CAMBOJA

Ano Novo no Camboja

Acho que é em momentos como esse que percebemos os choques culturais e, naturalmente, como a mesma coisa pode ter significados totalmente distintos. Passei a virada de 2011 para 2012 com os colegas da empresa que trabalhei no Camboja. Tínhamos sido agraciados pelo nosso patrão com uma viagem de 2 dias para o litoral, na famosa cidade – pelo menos entre mochileiros mais avançados no Sudeste Asiático – de Sihanoukville.