Foto da Semana #152 Capture o momento

Foto da Semana #152 Capture o momento


Não houve o sol que eu desejava naquela tarde de outono em Santorini. Muito pelo contrário: o vento frio soprava do Mar Egeu e havia nuvens carregadas que se alastravam pelo céu fazendo entardecer antes do tempo.

O meu pai se encontrava dormindo, no quarto do hotel. Estávamos cansados: era o décimo oitavo dia de uma viagem pelo Marrocos, Espanha, Romênia e a Grécia. Porém, naquele momento, a fadiga teria que esperar. O famoso pôr do sol de Santorini, que atrai mais de um milhão e meio de turistas por ano, estava prestes a acontecer. Deixei ele descansando, peguei a mochila e apressei o passo em direção à cratera do vulcão.

Escolhi um ponto elevado, um pouco mais isolado. A multidão de turistas ao redor era impressionante. Lá do alto, era possível ver as casas pintadas de branco, as ruas vertiginosas feitas de pedra e o imenso mar turquesa que banha com carinho especial esta pequena ilha do Mar Egeu. Mesmo com as nuvens carregadas, o momento fazia jus à fama: o pôr do sol de Santorini é realmente esplendido.

Foi, então, que comecei a fotografar. Uma imagem atrás da outra. De todos os ângulos. Não apenas com a máquina, mas também com o Ipad; eu queria mostrá-las ao meu pai, enviá-las ao Brasil, postá-las via WhatsApp para minha mãe … tudo ao mesmo tempo.

Neste momento, senti uma cutucada suave nas costas. Virei para ver, surpreendido: era um menino e estava encostado no muro atrás de mim. Não trocámos palavras; ele apenas apontou para um grafite próximo de onde estávamos, a tinta negra sobre o branco da parede:

“Catch the moment. Not the picture”.

Então, dei-me conta: já havia fotografado o suficiente. Respirei fundo e abaixei a câmera. O menino sorriu para mim. Eu balancei a cabeça e devolvi o sorriso. Sentei em cima do muro e fiquei ali um bom tempo apenas observando o pôr do sol.

Capture o momento

Comecei a enxergar, lá de cima, certos detalhes que antes haviam passado despercebidos. As casinhas brancas que refletiam a tonalidade do céu à medida que entardecia. A coloração das falésias que, também, mudava lentamente de acordo com a difusão da luz nas diferentes camadas da rocha. O sol que ia descendo, imenso, como uma bola incandescente. As casas que se iluminaram ao cair da noite, em contraste com o céu nublado, e a ilha que parecia uma grande constelação terrestre.

Às vezes, durante uma viagem, é necessário desacelerar. Apenas respirar fundo e sentir o silêncio. Sem fotografias, nem celulares. Ouvir. Olhar. E, enfim, realmente ver. O menino havia ido embora e eu não tive a oportunidade de perguntar o nome dele. No dia seguinte, voltei àquele mesmo lugar para rever o pôr do sol de Santorini. Desta vez, acompanhado do meu pai e sem a máquina fotográfica.

Capture o momento
No pôr do sol de Santorini, um dos mais famosos do mundo

Participe do Foto da Semana! Envie sua imagem pelas redes sociais ou para contato.

+ Leia: Mykonos para balada, fotos, praia e romance

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Davi Carneiro

Davi Carneiro

Davi Carneiro é baiano, jornalista, viajante, blogueiro de viagens, aprendiz de escritor e formado no Master de Periodismo de Viajes em Barcelona. Atualmente mora na Romênia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.