FRANÇA

Relatos de viagem para a França. Inspire-se com as dicas para conhecer a cidade luz e viagens de carro feitas por diferentes viajantes pelo interior do país. Tem ski nos alpes, a região dos castelos, praias no mediterrâneo e o lado mais germânico.

Principais cidades: ChamonixColmarCórsegaEguisheimGrenoble, NancyParis e Tours. Ou navegue pelo índice de artigos.

SEGURO VIAGEM obrigatório na Europa

Primavera em Paris

Quem vai a Paris pela primeira vez, normalmente tem a sensação de já conhecer alguns dos lugares clássicos, isso porque os endereços famosos costumam servir de cenário para muitos filmes e, não raro, vemos na tela do cinema o ator passeando no rio Sena como no filme “Meia Noite em Paris” ou com a pirâmide de vidro do Louvre ao fundo como no “Código da Vince”, entre outras cenas de filmes que eternizam os momentos na Cidade Luz.

Casa barco em Tours, Val de Loire - França

Foto da Semana #77 Casa barco em Tours

Caminhando por Tours, fotografei essa imagem que aguça minha curiosidade até hoje. Nas margens do rio Loire havia uma placa de estacionamento e esse casa / barco parado. Ninguém por perto e nenhuma pista se alguém morava ali, se apenas transportava a casa para outro lugar ou se tinha alguma função. Sem respostas, compartilho a fotografia com vocês, quem sabe alguém saiba mais detalhes…

paris sozinha

Sozinha em Paris – dias 3 e 4

Continuando meus dias sozinha na capital da francesa. No terceiro dia tive a companhia do pessoal que conheci na noite anterior. Parece que a minha viagem de auto companheirismo acabou se tornando uma porta para fazer amigos e conhecer gente interessante. E o legal é que tinham um monte de dicas boas sobre os lugares, descobertas especiais que valeram o dia.

Foto da Semana #13 La Defense

La Defense, o “modernoso” bairro de Paris. Estive lá em 2009 e fiquei encantada com o contraste… de um lado a Paris romântica e clássica e de outro, tão próxima, está a Paris dos negócios, do dinheiro. O nome do bairro é uma homenagem aos soldados que lutaram pela França na Segunda Guerra Mundial. Hoje poderíamos fazer uma reflexão de que o nome também serve para “defender” o capital, já que o mesmo é considerado o maior centro financeiro da Europa.