Casarões preservados em São Gabriel


Aproveitando a semana do Dia Nacional do Patrimônio Histórico, comemorado em 17 de agosto, apresento mais uma cidade da Rota Caminho Farroupilha. São Gabriel surpreendeu pelo excelente estado de preservação de casas quase bicentenárias.

Leia todos os artigos sobre o Rio Grande do Sul

AGILIZE SUA VIAGEM
Veja opções de excursões, ingressos e transfer na Serra Gaúcha

Casarões preservados em São Gabriel

A passagem foi rápida, apenas algumas horas durante o almoço enquanto percorríamos o trajeto entre Alegrete e Caçapava do Sul. Deixamos pouco tempo justamente pela falta de opções de lazer no destino. Quem conhecia não sabia nos dizer o que ver ou fazer. Na internet encontramos alguns museus militares e a denominação Terra dos Marechais por ser a cidade natal de alguns militares importantes na história do Brasil.

Decidimos chegar sem roteiro e procurar a praça principal com o pensamento: se houver algo para ver, provavelmente será ali. Aliás, esta dica vale para todo viajante desbravando o interior do Rio Grande do Sul e foi certeira.

Casarões preservados em São Gabriel

Encontramos as casas históricas mais diferentes e conservadas de todas as regiões por onde passou a Guerra dos Farrapos. Lindos jardins, fachadas pintadas e detalhes arquitetônicos preservados se destacavam ao redor da PRAÇA DOUTOR FERNANDO ABBOTT.

Casa de família privada na frente da Praça Doutor Fernando Abbott
Casa de família privada na frente da Praça Doutor Fernando Abbott

Sem encontrar placas ou qualquer informação sobre as construções, perguntei para as pessoas na rua e disseram ser casas de famílias que moram ali e cuidam muito bem cada uma da sua propriedade. O lado ruim é não ser aberta ao público, o lado bom é a beleza que eu não esperava encontrar em São Gabriel.

Centro Cultural
Centro Cultural

A única construção aberta foi o CENTRO CULTURAL onde funciona o Conservatório de Música, a Biblioteca Pública e o Projeto Fábrica de Gaiteiros. O prédio inaugurado em 1846 serviu de hospedagem para D. Pedro II após o término da revolução.

Prefeitura Municipal de São Gabriel
Prefeitura Municipal de São Gabriel

A PREFEITURA também é lindíssima e preserva a estrutura original de 1922, pena estar fechada naquele horário. Procure fotos aéreas do prédio na internet para ter melhor noção do tamanho. A influência arquitetônica predominante é açoriana com momentos hispânicos por ser uma zona desejada tanto por Portugal quanto pela Espanha antes da fundação de São Gabriel, datada em 1846.

Onde: na rua Duque de Caxias, 268, distante uma quadra da praça.

Maçonaria de 1873
Maçonaria de 1873

 

Porta da Prefeitura
Porta da Prefeitura

 

Os museus de São Gabriel

Acabamos deixando os museus de fora, mas parecem interessantes para se aprofundar na história do Brasil:

MUSEU GAÚCHO DA FORÇA EXPEDICIONÁRIA BRASILEIRA (FEB)

São registros fotográficos e exposição dos objetos utilizados pela FEB durante a II Guerra Mundial. E esta história eu conheci de perto lá em Montese, na Itália. Conto os detalhes do museu que homenageia os heróis brasileiros neste artigo.

Onde: dentro da antiga estação férrea, Praça Carlos Antunes.

MUSEU JOÃO PEDRO NUNES

Reúne peças da história do Rio Grande do Sul incluindo objetos de todas as revoluções, inclusive a Farroupilha.

Onde: junto ao Museu Gaúcho da FEB.

  • E A REVOLUÇÃO FARROUPILHA?

São Gabriel pertencia à Rio Pardo na época da revolução. A cidade mais populosa do Rio Grande do Sul no período, deu origem a mais de duzentos municípios gaúchos conhecidos hoje. Rio Pardo ficou sob domínio dos Farrapos a partir da batalha de 1838 até ser retomada pelo Império em 1840.

Especificamente a zona onde está São Gabriel, existiu um acampamento farroupilha em 1841. Local da última participação de Anita e Giuseppe Garibaldi na Revolução Farroupilha antes de tomarem o rumo do Uruguai. Conforme relato na carta enviada por Anita ao casal Costa.

Casa diferente ao redor da praça principal
Casa diferente ao redor da praça principal

São Gabriel, Rio Grande do Sul São Gabriel, Rio Grande do Sul São Gabriel, Rio Grande do Sul

São Gabriel, Rio Grande do Sul

 

 

 

 

 

São Gabriel também faz parte da Rota das Missões, mas este assunto deixo para uma próxima viagem…

 

Leia todos os artigos postados aqui sobre a Rota Farroupilha

Tome Nota São Gabriel

São Gabriel situa-se na região da Campanha a 325 km de Porto Alegre. A rodovia BR-290 que liga a capital é a mesma entrada para os países vizinhos Uruguai e Argentina.

E o almoço foi um X-Coração mais ou menos no Cine Café, o restaurante perto da praça foi recomendado por locais na rua e peca no atendimento no caixa. Deve ter opções melhores.  

Jardins internos das casas muito bem cuidados
Jardins internos das casas muito bem cuidados
Guia RS pra levar na viagem e ler em qualquer aparelho

Esta cidade é um dos destinos da Rota Farroupilha. Se prefere ter todo o conteúdo sobre este itinerário para consultar durante a viagem e ainda ter sugestão de roteiros com mapa interativo detalhado, adquira o guia Guia RS Rota Farroupilha >>

A viagem #RotaFarroupilha é um projeto do Territórios em parceria com As Peripécias de uma FlorCafé ViagemMochilinha Gaúcha e participações especiais de Andarilhos do Mundo e da jornalista Criz Azevedo. O roteiro teve o apoio de empresas regionais como BC&M Advogados e Agropecuária Sallaberry, além do suporte do Sebrae Costa Doce e de algumas secretarias de turismo. A ideia surgiu ao saber da Rota Caminho Farroupilha elaborada pelo Sebrae RS e oferecida como pacote turístico pela Tchê Fronteira Turismo.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 12 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

3 comentários

  1. Algumas correções sobre as informações sobre a cidade de São Gabriel:
    O solar da Praça foi construído em 1826, é o segundo prédio de pé mais antigo da cidade e em 1846 foi a a data da visita do Imperador D. Pedro II quando da verificação da cidade juntamente com o Duque de Caxias por ocasião da pacificação da Província de São Pedro do Rio Grande, ocorrida em Ponche Verde em 1845 e nessa ocasião foi lançada a pedra fundamental de um grande quartel mandado construir pelo Imperador sob a indicação de Caxias. Qual seja, o 1º Regimento de Artilharia à Cavalo comandado a partir de 1851 por um francês chamado Emílio Luiz Mallet.
    Os cognomes que a cidade possui são os seguintes:
    Princesa das Coxilhas, Terra dos Marechais, Pequena Corte e Atenas Riograndense

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Chame via WhatsApp