Diani Beach hotel

8 cascatas para o mar – Swahili Beach Hotel

Depois de muitas aventuras nas savanas do Quênia chegou a hora de descansar no paraíso Diani Beach. Literalmente foram dias de sombra e água fresca com direito à vista para o oceano índico, piscina sensacional e nascer do sol inspirador.

De noite, parte da área da piscina vira restaurante
De noite, parte da área da piscina vira restaurante

Com arquitetura e pompa árabe, espaço e grandiosidade não faltam no Swahili Beach Hotel. Um enorme corredor exibe restaurante, salas de chá e descanso até chegar à piscina. Começa como um espelho d’água estreito ao lado do prédio e parece terminar grandona com fundo infinito, mas basta alcançar a borda para ver outra, mais uma e … são oito piscinas em forma de cascata até chegar ao nível do mar. O formato orgânico é rodeado por coqueiros, pedras e flores criando um ambiente excelente para relaxar. Na beira da praia tem espreguiçadeiras, barracas, garçons e um mar morno em tons de verde para mergulhar, apenas é preciso cuidado com os ouriços e corais.

8 piscinas formam cascatas até a beira da praia
8 piscinas formam cascatas até a beira da praia

Barracas de pano e palha, cadeiras e atendentes oferecendo bebidas e toalhas nas laterais das piscinas. Nos limites do jardim, diferentes bares e restaurantes de um lado, spa do outro e os apartamentos de quatro andares nos dois, ali ficam os quartos.

Sombra e água fresca no jardim do hotel
Sombra e água fresca no jardim do hotel

Então a influência árabe fica mais forte, para entrar no quarto corredores estreitos, que mais parecem labirintos, levam para porta de cada prédio. Fiquei no último andar perto da praia com uma bela vista, mas é preciso fôlego para subir e descer as escadas toda hora.

A suíte é escassa em elementos e suntuosa nas formas, tudo em alvenaria, gesso e iluminação direcionada. Uma cama king size com mosquiteiro, sacada com espreguiçadeiras e banheiro com três ambientes, o da banheira tem iluminação colorida quando liga o chuveiro. Estranho para quem está sozinho, mas deve ser interessante para uma festinha particular (imagine como quiser).

Vista da sacada do meu quarto
Vista da sacada do meu quarto

Cada um dos três restaurante tem seus horários e cardápios e funcionam conforme o volume de hóspedes. Em março era final da alta temporada e parecia bastante movimentado com gente do mundo todo. Adorei os jantares na beira da piscina com música ao vivo e almoços no bar da beira da praia. Este também era meu local preferido para ouvir o som do mar tomando um drink de noite.

Buffet montado na hora do almoço
Buffet montado na hora do almoço

Todo o narrado acima foi sem precisar sair do Swahili Beach Hotel, mas como meu instinto de viajante explorador não me permite ficar parada, claro que extrapolei os limites da segurança e conto neste post. Na praia, seguranças não trancam a passagem de quem caminha na areia, mas ficam atentos e sabem quem são os hóspedes. Do outro lado, no portão de saída para a cidade, vigilantes controlam quem entra e acompanham quem precisa ir ao mercado em frente. Saindo dos limites do hotel a tranquilidade muda, pedintes vem de todos os lados e muito movimento de pessoas e carros na rua. Na praia raros turistas e muitos locais oferecendo serviços diversos.

Nascer do sol
Nascer do sol

[box]TOME NOTA

Com o luxo e conforto do SWAHILI BEACH HOTEL achei que o valor da diária seria alto, mas estava enganada (clique no link para comparar preços). Não é barato, mas o custo benefício é excelente ainda mais comparado aos resorts brasileiros. Apenas fique atento por não ser all inclusive, pode levar um susto no final se abusar dos pedidos no cardápio.

O café da manhã é um dos mais variados que já experimentei, uma ilha com buffet enorme atendido por vários funcionários serve até feijão. Certamente agrada todos os paladares.

Informe-se sobre os passeios na recepção do hotel, a região tem outras praias, parques e cidades interessantes. [/box]

Almoço na beira da praia
Almoço na beira da praia
O tradicional prato de café da manhã da Anne, queniana que nos acompanhou na viagem
O tradicional prato de café da manhã da Anne, queniana que nos acompanhou na viagem

Esta viagem foi patrocinada pelo Kenya Tourism Board.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Veja todos os posts sobre os 10 dias no Quênia:

Brunch na savana africana

Luxo e vista no Hemingway’s Nairóbi

Meu encontro com os Masais

Lewa, o verdadeiro Safari Camp

Sea Safari e os dias em Diani Beach

Acampamento luxuoso e selvagem no Olare Mara Kempinski

Dois dias na capital do Quênia

Um dia no Kisite Marine Reserve

O paraíso no Quênia (vídeo)

Babies africanos

Orfanato de elefantes (vídeo)

Voo de balão

17 coisas pra fazer antes de morrer

10 dias em 1 minuto (vídeo)

Fotos da Semana : CamaleãoLeopardoContador de rinocerontesBaobá, Dia Mundial do LeãoEstrela do mar e Girafa.

8
8
Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site e fotógrafa. Há 11 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo.

Deixe uma resposta