fbpx
Cannelé Bistrot

Cannelé Bistrot, cozinha francesa em Canela


Estávamos hospedadas na pousada Volta ao Mundo, em Canela (RS), acompanhando as atividades da 28ª Festuris – Feira Internacional de Turismo, na primeira semana de novembro deste ano, quando resolvi visitar o Cannelé Bistrot para abraçar os amigos proprietários que tinham acabado de voltar de uma viagem além-mar. Chegamos sem reserva numa sexta-feira à noite, em uma época movimentada em função do Festuris e Natal Luz, ambos eventos na cidade vizinha Gramado.

Leia todos os artigos sobre o Rio Grande do Sul

AGILIZE SUA VIAGEM
Veja opções de excursões, ingressos e transfer na Serra Gaúcha

Cannelé Bistrot, cozinha francesa em Canela

Fomos recebidos por Eduarda Piltcher, a adorável filha da Maria Antonieta Luz, mais conhecida como Mauí, que em 2008 trocou a capital gaúcha pela serra para abrir um dos melhores bistrôs da região com o marido: chef Leonardo Salamoni.

Cannelé Bistrot

Por Criz Azevedo

Ambiente agradável em Canela
Ambiente agradável em Canela

Conversa vai, conversa vem, atualizamos os assuntos e novidades de cada uma à medida que os clientes iam se acomodando, sendo recepcionados por Mauí, Eduarda e a funcionária Cris. Nossa ideia era uma passagem rápida, pois fomos sem avisar. O espaço é pequeno e concorrido, com sete mesas, por isso as reservas são fundamentais. Para nossa sorte, havia lugar disponível, já que poucos sabiam da reabertura do bistrô naquele dia, após um breve recesso de férias. E, a convite de Mauí, eu e Roberta jantamos em uma das mesas mais prestigiadas da casa.

O jantar no Cannelé Bistrot

Pães do couvert levam fermentação natural
Pães do couvert levam fermentação natural

O couvert, saborosíssimo, reúne pães que levam fermentação natural produzidos por uma padaria da cidade de Farroupilha (RS), guarnecidos com manteiga, paté de fígado de ganso defumado com carne, paté de azeitona, preparados por Salamoni. Desta vez, pulei a entrada, mas eu arriscaria a sopa de cebola gratinada ou as vieiras canadenses com molho de açafrão, alho poró, vinho branco e caviar, muito pedida pelos clientes.

Salmão ao molho de leite de coco e maracujá, acompanhado de arroz jasmim e legumes no vapor
Salmão ao molho de leite de coco e maracujá, acompanhado de arroz jasmim e legumes no vapor

Ao escolher o prato principal, estava em dúvida entre o cassoulet e o confit de pato com molho de physalis e alecrim, recomendadíssimos. Acabei optando por um que ainda não conhecia: salmão ao molho de leite de coco e maracujá, acompanhado de arroz jasmim e legumes no vapor. E, como sempre em todos pratos do bistrô que já experimentei, a textura e o sabor estavam impecáveis. Não me rendi a um vinho, embora o friozinho da noite estivesse apropriado para umas taças. Estava dirigindo, e iria a Gramado para Roberta fotografar a decoração temática das ruas para o blog. Fiquei na água, ela no suco. Sugeri que pedisse a bochecha de porco, um dos top list preferidos dos habitués, e ela conta como foi a experiência:

Bochecha de porco confitada ao molho de damasco e limão siciliano com ratatouille sobre purê de mandioquinha
Bochecha de porco confitada ao molho de damasco e limão siciliano com ratatouille sobre purê de mandioquinha

“Estava em dúvida com um cardápio cheio de carnes que eu adoro, mas fui na dica da Criz e recomendo. Bochecha de porco confitada ao molho de damasco e limão siciliano com ratatouille sobre purê de mandioquinha. Um prato bem servido e saboroso que caiu super bem com o suco de uva branca.” Confitado, segundo Leo, é carne cozida dentro da própria gordura em baixa temperatura por horas, essa técnica era muito usada antigamente para conservar os alimentos.

Elogiada carta de vinhos
Elogiada carta de vinhos

Desde que aportou em Canela, o bistrô apresenta um cardápio enxuto, com diferentes tipos de carnes, sendo que a cada ano são inseridos novos pratos e excluídos outros, principalmente se for difícil encontrar bons fornecedores na região. A carta de bebidas é elogiada, valorizada por vinhos importados e nacionais. Estes, por sinal, têm recebido merecida menção na imprensa especializada em função da inovação nos processos de plantio das uvas e produção da bebida (Veja texto sobre ida à vinícola Torcello em breve por aqui). Fazem parte cervejas artesanais que foram incorporadas à carta há poucos anos, com boas marcas, sucos engarrafados e refrigerantes.

A música ambiente é um capítulo à parte. Da bossa nova, com seus primeiros representantes, às gerações mais novas de músicos e intérpretes do estilo, a playlist faz uma mescla de novos e antigos cantores e bandas, que podem ser hits de trilhas de filmes, canções francesas, soul music com pegada mais leve e romântica, blues, jazz lounge. Uma profusão de sons inspiradores em suaves decibéis, e que já foram sugeridos por clientes para entrarem em um CD e colocado à venda. Quem sabe um dia a ideia se materialize, né Mauí e Salamoni?

Bolinhos cannelé
Bolinhos cannelé

O nome cannelé refere-se a um bolinho típico da região de Bordeaux. Leva ovos, farinha, baunilha e rum. É assado em forma canelada, e não tem a canela nos ingredientes. Geralmente os cannelés são servidos com café ou chá. No bistrô de Salamoni, essa iguaria eventualmente é oferecida como cortesia da casa, pois nem sempre o chef prepara, uma vez que a durabilidade é curta, e o ideal é preparar e comer no mesmo dia.

Chef Salamoni e Mauí

Quando morou em Florianópolis (SC) para estudar Hotelaria e Turismo na CESETH, hoje Estácio de Sá, Salamoni “se descobriu” um apaixonado pela cozinha, mais precisamente pela técnica francesa de preparo dos alimentos. Dali em diante, foram pesquisas, aquisição de livros e a vontade cada vez maior de mergulhar no universo da gastronomia. Nas aulas de francês, um professor do idioma o indicou para estagiar em uma escola de formação profissional em Paris – uma oportunidade e tanto -, e o encantamento por tudo que se relacionasse à cozinha francesa só crescia.

Leo e Maui no Cannelé Bistrot
Leo e Maui no Cannelé Bistrot

Gastronomia é comer olhando para o céu, já dizia o escritor e chargista Millôr Fernandes. E, no Cannelé, esse prazer ganha um plus com o carisma de Mauí, uma paulista que há mais de 30 anos vive no Sul e mantém um leve sotaque da terra natal. Empresária do ramo da moda, conheceu Salamoni num desses acasos da vida na capital gaúcha. Ele trabalhava em Portugal, na brigada da cozinha do Farol Design Hotel, em Cascais, após passagens pelo restaurante do Cassino Estoril e as experiências na França com os chefs Philippe Etchebest, na região de Bordeaux, e Jacques Le Divellec, em Paris, premiados no Guia Michelin. Veio ao Brasil fazer uma cirurgia, mas retornaria em seguida. Foi, então, que o cupido entrou em cena antes de o chef arrumar as malas de volta à Europa.

Leia o relato do Leonardo Salamoni sobre Caiscais e Estoril

Tome Nota

CANNELÉ BISTROT fica na Rua Danton Corrêa da Silva, 307 – Centro, Canela – RS. Reserve pelo telefone: 54. 3278-1499 e acompanhe pela Fanpage.

Horários de atendimento: Quintas e Sextas, das 19h às 24h. Sábados, das 12h às 16h e das 19h às 24h. Domingos, das 12h às 16h.

Hotel em Canela: nos hospedamos na POUSADA VOLTA AO MUNDO e adoramos. Roberta escreveu como foi a experiência aqui

Fotos Criz Azevedo e Roberta Martins.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Guia RS pra levar na viagem e ler em qualquer aparelho

Esta cidade é um dos destinos da Rota Farroupilha. Se prefere ter todo o conteúdo sobre este itinerário para consultar durante a viagem e ainda ter sugestão de roteiros com mapa interativo detalhado, adquira o guia Guia RS Rota Farroupilha >>

Criz Azevedo

Criz Azevedo

Criz Azevedo é jornalista, publicitária, tecnóloga em Hotelaria. Há mais de 12 anos atua como repórter, redatora e editora em comunicação empresarial. Curte biografias, cinema, soul music, fotos de viagens e natureza selvagem. Adora temas relacionados à etnografia, aprender sobre as histórias das coisas, pessoas, comportamentos, hábitos e lugares.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Chame via WhatsApp