Camaleão no Quênia

Respostas para 9 verdades e 1 mentira

Quando vi pela primeira vez a brincadeira 9 verdades e 1 mentira, no Facebook, dei uma risada lembrando das coisas surreais que eu já passei. Mesmo assim, deixei de lado porque tinha tarefas mais importantes pra fazer. Então o tema foi ganhando proporções…

Todos os meus amigos tinham coisas pra contar, comentar ou reclamar do tal desafio. Virou febre momentânea e, convenhamos, atrasada porque já passou uma quinzena do dia da mentira. E qual o problema nisso? A verdade é que todos estão se divertindo e percebendo como são vistos pelos amigos, concorda?

Claro que eu acabei participando, afinal, como resistir se eu tenho histórias inusitadas pra contar e já relatei a maioria aqui no Territórios? Inclusive tenho fotos para provar. Além de entrar na brincadeira, pensei, posso instigar a curiosidade dos amigos para lerem os relatos aqui. Algumas situações são tão engraçadas que merecem novos destaques. Logo, segue a minha lista com repostas comentadas e links para a história completa (quando houver).

Respostas para 9 verdades e 1 mentira

  1. Dentro do avião eu pego no sono antes mesmo da aeronave decolar

Esta só sabe quem viaja e convive comigo, mesmo assim, todos acreditaram ser verdade. Sim, sou um perigo quando estou com sono e por isso tenho medo de dirigir em estrada. Quando entro em algo em movimento, relaxo e o sono toma conta de forma impressionante. Já dormi em pé na balada, na carona da moto, no caminhão que leva turistas sacudindo até o Jalapão e até caminhando! Mas não tente usar isto contra mim, aprendi técnicas pra ficar acordada e uso quando acho necessário.

  1. Acampei com ratos andando em cima do meu saco de dormir em umas das 10 maiores infestações já registradas no mundo. Na Austrália.

Verdade, peguei uma infestação de ratos na primeira noite acampando no Outback. Eles apenas andaram sobre mim, não enconstaram na minha pele e consegui dormir até o sol nascer. Porém, foi difícil o trabalho de convencer a mim mesma, sozinha dentro do saco, a pegar no sono. Anos depois vi um programa de TV listando as piores infestações do mundo e lá estava: ratos no Outback em 2011.

Conto no Pedras e estrelas, um tour econômico no Outback

  1. Fui a pé de Cusco a Macchu Picchu

Claro que fui! A minha primeira grande trilha, mochilão e motivo para começar este site foi pra fazer a trilha Inca.

Leia o dia-a-dia em Salkantay, uma das trilhas Inca

  1. Ganhei uma viagem para festejar a festa de final de ano da empresa e a celebração foi um acampamento no deserto do Sahara

Sim! A sorte de estar na hora certa no lugar certo. Fiz um estágio curto em Barcelona e me convidaram para a festa da empresa antes de voltar ao Brasil.

Veja fotos no Festa da empresa no Marrocos

 

Meus braços e vista durante o pulo de bungee jump
Meus braços e vista durante o pulo de bungee jump
  1. Tenho medo de altura

Aqui tentei fazer uma pegadinha contrapondo com o item 8, mas poucos caíram. Acho que nunca vou superar este medo até por ser meu limite de segurança. Quando estou nas alturas meu coração acelera como um alerta de perigo, então decido se vale a pena arriscar ou não. Quase sempre vale pela paisagem e a sensação maravilhosa de superação. Mas este alerta já me fez desistir e ter excesso de prudência em diversas situações.

Mais sobre o tema em Medo de altura em Drakensberg Mountain

  1. 90 km foi minha caminhada mais longa até hoje

Até caminhei mais que isto na mesma viagem, mas não na mesma trilha e em dias corridos. Por isso considero verdade. Foi na Expedição Monte Roraima na fronteira entre Brasil, Guiana e Venezuela.

Vários artigos e um guia na série Expedição Monte Roraima

No último dia da trilha Monte Roraima
No último dia da trilha Monte Roraima
  1. Consegui derrubar uma colmeia enquanto buscava lenha, elas atacaram e descobri que não sou alérgica

Verdade, um dos momentos mais cômico trágicos vividos no Uruguai.

Os detalhes estão no texto Um dos meus lugares preferidos

  1. Me joguei 216 metros de uma ponte com uma corda amarrada nos pés e adorei

Como ainda posso ter medo de altura se me joguei de uma ponte questionaram alguns amigos. A verdade é que eu fui no embalo do momento e não sei se faria se estivesse sozinha. Até hoje eu tenho vontade de gritar toda vez que vejo o vídeo do salto e me pergunto de onde veio a coragem.

Recomendo ver o vídeo no O bungee jump de ponte mais alto do mundo

  1. Sou fluente em alemão

Estudei dois anos de alemão e, obviamente, foi suficiente para saber o básico. Aqui esta a mentira e ficou fácil demais porque a maioria acertou de cara. Sou fluente em três idiomas (português, inglês e espanhol) e tenho facilidade em aprender línguas. Mas é preciso uma imersão completa para se tornar fluente de verdade na fase adulta.

  1. A única comida que não como de jeito nenhum é amendoim

Verdade, não sei o motivo nem nunca escrevi sobre isto. É algo que nasceu comigo e brinco que devo ter morrido engasgada com amendoim na outra vida. Eu como de tudo e gosto sempre de experimentar a culinária local quando viajo.

Leia sobre as experiências gastronômicas

E até agora fico lembrando de várias outras situações que caberiam na lista 9 verdades e 1 mentira como meu dia desastroso fazendo rafting na Cordilheira dos Andes, o safari de balão com medo de ser atacada por leões, minha discussão com um muçulmano, o desencontro que me fez perder o medo de viajar sozinha… E as histórias não tem fim. As vezes eu provoco o risco e sofro as consequências, outras estou quieta no meu canto e algo acontece. Cheguei a conclusão que meu nível de sorte e azar tem a mesma intensidade e isto só contribui para a riqueza de conteúdo aqui no Territórios.

 

Quer entrar na brincadeira? Deixe a sua lista nos comentários

©Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site e fotógrafa. Há 10 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo.

Deixe uma resposta