O que comer e beber no Uruguai

Delícias uruguaias: o que beber, comer e preparar no país

O Uruguai costumava ser a minha referência em comer bem até conhecer a Itália. Mesmo perdendo o título, ainda tem um lugar especialíssimo no meu paladar. Até porque as influências europeias se mesclam às latinas no lugar onde estão as melhores carnes e doce de leite do mundo (perdão Argentina, mas hoje é a vez do vizinho).

Antes de mostrar as delicias que você deve provar quando for ao Uruguai, preciso explicar o meu vínculo com o país, considerado como segunda casa. Nasci uma hora distante da fronteira, me sinto uruguaia e viajo pra lá, no mínimo, uma vez por ano. Logo, escrever este texto resgata memórias de infância, grandes momentos entre amigos e remete ao aconchego das refeições perto do fogo. Não foram poucas vezes que eu mesma assei um cordeiro de seis horas no fogo de chão, derreti queijo parrillero na lareira ou preparei um pimentão recheado no forno (receita pra fazer em casa no meio do texto). Então pegue as dicas, saiba curiosidades e desfrute de momentos maravilhosos no Uruguai!

O que comer no Uruguai

Doce de leite Narbona é o melhor
Doce de leite Narbona é o melhor

DOCE DE LEITE

Doce de leite no café da manhã
Doce de leite no café da manhã

Derivados do leite é sinônimo de prazer no Uruguai, tudo é bom e bem feito. Ainda mais o doce de leite, a guloseima se destaca como melhor do mundo no seu nicho. As marcas preferidas são Conaprole e Narbona para comer de colher ou como quiser. Inclusive, sempre escolho doce de leite quando está na lista de sabores e recheios disponíveis.

 

Os famosos bizcochos com creme de ovos ou doce de leite
Os famosos bizcochos com creme de ovos ou doce de leite

PÃES DOCES E SALGADOS

Deixe-se atrair pelas vitrines encantadoras das panaderias (padarias). São recheadas de bizcochos ou facturas (pães) com açúcar, creme de ovos, doce de leite, marmelada, goiabada, frios ou apenas a massa salgada. O maior diferencial para os nossos é serem feito com gordura animal, matéria prima proibida no Brasil que deixa a massa muito mais gostosa.

Media luna virou sanduíche com frios
Media luna virou sanduíche com fiambres

Os famosos são as media lunas, um tipo de croissant mais saboroso que o tradicional francês. É servido em todos os cafés da manhã nas versões doce e salgado, além de ser o produto com maior saída nas padarias. Vale perguntar os horários da fornada para pegar elas quentinhas.

 

Bizcochos nas padaderiasMedia lunas e bizcochosuruguai_comer_panaderia_dsc04150Media luna com doce de leite

 

 

 

 

Ravioli artesanal no La Perdiz de Rivera
Ravioli artesanal no La Perdiz de Rivera

PASTA E PIZZA

Pizza de calabresa e muito queijo
Pizza de calabresa e muito queijo

O país também recebeu uma leva de imigrantes italianos no século passado. Eles adaptaram as suas tradicionais receitas aos ingredientes uruguaios como carnes, queijos e frutos do mar.

As pizzas de massa grossa feitas em forno à lenhas são maravilhosas. O queijo vem em abundância e as receitas são diversificadas.

 

Chivito Al Plato (sem pão) no Il Mondo della Pizza e Punta del Este
Chivito Al Plato (sem pão) no Il Mondo della Pizza e Punta del Este

CHIVITO

Chivito é um substancioso e gorduroso sanduíche, com ou sem pão, que dispensa a vontade de ir nas grandes redes de fast food. Encontrado em qualquer boteco, é feito com filé mignon na chapa, toucinho, presunto, mussarela, tomate, alface, pimentão, ovo e maionese. Pode acompanhar batatas fritas ou salada. A versão Canadense é ainda mais elaborada. Costuma ser gigante e vale pedir para dividir com duas ou três pessoas.

Pancho comprado na rua
Pancho comprado na rua

 

PANCHO

É o bom, bonito e barato cachorro quente encontrado em qualquer esquina. O básico é pão, salsicha frankfurt muito melhor que a média, mostarda, catchup e maionese. Os gourmetizados trazem temperos, duas salsichas, queijo e molho. Mas só um não mata a fome por ser pequeno.

 

Parrilla no El Galpón de Rivera
Parrilla no El Galpón de Rivera

CARNE VERMELHA

Carnes de novilho e de cordeiro são as mais saborosas e, quando preparadas em uma parrilla, ficam perfeitas. Os melhores cortes para mim são costela e miúdos (tripa, rim, coração, linguiça de sangue e outros são conhecidos como achuras). As chamadas exóticas por alguns, fazem a alegria dos apreciadores mais exigentes, como eu no quesito carne.

Miúdos na parrilla de um restaurante do Mercado del Puerto
Miúdos na parrilla de um restaurante do Mercado del Puerto

Tenho um especialista em casa que prepara o melhor churrasco de todos e ele me ensinou desde pequena o prazer da boa carne. Segunda meu pai, veterinário especialista em gado, a carne do Uruguai é diferenciada pelo pasto, área e cuidado dos produtores rurais com os animais. Sabia que existe mais quantidade de gado do que pessoas vivendo no Uruguai?

Restaurantes oferecendo parrillas não faltam por todo o território. Assim como a oferta em carnicerias é grande para comprar e fazer no parque ou, se tiver churrasqueira, na casa ou na pousada. E experimente miúdos com limão ou carnes com chimichurri (salsinha, alho, sal, pimenta, azeite e vinagre), o tempero deles é ótimo.

  • SABE O QUE É PARRILLA? Descubra aqui.
Parrilla ou parrillada é o churrasco típico uruguaio. A culinária mais representativa do país. É feito com a brasa da lenha em baixo da grelha em churrasqueiras ou no chão. Dizem que o sistema é uma criação local, mas é exatamente igual o Braai, o churrasco típico da África do Sul. Quem criou primeiro? Não sei.

Carniceiro em La Coronilla vende cordeiros frescos Cordeiro de 6 horas na parrilla Carré de cordeiro no restaurante do Rivera Cassino Miúdos com chimichurri no restaurante

 

 

 

 

 

MILANESA

Milanesa com salada e batata assada
Milanesa com salada e batata assada

Seria o comum bife bovino à milanesa se não fosse a melhor carne do mundo. É vendido em pratos elaborados com acompanhamentos nos restaurantes. Mas a versão típica é pegar gelado naqueles expositores de bar e sair comendo com o guardanapo. Uruguaios comem milanesa como nós comemos coxinha. Também nas versões frango, porco ou peixe.

 

 

Sanduíche de atum em Cabo Polônio
Sanduíche de atum em Cabo Polônio

FRUTOS DO MAR

Um país entre rios e o oceano Atlântico só pode ter excelentes pratos de frutos do mar. Pena o melhor atum nem chegar em terra firme, as embarcações japonesas ficam à espreita em alto mar para comprar o peixe fresco e levar direto para o outro lado do mundo. Informação fornecida por um pescador de Punta del Diablo lamentando não poder nos oferecer melhor qualidade. Talvez seja só mais uma história de pescador, mesmo assim, sempre achei bom tudo o que provei por lá.

E comprar o peixe direto do pescador para fazer na casa (costumo alugar casa por lá) é ótimo para economizar e comer bem. Certa vez fizemos um banquete preparado por um chef brasileiro e outro chileno.

Lulas grelhadas com camarões no La Perdiz de Rivera
Lulas grelhadas com camarões no La Perdiz de Rivera
Mercado de peixes em Punta del Este
Mercado de peixes em Punta del Este

 

Queijo descansa na loja Le Carrousel de Rivera
Queijo descansa na loja Le Carrousel de Rivera

QUEIJOS

Provolone derretido na lareira com vinho
Provolone derretido na lareira com vinho

Derivados do leite de novo entre as delícias uruguaias. Queijarias estão espalhadas pelo país e sempre é possível degustar antes de decidir qual comprar. O gosto para queijos varia conforme o meu humor no dia e o que pretendo beber ou comer junto. Por isso, provar é fundamental.

A variedade é grande e os mais populares são provolone, emental, colonial e parmigiano regiano. Sendo provolone chamado por queso parrillero, muito comum derretido com orégano para acompanhar o assado.

 

Cassata de pistache com calda de chocolate quente no La Perdiz de Rivera
Cassata de pistache com calda de chocolate quente no La Perdiz de Rivera

SORVETE

Sou uma apaixonada por sorvetes e entre os meus favoritos está a marca Conaprole. Somente encontrada no Uruguai. As geladeiras com os produtos são facilmente visíveis e despertam desejo com cassatas, picolés e sorvetes em potinho. É a sobremesa mais pedida nos restaurantes.
Sorvete de doce de leite com browneSorvete Conaprole com doce de leiteSorvete de doce de leite com amendoasSorvete com salada de frutas

 

 

 

 

Pimentão e batata doce na parrilla
Pimentão e batata doce na parrilla

BATATA DOCE E PIMENTÃO

Estes legumes existem em vários lugares, mas a forma de prepara-los é diferenciada no Uruguai. São acompanhamentos da parrilla e oferecidos nos restaurantes, mas prefiro comprar e fazer eu mesma. A batata doce é grandona e na laranja intenso por dentro. Parece ter mais sabor do que todas as outras e, mesmo fazendo junto com a carne, acabo comendo no dia seguinte durante o café da manhã. Isto porque coloco elas junto com as brasas e quem olha não consegue diferenciá-las. No entanto, a batata não vira cinzas, estará bem visível e preta no dia seguinte. Basta tirar a casca e comer. Fica ótima na temperatura ambiente, além de super saudável.

Quem já foi meu convidado em Pelotas ou São Paulo, teve a oportunidade de provar o meu pimentão recheado com queijo provolone e orégano. É super fácil de fazer e suficiente para uma refeição, embora seja servida como entrada nos restaurantes. Aprendi a fazer olhando os uruguaios nos acampamentos e adaptei ao forno do fogão.

  • PIMENTÃO RECHEADO

Ingredientes:

– 1 pimentão vermelho

– pedaços de queijo provolone

– pitadas generosas de orégano

Escolha um pimentão grande e bonito. Deite na horizontal e corte um pedaço como uma tampa na parte de cima. Coloque por ali os ingredientes socados e feche com a tampa cortada. Embrulhe com papel alumínio para assar mais rápido e sem sujeira. Leve ao forno em temperatura média até o pimentão murchar e sirva. Cuidado para não se queimar porque o queijo estará fervendo.

Dica: fazer na parrilla com produtos uruguaios é sempre mais gostoso.

 

OUTRAS DELÍCIAS

Para o café da manhã e lanche da tarde, experimente manteiga, iogurte, achocolatado e embutidos fabricados no Uruguai. Principalmente o salame ou morcela em fatias grandes. Sugiro as marcas Conaprole, San Cor e qualquer uma para embutidas.

Pães, embutidos e derivados do leite sempre vale a pena provar
Pães, embutidos e derivados do leite sempre vale a pena provar

 

O que beber no Uruguai

Bodegas Carrau é a vinícola mais antiga do Uruguai
Bodegas Carrau é a vinícola mais antiga do Uruguai

VINHO

A bebida dos deuses é a minha preferida e o Uruguai está muito bem servido em vinícolas inovadoras e tradicionais. A uva nacional é o tannat que veio da França e se adaptou melhor por estas bandas. Mas a produção é diversificada e os preços convidativos. Recomendo Alto de La Ballena e Bodegas Carrau, está última foi a primeira a se estabelecer no país em 1792.

Refrigerante de Pomelo lembra água tônica
Refrigerante de Pomelo lembra água tônica

POMELO

Pomelo é o refrigerante feito com a fruta pomelo, típica do Uruguai e Argentina. O gosto é amargo, lembra uma água tônica. Porém, nem todas as marcas são boas, provei várias e só peço quando tem Paso de los Toros.

 

Erva mate no UruguaiErva mate no UruguaiErva mate no UruguaiErva mate no Uruguai

CHIMARRÃO

Quem me conhece pessoalmente, entende quando digo que me sinto uruguaia. Assim como eles, ando sempre com meu mate. A térmica em baixo do braço e cuía na mão todos os dias. A erva-mate no Uruguai é pura folha e isto significa ser amarga de verdade. Aconselho experimentar o mate primeiro no Brasil e só depois arriscar o amargo deles. Eu gosto, mas prefiro misturar a erva deles com as brasileiras pra equilibrar.

E como podem ver nas fotos que tirei no mercado, tem erva pra tudo! Além de um vício saudável, é medicinal.

 

Patricia é a melhor das cervejas uruguaias
Patricia é a melhor das cervejas uruguaias

CERVEJA

As garrafas de um litro são a preferência nas mesas uruguaias e dizem ser a água local o segredo por serem tão boas. Embora não seja minha bebida preferida, gosto de dividir a Patricia com amigos. Norteña e Pilsen são as cervejas mais consumidas.

 

MEDIO Y MEDIO

É a mistura de vinho branco seco com espumante muito comum para beber como aperitivo. Vem engarrafada pra vender em algumas lojas de bebidas, mas não lembro a marca. Para provar, a dica é aceitar a cortesia oferecida pela maioria das parriladas do Mercado del Puerto, em Montevidéu.

Já provou todas estas delícias? Qual a sua preferida? Se faltou algo, escreva nos comentários e, se ficou com desejo de comer no Uruguai, já conto onde encontrar tudo.

 

Onde comprar os ingredientes para as refeições

Jesus te ajuda a escolher um bom vinho na Le Carrousel
Jesus te ajuda a escolher um bom vinho na Le Carrousel

Panaderias, carnicerias, queserías, mercados e supermercados estão presentes em todas as cidades com fartura nos produtos mencionados. E se não encontrar a marca específica, tente o similar ou caseiro porque a qualidade não deve decepcionar.

Degustação cortesia na Le Carrousel acontece aos sábados
Degustação cortesia na Le Carrousel acontece aos sábados (Foto Alexandra Aranovich)

Uma loja bem completa e caminho para quem viaja de carro para o Uruguai é a LE CARROUSEL em Rivera. Tem os melhores queijos, vinhos e produtos industrializados do país com atendimento personalizado. Jesus e Toni são os especialistas em vinho e queijo respectivamente, inclusive, Toni já foi Foto da Semana quando descobri a loja. Na última visita, o sommelier Jesus deu uma aula e me ajudou a escolher entre tantas opções. Uma boa dica para quem visita Rivera aos sábados é aproveitar a degustação de vinhos harmonizada com quitutes locais. É uma cortesia para quem estiver na loja e oportunidade de descobrir novos sabores.

Tome Nota

LE CARROUSSEL fica na Calle Agraciada, 374, em Rivera, cidade fronteira com Santana do Livramento. Aberto de segunda a sábado das 8h às 20h e domingo das 8h às 13hs. Consulte a opção de degustação harmonizada durante a semana, nosso grupo agendou e Jesus estava nos esperando na hora marcada.

E aproveite pra trazer queijos e embutidos na mala. Este ano o Ministério da Agricultura liberou a entrada de alguns produtos de origem animal no Brasil. Antigamente corria o risco de serem apreendidos pela Vigilância Sanitária. Apenas não exagere na quantidade, o permitido é para consumo próprio.

Encontre RESTAURANTES recomendados nos artigos sobre Montevidéu, Colônia de Sacramento, Chuy, Punta del EsteRio Branco e Rivera. Se for vegetariano, Tuize Mendes tem um relato pra você. 

Um dos varios jantares preparados entre amigos com delicias uruguaias. Esta é uma casa de pescador em Punta del Diablo alugada para o reveillón
Um dos varios jantares preparados entre amigos com delicias uruguaias. Esta é uma casa de pescador em Punta del Diablo alugada para o rèveillon

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Se ficou com desejo, aguce ainda mais no texto sobre comidas na Itália

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site e fotógrafa. Há 11 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo.

8 comments

  1. Olá Roberta, estou planejando passar o Réveillon 2017/2018 no Uruguay, vamos em dois casais. Você tem alguma cidade para nos indicar? E qual a melhor forma de hospedagem? Estávamos pensando em alugar uma casa de veraneio em alguma cidade litorânea. Mas estamos receosos de fazer pagamento adiantado.

    1. Oi Carlos, é normal pedirem adiantamento ainda mais no Reveillon. Sugiro usar sites como o Booking que podem resolver se acontecer algum problema na transação. Já tive problemas e Booking resolveu rapidamente pelo atendimento do site, eles também alugam casas por temporada. Em outros sites é bom ler os comentários de quem já se hospedou e avaliar se vale a pena o risco. Escrevi minhas sugestões de hospedagem neste texto http://www.territorios.com.br/onde-ficar-no-uruguai/
      Já passei a virada em Santa Teresa, Punta del Diablo e Punta del Este, a última a mais cara e agitada, mas todas foram legais.

  2. Oi Roberta , fui para Punta Del Leste , amei , é tudo como tu descreve aqui,as comidas maravilhosas , não conhecia o Uruguai mesmo sendo , descendente, amei com certeza voltarei mais vezes .um abraço

    1. Oi Belmira, obrigada pela visita. As gurias devem estar se deliciando por lá agora, né. Abraço

  3. Show de texto Roberta, já estive lá mas não provei nem metade do que vc citou. Nada como referencias nativas. Parabéns!

  4. Demais!! Um guia completo de quem conhece o lugar como um gaúcho local!

  5. Roberta seu texto é ” mortal “, impossivel não realizar esta viagem. Neste proximo ano reservarei uma data com certeza para este acontecimento .Espero manter contato mais vezes para saber mais e tudo ficar ajustado . Foi um prazer conhecer esse blog . Um dia , quem sabe , ao vivo e a cores . Bjs .

    1. Que bom saber como o texto te inspirou. Agende para ir no verão e no inverno porque são viagens completamente diferentes. Tem várias dicas aqui no site e outras que ainda preciso escrever.

Deixe uma resposta