Daniella Franco

Daniella Franco

Jornalista, mestre em Ciências da Informação e Comunicação e mochileira. Há onze anos veio estudar e morar na França e desde então seus horizontes tem aumentado cada vez mais. Viajante um tanto atrapalhada, costuma chegar aos destinos sem qualquer roteiro, esquece em casa os endereços dos hotéis onde deve se hospedar, deixa os joelhos nas trilhas, desce as montanhas rolando, leva os piores torrões nas praias e pegou pneumonia fazendo ski. Mas o importante é que sempre volta das viagens com boas historias pra contar. De hotel de luxo a camping, do sofá-cama dos amigos aos albergues da juventude, Daniella descobriu que viajar também é uma arte.

Kyoto

Kyoto, para seguir o protocolo


Kyoto tem seus (muitos) encantos e guarda uma boa parte da cultura tradicional oriental ainda em seu cotidiano. Dizem que não é incomum de encontrar gueixas pelas ruas da cidade, o que podemos presenciar através de uma rápida e discreta aparição. Além disso, o comércio e os restaurantes são mais rústicos e a comunicação fica um pouco mais difícil já que nem todos falam inglês como em Tokyo.

tokyo

Lost in Tokyo


Viajar ao Japão tem uma peculiaridade intrínseca aos países não-ocidentais: perder qualquer parâmetro de cultura e comportamento. Tudo bem que a globalização equiparou algumas diferenças há alguns anos, mas ainda assim o choque cultural é inevitável logo que se chega ao país do sol nascente.