bondeno

Bondeno e suas surpresas


Montando o meu roteiro pela Emilia Romagna, descobri a existência de alguns festivais da trufa devido à abertura da temporada de caça ao valioso cogumelo. Daí já me imaginei pelos bosques correndo com os cachorros e experimentado a iguaria… Mas esses eventos acontecem em lugares distantes, alguns sem transporte público ou estrutura para receber o turista. Foi então que caí em Bondeno, na primeira edição da Festa Provinciale del Tartufo, del Pane e delle Perle Ferraresi.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

Leia todos os textos sobre a Itália

AGILIZE SUA VIAGEM
Seguro viagem é obrigatório na Europa: saiba como comprar online

Saia do Brasil conectado com o chip de celular da EasySim4U

Itália é incrível para viajar de carro. Saiba o que precisa para alugar um no exterior

Agende tours, transfers e ingressos agora ou saiba como funciona

Compra bilhete de trem na Itália
No bosque de SantAgostino
No bosque de SantAgostino

O que fazer em Bondeno

– Verificar se a agenda de festas e festivais coincidem com a estada;
– Conversar com os locais;
– Experimentar pratos com trufas nos restaurantes;
– Pedalar na cidade e seus arredores;
– Visitar a Casa dell’Ariosto.

Bondeno e suas surpresas

Partindo de Bologna, peguei o trem para Ferrara (52 km), depois um ônibus para Bondeno (58 km) e uma carona até um bosque em Sant’Agostino (22 km), onde realizei um dos meus desejos. Mas antes conheci a cultura, história e as pessoas de Bondeno. Uma cidade de 15 mil habitantes no delta do Pó, o maior rio da Itália. Curiosamente, região onde aconteceu o primeiro assentamento no país, mais ou menos, no ano 4000 AC.

Bondeno acabou sendo bem mais interessante do que eu imaginava, a aventura já começou no transporte. Na rodoviária de Ferrara não encontrei o ônibus indicado e perguntei para um motorista que estava partindo, ele disse para subirmos, pois, faria a mesma rota. Era um ônibus escolar cheio de adolescentes barulhentos circulando entre os assentos, todos se conheciam e ignoravam a nossa presença. Foi uma experiência antropológica…

Bicicletas por todos os lados na Itália. Esta parada na praça de Bondeno
Bicicletas por todos os lados na Itália. Esta parada na praça de Bondeno

Uma hora depois, o motorista pára numa praça e diz ser Bondeno, não aceitou o pagamento e partiu imediatamente sem me dar tempo de fazer qualquer pergunta. Era início da tarde e pessoas montavam barracas na praça. Puxei assunto para saber onde estava e, exatamente ali, seria o festival. Agora não sei se foi coincidência ou se o motorista me deixou naquele ponto por ter certeza que eu era turista em busca de trufas, afinal eu não tinha falado nada além do nome do destino.

Barraca só de balas
Barraca só de balas

Estava com bastante fome e parei na barraca de salgados, ali italianas simpáticas e curiosas me falaram sobre as comidas disponíveis, a cidade, o seu trabalho voluntário na festa e perguntaram tudo sobre o meu trabalho. Nessas horas vejo como foi bom ter estudado italiano ou o diálogo teria sido complicado. E os pãezinhos fritos estavam deliciosos, elas indicaram como o melhor e mais típico, só não lembro o nome.

Barraca de jogo, ganha quem acerta os arcos nos salames
Barraca de jogo, ganha quem acerta os arcos nos salames

Então chegou Simone, a pessoa do órgão de turismo local que iria nos apresentar Bondeno, e percebi como a cidade é pequena quando ele apontou para o prédio e disse que morava ali na frente da praça. A mesma onde o motorista me deixou e local do festival.

As delícias de Bondeno

Pães Coppia Ferrarese
Pães Coppia Ferrarese

O pão típico

O pão tradicional hoje e feito em maquinas exclusivas
O pão tradicional hoje e feito em maquinas exclusivas

Simone foi um excelente anfitrião e começou apresentando os organizadores do jantar, o momento top da festa, enquanto cuidavam dos preparativos. O padeiro mostrou como se faz o tradicional pão Coppia Ferrarese, típico de Ferrara criado no século XVI, e como era feito à mão quando não existiam as máquinas. Ele lembrou da sua infância quando ele e outras crianças pisavam na massa para ajudar no preparo. O senhor grisalho faz a mesma receita a vida toda e diz não ter pão melhor. O gosto é semelhante ao pão sovado, conhecido no sul do Brasil.

Os padeiros preparando o pão de forma artesanal em Bondeno
Os padeiros preparando o pão de forma artesanal

As trufas

Provando o mascarpone
Provando o mascarpone

Segui o caminho do aroma forte e cheguei a cozinha onde preparavam tudo com trufas. E não era só umas lasquinhas (como dizem ser servida por ser muito forte e cara), eram várias lascas misturadas com abóbora, carne, pasta, queijo, polenta, arroz e até no doce de mascarpone. Este já estava pronto e me deram para provar. É bem forte e diferente do doce tradicional, o gosto da trufa domina o sabor e fica muito bom.

Um recheio com muitas lascas de trufa e abóbora entre os ingredientes
Um recheio com muitas lascas de trufa e abóbora entre os ingredientes
Pasticio ferrarese al tartufo
Pasticio ferrarese al tartufo

A 9° Sagra del Tartufo foi o jantar daquela noite preparado pela Associazione Tartufai Bondeno “Al Ramiol”. Eram famílias cozinhando juntas e cuidando de todos os detalhes, de novo, todos foram muito simpáticos e falaram sobre os ingredientes e pratos típicos com trufas. Eu continuava com fome e não via a hora de provar aqueles pratos, mas ainda levaria algum tempo.
+ Leia sobre as delícias da Emilia Romagna

Senhoras preparam o antepasto para o jantar em Bondeno
Senhoras preparam o antepasto

Um pouco de história

Direção ao contrário não é padrão em Bondeno
Direção ao contrário não é padrão na Itália atualmente

Chegou o momento de sair dos limites da praça e explorar a cidade, um senhor nos esperava com uma Lancia 1951. Uma surpresa encontrar uma raridade dessas tão bem conservada e com direção na mão contrária. O motorista contou ser o único proprietário e que ele mesmo cuida do carro por todos esses anos. Explicou que na época de Mussolini os carros tinham a direção no lado direito e ele se adaptou às novas vias sem precisar reformar o carro. Mais um apaixonado por automóveis que conheci nesta viagem.

Carro antigo elos arredores de Bondeno
Pelos arredores de Bondeno

Andamos pelas pela Planície do Pó, nos arredores de Bondeno, onde o rio Pó se divide em centenas de canais e alaga toda a região em determinada época do ano. Passamos por muitos ciclistas e pequenas comunidades enquanto Simone explicava sobre a região e o que encontrávamos pelo caminho como a maior geradora de energia natural da Itália, feita a base de milho; ou a Rocca Possente di Stellata, uma fortaleza do século XVI onde acontece o maior festival celta fora da Irlanda – o Bundan.

Rocca Possente di Stellata
Rocca Possente di Stellata

Entramos na Casa dell’Ariosto, uma propriedade de 1500 dC que leva o nome do seu antigo e ilustre morador – Ariosto, o primeiro poeta italiano. Hoje a casa abriga o Museo Civico Archeologico G. Ferraresi. São mais de quatrocentos objetos narrando seis mil anos de história, incluindo a mesa romana mais antiga já descoberta. Escavações encontraram vestígios do período neolítico e definiram a região como o assentamento mais antigo da Itália. Ali tem conteúdo sobre pré-história, época medieval, Império Romano até o século XII quando uma mudança climática transformou o Delta do Pó em uma grande planície alagada. Algumas pinturas do museu mostravam os habitantes vivendo em casas de palafita e tendo suas vidas determinadas pelas águas, parecido com o que ocorre no Amazonas.

Mesa romana mais antiga já encontrada
Mesa romana mais antiga já encontrada

Finalmente chegou o momento de caçar trufas! Mas essa experiência rendeu um post exclusivo com o vídeo. Para falar sobre o jantar e as trufas, é preciso antes explicar a caça. Clique no link acima e prepare-se para ficar com água na boca.

 

 

 

 

Abertura de portas diferente
Abertura de portas diferente

Tome Nota Bondeno

A Casa dell’Ariosto abre aos finais de semana e feriados das 15h às 19h e aos domingos das 9h30 às 12h30. Endereço: Via A. Gramsci, 301 – 44010 Stellata di Bondeno.

Como chegar a Bondeno: pegue o trem para Ferrara e, ao lado da estação de trem, entrar na Ferrara Auto Stazione e procurar o ônibus para Bondeno.

Veja outros passeios para fazer em Ferrara.

Complemente a leitura nestes artigos publicados sobre o Blog Ville:

15 dias pelo norte da Itália

Pasta feita à mão em Bolonha

Veja o tartufino na Foto da Semana.

 

Mini estátua na Casa de Ariosto
Mini estátua na Casa de Ariosto

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Essa viagem foi patrocinada e fez parte da ação BlogVille Emilia Romagna. Fotos de Leandro Gabrieli e Roberta Martins.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

4 comentários

  1. Ciao Roberta, io sono di Bondeno ma abito qui in San Paolo. Volevo congratularmi con te per l’articolo e dirti che mio nonno era tartufino. Ho una foto di lui con un tartufo di 500 grammi. Aspettero con ansia di vedere il video. Mia sorella abita a Stellata e i miei genitori abitano in centro a Bondeno. Tutti gli anni vado la in ferie.
    ciao Carlo

    1. Ciao Carlo

      Que alegria receber a sua mensagem, capisco italiano però no escribo niente! Adorei essa experiência e a culinária local. Se quiser enviar a foto do seu nonno para eu contar essa história por aqui, fique à vontade.

      Grazie

  2. Buongiorno (e nada mais em italiano) (kkk)
    Estou planejando viagem à Itália, para 2015 e gostaria de saber mais sobre outras regiões, a exemplo dos relatos sobre Bondeno. Un bacio e grazie! Marliy

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.