Burns

A Caldas Novas dos Estados Unidos


Quem disse que Caldas Novas só tem no Brasil? O nome Caldas Novas sim, mas a experiência de conhecer um lugar de piscinas quentes naturais não. Descobri Burns.

Explorando o estado onde moro, Oregon, no Norte dos Estados Unidos, descobri que existe um vale no meio do deserto que é conhecido como um vale das águas quentes. Como o verão ainda não havia chegado, decidi partir em busca de uma água quentinha natural.

Leia todos os artigos sobre os Estados Unidos

Saia do Brasil conectado com o chip de celular da EasySim4U

Burns

A região de Burns é mesmo cheia de termas e pousadas ao redor. Algumas eram mais chiques, tipo resort, com quartos com aquecedores e serviço de quarto e outras eram mais rústicas, com quartos mais simples e opções de camping. Como sou um amante da natureza e de acampar, optei por achar uma onde eu pudesse armar minha barraca.

Fechei a reserva pelo telefone, sai cedo de Portland e cinco horas depois estava chegando no Crystal Crane Hot Spring, mais ou menos traduzido como “Águas Quentes da Garça de Cristal”. Tirando o nome, que mais parecia de um lutador de Kung-Fu, o lugar era incrível.

Crystal Crane Hot Spring águas termais
Crystal Crane Hot Spring águas termais
Banheira privada no Crystal Crane Hot Spring
Banheira privada no Crystal Crane Hot Spring

Crystal Crane Hot Spring

Daiane, a recepcionista, me atendeu com um sorriso grande e lembrou de mim – “o Brasileiro que fez a reserva para uma só pessoa!”. Eu precisava trabalhar um pouco e fugir da rotina do dia-a-dia, expliquei rindo.

Ela me levou ao redor no seu carrinho de golfe, mostrou a piscina natural aquecida e as banheiras privadas.

O camping era barato – $20 dólares por barraca (cerca de R$55 reais) – com direito a usar a piscina natural a qualquer hora (inclusive de noite e madrugada, o que adorei), e as banheiras privadas para 1, 3 ou até 7 pessoas custavam $7 dólares por hora (cerca de R$ 20 reais). Nada mal, se comparado aos super luxuosos tratamentos de SPA que pode achar por ai. Se a pessoa quisesse passar só o dia na piscina natural, poderia pagar $6 dólares (cerca de R$16 reais).

O vento era forte de tarde, tão forte que tive que amarrar a barraca na roda do meu carro. Pensei, se fosse para levar, que levasse logo tudo.

Conheci pessoas muito legais e tranquilas, o que era fácil por ali. No fim, até conheci uma família de Brasileiros!

Tome Nota Burns

O CRYSTAL CRANE HOT SPRING fica aberto também no inverno, com neve ao redor e as pessoas na piscina natural. Com certeza tenho que voltar aqui no Inverno. Aberto pela primeira vez em 1932! Foi fechado quatro anos depois e reaberto pelos novos donos em 1992.

Para outras opções de hospedagem em Burns veja resenhas no Booking e faça a sua reserva. 

Fazendo a reserva de hotéis e aluguel de carros pelos links fornecidos você colabora com as despesas do site.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Rodrigo Baena

Rodrigo Baena

Rodrigo Baena é jornalista por profissão, fotografo por paixão e viajante "quase" profissional.

2 comentários

  1. Parabéns Rodrigo!! vc é nota 1000, e esta Caldas Novas dai deve ser maravilhosa tmb.
    É bom divulgar para outros países.

    Muito boa sorte!! Sucesso.

  2. Rodrigo, adoramos conhecer vc em um local tão distante da nossa terrinha. Na verdade , foi a maior sorte….estávamos procurando diversão com nossos netos. O local é mesmo uma delícia…recomendamos. Ah….Adoramos tbm o restaurante de Crane que vc nos indicou. Voltamos mais uma vez em Hot Springs…e lembramos e vc. Foi mais fácil pois vc já tinha nos dado todas as dicas. Um abraço da família Cooke.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.