prefere ter todo o conteúdo para consultar durante a viagem e ainda ter sugestão de roteiros com mapa interativo detalhado, adquira o guia Uruguai de Carro.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.