VIAGENS SOLO

Cairo noturno visto da janela do hotel

Cairo, ponto de partida para histórias fascinantes


Se as pirâmides do Egito e o Rio Nilo estão na lista de lugares a visitar. Cairo será passagem obrigatória goste ou não do caos. A ex-maior cidade da África (cedeu o título para a nigeriana Lagos) continua sendo a dos mill minaretes, com tráfego intenso, poeira e contrastes que seriam comuns em metrópoles, se não fossem pelas peculiaridades. A começar pela idade, a provável data de fundação da atual capital do Egito é 116 A.C. Mas as histórias remontam a mais de seis mil anos.  Inclusive, semana passada os egípcios comemoraram seu ano novo segundo o calendário mais antigo…

Roof Top do Pella Inn com vista para Acrópolis

Hospedagem em Atenas com vista para Acrópoles (4 opções)


Logo no início das pesquisas para a viagem à Grécia, ficou definido o centro como local da melhor hospedagem em Atenas. O motivo foi a facilidade, tanto para quem vai pela primeira vez quanto quem repete, pelo conjunto infraestrutura e proximidade aos principais atrativos. A partir dali, pode visitar quase tudo a pé e ter acesso rápido para outros destinos através do transporte público.

O fantástico buraco azul em Dahab


Dahab não estava previsto no meu roteiro e acabou se tornando a melhor experiência da viagem ao Egito. Uma tarde de snorkel no maravilhoso Blue Hole (buraco azul), um dos lugares mais incríveis e desafiadores para mergulhar no Mar Vermelho. A opção de mergulhar em Dahab foi uma sugestão do guia para compensar um desejo frustrado de mergulhar neste lado do Mar Vermelho. Havia contratado um passeio em Sharm El Sheik para mergulhar com cilindro e fazer snorkel embarcada com outros passageiros. Mas a Guarda Costeira proibiu a saída de barcos naquele dia alegando condições ruins do vento em alto…

Marina Bay

Marina Bay: um monte de atrações em Singapura


Uma coisa é certa em Singapura: todo turista passa por Marina Bay. É a zona mais famosa do país, onde se concentram as construções tecnológicas, vários museus, lojas e áreas de lazer. Mas aposto como a maioria dos turistas se arrepende de não ter ficado mais tempo por lá. Por isso, vou contar tudo o que achei interessante ao fazer a caminhada de cinco quilômetros ao redor da baía e parte do Singapore River.